6 Dicas de Como Salvar o Seu Casamento Depois dos Filhos

Essa é para você que está em crise depois de ter tido filho (ou filhos). Essa é para você cujo casamento está balançando. Porque isso acontece sim e pode acontecer com os casamentos mais firmes e fortes, com aqueles casais que se entendiam muito bem antes de nascer qualquer criança, aqueles casais que sempre concordavam com tudo e que pensavam parecido.

Quando eu falo de casamento eu me refiro a qualquer casal que more junto, pode ser casado ou não. Se o seu relacionamento não anda bem, acalme-se, hoje eu vou dar dicas de como salvar o seu relacionamento com o seu parceiro.



Primeiro Vou Falar Um Pouco da Minha História:

Eu e o meu marido estamos juntos há quase 15 anos. Sempre nos falaram que éramos o casal perfeito, o casal modelo e sempre fomos mesmo. É incrível como desde o início nos entendemos muito bem, apesar das nossas (pequenas diferenças). Mas depois do segundo filho a crise veio, bateu muito forte e conseguimos reverter.

Descobrimos que o nosso filho mais velho é autista e a nossa filha mais nova, que ainda é bebê, é high need, ou seja, os dois demandam uma atenção enorme e para piorar a nossa situação moramos longe do Brasil, sem ninguém por perto, ou seja, precisamos fazer tudo sozinhos. A única ajuda que temos é de uma pessoa que vem limpar aqui em casa 1X por semana (e fica só 4 horas).

Mas como eu disse, juntos nós conseguimos reverter a situação, porque ainda nos amamos apesar do cansaço, apesar dos problemas e hoje vou dar para vocês, dicas que eu usei aqui em casa, a maioria delas foi a minha terapeuta que me deu (oi Vera).

Dicas de como salvar o seu casamento:

1-Faça um elogio por dia: Quando foi o último dia que você elogiou o seu parceiro? Com essa vida corrida, mil coisas para resolver, morrendo de sono porque não consegue dormir por causa das crianças, você passa o dia inteiro cansada (o) e acaba só reclamando das coisas erradas, dos defeitos do outro. Quando foi o último dia que você elogiou o seu parceiro (a), você consegue se lembrar? Pois é! Aposto que não… Todos os dias faça um elogio. Pode ser o mesmo elogio. Escolha algo que você acha bonito ou admira e elogie. Eu por exemplo falo que a barba (que é novidade) ficou linda nele. Falo o quanto ele está cheiroso etc. Ele começou a me elogiar de volta todos os dias também. Mas esse esforço de lembrar de falar algo leval deve partir dos dois lados.

2-Beije na boca: Vocês acordam e já vão logo levantar correndo para arrumar as crianças para irem para escola. Chegam em casa e já é correria de dar jantar, arrumar as coisas, colocar as crianças no banho, colocar para dormir. A correria e o cansaço do dia a dia de novo são os vilões que acabam fazendo vocês esquecerem do óbvio, do básico que é beijar na boca. Não estou falando daqueles beijos de cinema pega a mocinha nos braços e dá-lhe um beijo demorado. Estou me referindo a estalinhos mesmo, aqueles bem rápidos que duram UM SEGUNDO. Acordou? Beijinho na boca. Se reencontraram de noite? Mais beijinho na boca. Estão indo dormir? Mais beijinho na boca. Mas atenção!!! Tem que ser na boca mesmo, não vale no rosto.

3-Não coloque ele para dormir no sofá ou em outra cama: Vocês brigam e você já manda ele sair do quarto. Quando você faz isso, inconscientemente está querendo dizer que o relacionamento acabou. Não que estão com problema ou em crise, mas que acabou de vez. Então mesmo morrendo de raiva dele, mesmo não querendo dormir junto, não durma em cômodos separados.

4-Saiam só vocês dois juntos: Eu entendo que não dá vontade de sair sem seu bebê, mas chega um momento que é preciso ter um tempo só para vocês, sem filhos por perto. No início, quando o bebê é muito pequeno é mesmo difícil deixar a criança com alguém e sair, mas se a criança já tem por volta de 1 ano, já come outras comidas, você pode deixar com alguma avó ou babá para ir ao cinema, show, teatro, jantar fora. Qualquer coisa! Tente fazer algum programa juntos a cada 15 dias, coloque como objetivo. Mesmo que seja para falar dos filhos a noite inteira.

5-Conte até 10 antes de perder a paciência: Parece óbvio, mas é preciso pensar e contar até 10 antes de perder a paciência. Se está muito cansada (o) ou com sono, tente não conversar sobre assuntos importantes nesse dia. Quando você achar que está nervosa ou que vai perder a paciência, saia de perto, respire fundo e conte até 10.

6-Respeito acima de tudo: Respeito é a base de um relacionamento. O jeito de tratar o seu parceiro, como você fala com ele e até mesmo o que você pensa dele. Reveja se essa área do relacionamento está ok ou se você precisa mudar alguma coisa nesse sentido. Sem respeito nenhum tipo de relacionamento vai existir.



É claro que essas dicas só servem se o casamento / relacionamento estiver em crise e você tiver vontade de salvar. Caso você esteja em um relacionamento abusivo, se o seu parceiro vive te traindo, se ele não te valoriza aí não vale o esforço.

Caso o relacionamento esteja em crise porque ele não chega junto nas divisões de tarefa em casa, vale a pena conversar com cuidado para ele entender que é preciso dividir os cuidados com a casa e com as crianças. Os nossos homens nasceram e cresceram em uma sociedade em que esse era o papel das mulheres e não é aos gritos que vamos mudar isso e sim com muita conversa e paciência. Talvez mesmo até mesmo uma medida radical de largar o bebê por um dia com o pai e sumir (vai relaxar, passear com as amigas, vai no salão), pois algumas vezes só tendo que dar conta sozinho do bebê e da casa que o homem vai entender o que acontece na vida da mulher.

Por fim, faça o seu julgamento se vale a pena salvar o seu casamento, então segue as dicas que o resultado vai ser muito bom. Só não esqueça que as dicas devem ser seguidas pelos dois

Espero conseguir ajudar.
Beijos, Thata.

4 comentários

  1. Cris comentou

    Nossa! Amei essas dicas, irei aplicar em meu casamento com toda certeza!! Obrigado

  2. Todas as dicas que você citou acima, fazem toda diferença para ter um casamento de sucesso. Paciência, elogios, ter tempo para os dois mesmo é tudo! Parabéns pelo conteúdo!!

  3. Line comentou

    O engraçado é que essas 6 dicas era tudo oq eu fazia antes de entrar em crise… Só cansei….

    1. Thaís Cardoso respondeu Line

      Antes de seguir as dicas é precisa saber se há amor e respeito dos dois lados. Se não houver não vale a pena nem tentar. Antes só e feliz do que infeliz com alguém que não nos faz bem.

Deixe seu comentário!