10 Dúvidas Mais Frequentes Sobre Amamentação

10 Duvidas Mais Frequentes Sobre Amamentacao1-Ouvimos muito que depois dos 2 anos a amamentação não tem mais benefícios para a criança. Qual a sua visão sobre a questão da amamentação prolongada?
A Organização Mundial de Saúde e o nosso Ministério da Saúde recomendam a amamentação exclusiva até os 6 meses e de forma continuada entre os 6 meses até os dois anos ou mais. O leite materno contém propriedades nutritivas e imunológicas em quantidade e qualidade ideal para cada faixa etária do bebê.
Costumo dizer que a mãe que amamenta após os dois anos de idade da criança é padrão ouro.

2-Algumas mães continuem amamentando o filho enquanto estão grávidas. Há algum risco para a gravidez?
As mães devem continuar amamentando ainda que estejam grávidas visto que amamentar não oferece risco para a gravidez.
Apenas para uma minoria de mulheres, com algum risco de parto prematuro ou tendência para aborto, informado pelo obstetra ou enfermeiro obstetra, a amamentação deve ser interrompida para o bebê maior.

2.1-Quando o bebê nascer ele vai receber o colostro e todos os seus nutrientes?
Sim, quando o novo bebê nascer ele vai receber o colostro e todos os nutrientes necessários.

2.2-É verdade que quando o bebê nasce o leite muda de sabor?
Na gestação, novos hormônios circulam no corpo da gestante, fazendo com que o leite mude um pouquinho de sabor, e muitas vezes, o bebê maior deixa de mamar espontaneamente no entanto, se o bebê quiser continuar amamentando, deve continuar.
Importante destacar que assim que o bebê nascer, as duas crianças podem ser amamentadas, mas sempre dê prioridade para o bebê mais novo pois ele necessitará mais dos nutrientes e da proteção oferecida pelo leite materno.



3- A maioria da empresas dão 4 meses de licença maternidade mas a recomendação da OMS é que o bebê seja alimentado exclusivamente até os 6 meses de vida com o leite materno. O que fazer nessa situação para continuar a amamentação?
É possível amamentar exclusivamente até os 6 meses de idade do bebê, mesmo retornando para o trabalho. Este ano o tema da Semana Mundial da Amamentação foi: “Amamentação e trabalho: para dar certo, o compromisso é de todos”.
A mãe precisa saber três grandes passos: como coletar seu próprio leite, como armazenar e como oferecer, lembrando que nunca deve oferecer mamadeiras para que ele continue amamentando por bastante tempo.

4-Existe controvérsia em relação ao tempo de armazenamento de leite materno no freezer. Quanto tempo podemos guardar o leite congelado sem perder os nutrientes?
O leite humano deve ser armazenado por até 15 dias no congelador/freezer.

5-Qual é a melhor forma de oferecer o leite materno para o bebê para que ele não faça confusão de bicos?
O bebê deve mamar sempre no peito da mãe. Caso a mãe precise se ausentar e ficar longe do bebê por algum tempo, o leite materno deve ser oferecido em copinho ou colher (e nunca em mamadeiras). É importante destacar que as mães devem buscar orientação de um (a) enfermeiro (a) ou outro profissional de saúde que saiba como oferecer o leite materno no copinho visto que existe uma técnica para isso.

6-O bico do seio rachou e está sangrando, o que fazer? Algumas mães tentam pomadas, tentam o próprio leite, tentam sol e nada disso resolve. Como proceder nesses casos?
Primeiro e mais importante fator para desenvolver a rachadura ou outros traumas mamilares: pega incorreta. Enquanto não for feita a correção da pega, nada ajudará na cicatrização. Após ajustar a pega e o posicionamento, a mãe deve passar o próprio leite ao fim de cada mamada pois este contém componentes com ação cicatrizante como também bactericida.

7-Como se preparar para amamentar? Existe algo específico que as mães possam fazer antes de terem o nenéns?
O melhor preparo para amamentar durante a gestação é participar de cursos e grupos de amamentação para gestantes bem como ouvir experiências positivas de outras mulheres que amamentaram. Não deve ser feito nenhum preparo na mama pois a própria natureza se encarrega disto.

8-Algumas mães tem receio de amamentar deitadas por poder causar problemas no bebê como otite. Isso é verdade ou é mito?
Mito. Para amamentar deitada é importante que a mãe esteja em decúbito laterial e o bebê também, um de frente para o outro.

9- O que fazer quando o leite empedrar? Um seio cheio de caroços duros e bebê não dá conta de mamar, o que fazer nesse caso?
A mãe deve fazer massagem em movimentos circulares na mama e colocar bebê para mamar. Se a mama estiver muito cheia, ela pode retirar um pouquinho de leite antes de amamentar para que a aréola fique macia e o bebê consiga abocanhar. Após amamentar, se a mama persistir cheia, a mãe deve continuar a massagem e realizar a expressão do leite para armazenar e/ou doar para bancos de leite humano.

10-Para mães que tem mais leite do que o filho precisa, elas podem amamentar algum filho de alguma amiga que esteja precisando?
Elas NUNCA devem amamentar outro bebê, nem como deixar o seu bebê ser amamentado por outra mãe, ainda que sejam irmãs, primas, melhores amigas. É proibida a amamentação cruzada pois, muitos microorganismos podem ser transmitidos pelo leite materno, inclusive o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Sendo assim, para essas mães que tem muita produção de leite (mais do que seu bebê precisa), aproveito para fazer o convite: Seja doadora de leite humano e salve vidas!!! Doe SOMENTE para Bancos de Leite Humano! Nos Bancos de Leite Humano, este leite é pasteurizado e existe todo um controle de qualidade em todas as etapas do processamento do leite humano para que este seja um alimento funcional e seguro para os recém nascidos de baixo peso, prematuros ou com alguma patologia crônica que estão internados em UTI’s.

Aproveito para deixar registrado o telefone do Banco de Leite Humano no IFF/FIOCRUZ, caso queira se tornar doadora, bem como sanar dúvidas sobre amamentação. 08000 26 88 77

 

maira domingues

 

 

Maíra Domingues é Enfermeira Pediátrica e Consultora em Amamentação
Ela atua no Banco de Leite Humano do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira/FIOCRUZ.

Contato:
Página no Facebook
E-mail: atendimento.enfmaira@gmail.com

 

 

 

 



 

 

 

Foto:
PopSugar

Dê a sua opinião: