20 Conselhos Para Pais de Meninas

20 Conselhos Para Pais de MeninasEu sempre quis ter um filho menino. Não sei exatamente por que, mas antes de ser pai, eu me via com um menino. Nasceu o Eric e alegrou a família toda. Quando engravidamos novamente, em 2015, eu pensava “seria legal ter uma menina agora”. Dito e feito, nasceu a Mia, uma menina linda e muito esperta. Mas até então, eu nunca havia pensado em quais eram as implicações de trazer ao mundo uma menina, já que nosso mundo ainda é, infelizmente, muito machista. Comecei a ler sobre o assunto, sobre como criar filhas meninas e como prepará-las para o mundo. Acabei me deparando com o blog Life to Her Years, de um pai chamado Michael, em que ele escreve pensando em sua filha. Em um de seus posts, ele dá 50 conselhos para pais com filhas meninas, de como fazer para dar a elas amor, carinho, sabedoria e energia para que sua filha se transforme numa mulher feliz. Resolvi selecionar os 20 conselhos que gostei mais e que vou tentar seguir ao longo dos meus muitos anos de paternidade pela frente. E compartilho esses conselhos dele aqui com vocês.



20 Conselhos Para Pais de Meninas:

  • Ame a mãe de sua filha. Trate-a com respeito, seja fiel e mostre a ela todo o carinho que você tem por ela, tanto em público quanto em casa. Dessa forma, é provável que sua filha cresça e busque um homem que a trate da mesma maneira que você trata a sua parceira.
  • Esteja presente para ela. Os momentos inesquecíveis da vida só acontecem quando você dedica tempo. Desenvolva um interesse verdadeiro pelas coisas que ela gosta. Ela precisa que você esteja envolvido em cada passo de sua vida e não que você apenas a observe de braços cruzados. Participe plenamente da vida da sua filha.
  • Aproveite cada momento com sua filha. A vida passa rápido demais. Antes que você perceba, sua filha não estará mais engatinhando e usando fraldas. Logo logo entra na escola, depois aprende a dirigir e quando você menos perceber, já está levando ela ao altar. Aproveite o tempo que você tem com ela agora!
  • Jogue bola com ela. Esqueça qualquer pre-concepção que você tenha sobre meninas serem frágeis ou aquela idéia absurda de “brincadeiras de meninos”, isso não existe. Mostre a ela como ela pode fazer qualquer coisa que os outros meninos e meninas fazem.
  • Dê banhos. É uma experiência maravilhosa dar banho em um bebê, seja menino ou menina. A idéia aqui é reforçar o laço afetivo e a sua participação na rotina da sua filha.
  • Dance com ela. Desde os primeiros meses de vida, segure-a no colo e dance, mesmo sem música. Quando ela for um pouquinho maior, dance com ela as músicas que ela gostar mais.
  • Diga a ela que ela é linda. Todos os dias. Um dia, as revistas, filmes e a indústria da moda vão tentar dizer a ela que ela não está nos “padrões de beleza”. Construa nela uma base sólida de auto-estima.
  • Diga a ela que ela pode fazer tudo o que ela quiser. Ao mesmo tempo que você deve dizer que ela é linda, você não quer criar uma Cinderela. Você deve criar uma mulher forte e segura de si. Encoraje-a a fazer tudo o que ela tiver vontade de fazer.
  • Ensine-a a trocar um pneu. Ensine-a a fazer tarefas que a sociedade diz que são “coisa de homem”. Quando o pneu furar, ela não deve ficar em pânico nem depender de um homem para resolver o problema.
  • Explique a ela que ela é tão inteligente e tão capaz quanto qualquer criança – menino ou menina. Certifique-se de que ela entenda isso plenamente.
  • Nunca deixe de passar um aniversário com ela. Daqui a 10 anos ela não vai se lembrar do presente que ganhou, mas vai se lembrar de que você estava ausente.
  • Abrace-a sempre. Uma das coisas mais confortantes da vida é o abraço e o carinho de um pai. Nunca se esqueça disso.
  • Não compre um monte de presentes de aniversário ou Natal. Em vez disso, dê a ela experiências. Leve-a para um passeio no parque e deixe o celular bem guardado. Experimente levá-la para pescar ou para um passeio de fim de tarde na beira da praia, ou para alguma atividade diferente. Observe como ela se encanta com cada nova experiência.
  • Aprenda a dizer “não”, por mais duro que possa parecer. Pode ser que ela fique muito chateada na hora, mas criar filhos não significa ser permissivo. Um dia ela vai te agradecer por você ter imposto limites.
  • Ensine-a a dirigir. Ela vai sempre se lembrar de quem a ensinou a dirigir um carro.
  • Entre os 3 e 6 anos de idade, as meninas ficam completamente apaixonadas pelo pai. Prepare o seu coração, um dia ela pode até pedir que você se case com ela. Por mais fofo que seja, explique para ela que não pode, mas que você a ama demais.
  • Diga para ela que ela sempre poderá voltar para casa, não importa o que aconteça.
  • Lembre-se que, assim como uma borboleta, um dia ela criará asas e voará. Aproveite ao máximo os anos que você a tem ao seu lado todos os dias.
  • Escreva uma carta à mão para ela em cada aniversário e guarde-as todas em uma caixinha. Quando ela sair de casa, ou quando se tornar mãe, entregue-as para ela.
  • Na dúvida, siga o seu coração.

Saiba como ser um bom modelo para os seus filhos.

 

Uma grande parte desses conselhos servem para meninos também! E você, gostaria que tivessem feito algumas dessas coisas com você quando era criança? Compartilhe essa lista com pais e futuros pais de meninas, avôs, amigos etc. Lembre-se de que a admiração que a sua filha sentir por você, um dia ela vai sentir por outro homem. Um pai não ajuda somente a crescer, ele nos ensina a viver.

Um abraço,
Papai Tagarela

Fonte: Life to Her Years

Deixe seu comentário!