Aborto Espontâneo – Carta Para Uma Mãe Que Perdeu o Seu Bebê

Aborto Espontaneo Carta Para Uma Mae Que Perdeu o Seu Bebe mamae tagarelaAborto Espontâneo – Carta Para Uma Mãe Que Perdeu o Seu Bebê:

Eu entendo que você, nesse momento queira ficar sozinha, se esconder de todo mundo, mesmo daqueles que não sabem o que aconteceu. Eu entendo mas estou aqui do seu lado, quero te abraçar, quero te dar a mão, quero chorar contigo, quero ser o seu ombro amigo.

Não foi culpa sua tudo isso que aconteceu. Ia mesmo acontecer não importa o que você fizesse ou deixasse de fazer, era a vontade de Deus. Não se esqueça que Ele escreve certo por linhas tortas e nem sempre temos a capacidade de compreender o que Ele está planejando para as nossas vidas, então tente acalmar o seu coração e confie Nele. O seu anjinho agora está com Ele e vai ficar bem. O seu bebê sabe o quanto foi amado pelo tempo que esteve contigo e ele ainda sente o seu amor, mesmo não estando mais ao seu lado.



Eu entendo como você se sente, eu já estive no seu lugar, mas não chore aí sozinha estou aqui para te confortar. Encoste a cabeça no meu ombro, não precisa falar nada, só sinta o conforto do meu abraço. Eu sou sua amiga, pode desabafar comigo. Eu gostaria muito que você soubesse que você não precisa fugir de mim, pode confiar. Não vou falar nada que possa te magoar, pelo menos eu vou tentar.

Eu entendo a dor de ter que sair daquele hospital sem o seu bebê nos braços enquanto todas as mulheres à sua volta estão felizes porque acabaram de ser mães. Eu entendo que você esteja querendo achar um motivo para compreender porque isso aconteceu. Eu entendo que você esteja se culpando ou talvez culpando o seu companheiro, mas saiba que isso não é culpa de ninguém, não é culpa de vocês. Não é hora de brigarem, não é hora de ficarem apontando o dedo na cara do outro, é hora de se unirem, vocês precisam um do outro para passar por esse momento de dor e luto juntos.

Não culpe o seu companheiro por não estar sofrendo tanto quanto você. Pais se tornam pais, geralmente, no momento em que o bebê nasce. Mães se tornam mães no momento que descobrem que estão grávidas. Os pais não sentem o bebê chutar, não sentem fome de leão, não enjoam, não passam pelo que nós passamos durante a gravidez, então, para nós é muito mais fácil fazer essa ligação com o bebê até mesmo antes dele nascer. Para os pais é mais difícil. Então não fique chateada se ele não estiver sofrendo tanto quanto você e saiba que isso não significa que ele não esteja sofrendo. Nós mulheres também temos muito mais facilidade de exteriorizar a dor.

Eu sei que tudo o que você já ouviu até agora machucou, doeu, mas entenda que não era a intenção das pessoas, elas não sabem com lidar com a situação, não sabem o que falar nesse momento tão delicado.

É verdade que nenhum filho vai substituir esse anjinho que acabou de ir para o céu. Eu entendo que dói ouvir “você vai ter outro” quando o que você quer é esse filho que nem chegou a nascer. Mas saiba que essa dor vai acalmar. Sim, é verdade que você sempre vai lembrar dele e que isso pode voltar a doer, mas essa dor vai acalmar e você vai aprender a ser feliz de novo.

“Por quê comigo?” você deve ter se perguntado, assim como eu me perguntei. Infelizmente isso acontece e não acontece só conosco. Eu acho injusto que isso aconteça com 1/3 das mulheres. Mas saber que não foi só comigo me fez sentir mais acolhida e menos preterida.

Para finalizar essa carta, gostaria de te dar um abraço, mesmo que esse abraço seja virtual. Gostaria que você soubesse que eu sinto muito mesmo por tudo isso que você está passando e pela dor que você está sentindo dentro do peito.

Eu entendo que dói falar dessas coisas, mas quando você estiver preparada e precisar desabafar, conte comigo. Me escreva um e-mail, coloque para fora tudo o que você sente. Colocando para fora, seja em forma de lágrimas ou de palavras, vai fazer você se sentir mais leve com o tempo. Chore mas me deixe enxugar as suas lágrimas. Pega na minha mão, mas não fique sozinha.

Beijos e um abraço apertado e acolhedor,
Thata

Aproveite para ver o meu vídeo, onde eu conto a minha experiência com o meu aborto espontâneo e como eu fiz para superar as dores de perder um bebê:

149 comentários

  1. Soraya Lares Longui comentou

    simplesmente, Lindo!!!!!

    1. Ana maria silva respondeu Soraya Lares Longui

      Meu anjinho partiu estava cm 7 semanas estava tão bem derrepente tive muito sangramento e dores. Fiz exame e infelizmente o pior havia acontecido. É muito sofrido qd cai a ficha q tu não tem mais aquela pessoinha ali dentro de ti. Mas tenho muita fé e qd me desespero me apego mais e mais a Deus pois ele sabe o q faz e eu não sei o q digo. Q Deus nos abençoe.

      1. Stela respondeu Ana maria silva

        Aconteceu o mesmo comigo, a quase duas semanas é horrivel, mas sabemos que eles estao com Deus agora

      2. Isabela prisley respondeu Ana maria silva

        Aconteceu comigo hj estava com 7 semanas e um dor insuportável eu tento não acreditar e quando me pego pensando me dá aquele aperto no peito e a vontade de chora corre fuji de tudo isso,ele era o que eu mais queria e fiz planos tava olhando o quartinho dele só Deus pra dá forças pra seguir em frente

      3. Lilian respondeu Ana maria silva

        Eu estava com 6 semanas e 7 dias, quando descobri foi algo tão lindo. Nunca vou esquecer. “Vou ser mamãe” Na terça foi quando descobri, na quarta eu caí, fui para o médico pq eu estava sangrando, fiz uma transvaginal na quinta, descobri que o batimento cardíaco estava ausente, daí foi só desispero, na hora do exame a médica descobriu um cisto hemorrágico no meu ovário esquerdo, precisei de cirurgia de emergência. Fiz a cirurgia na sexta, estou me recuperando graças a Deus, Domingo fez 1 mês. Mais dói em saber que eu tinha uma vida que tava sendo gerada dentro de mim é agora não tem mais, dói quando as pessoas chegam e falam “faz outro” ninguém entende que se eu quisesse outro eu não teria feito aquele, dói e dói muito, só Deus mesmo pra dar conforto, prefiro guardar esse desispero sozinha, desabar sozinha tem hora, pra não escutar: Deixa de besteira, tava tão pequeno, nem barriga direito vc tinha. Nossa como isso me mata, planejei tantas coisas e de repente tudo muda… 😭😭

      4. Tatiane respondeu Ana maria silva

        Eu tive um aborto faz 3 dias estava d 11+5 e realmente é muito doloroso eu peguei o meu bbzinho nas mãos e olhei aquela pessoinha tão pequenininho e frágil ali sem vida alguma isso me dói me corrói por dentro é uma dor sem limites, as vezes me pergunto pq ? Pq ? Pq comigo,pq assim,pq meu Deus aí qnd estou mais calma agradeço a Deus por mais q seja doido agradeço pois se Deus fez o q deveria ser feito e não o q eu queria q fosse então tenho q aceitar e entender por mais q dia…

      5. Tamiris respondeu Ana maria silva

        Comigo aconteceu o mesmo,eu estava me sentindo bem mas de repente comecei a sentir fortes dores e um pequeno sangramento.Eu estava de 6 semanas 😔😔😔,Depois desse aborto espontâneo fico com medo de uma nova gravidez e acontecer o mesmo
        Mas Deus conhece todas as coisas

    2. ingrid respondeu Soraya Lares Longui

      Esse texto falou tudo o que eu não tinha forças para falar! Parabéns pelo texto enriquecedor! Lindo lindo e lindo

    3. Ana Paula Gonçalves respondeu Soraya Lares Longui

      Descobri que estava grávida de gêmeos com 6 semanas e após 15 dias repetimos o ultrassom após começar um sangramento e veio a pior notícia da minha vida, havia perdido os dois.
      A dor é demais mais eu preciso seguir em frente, tenho um filho lindo de 4 anos, minha riqueza e minha força.
      Amarei sempre meu filhos que não pude carregar no colo e nem sentir o cheiro e sem que que iremos nos encontrar.
      Fiquem com Deus.

      1. ELISABETH respondeu Ana Paula Gonçalves

        Oi Ana Paula Gonçalves,

        Sei o quanto dói o aborto espontâneo, o grande vazio que corrói, passei por dois , então compreendo o quanto é difícil de superar.
        Mas continue nessa sua força, lutando para seguir em frente,e busque a cada dia forças em Deus acreditando que há esperança para você.
        ‘Os que semeiam com lágrimas , segarão com cânticos de alegria. Aquele que leva a preciosa semente andando e chorando , voltará com cânticos de alegria trazendo consigo os seus molhos’. Salmos 126.5-6

    4. Miss lany respondeu Soraya Lares Longui

      Que lindo 😭 Perdi minha pequena Sophia quando estava com 23 semanas … 24 de abril de 2012 pior dia da minha vida …. hj ela estaria com quase 5 aninhos … tenho duas princesas agora uma de 3 minha Milly e uma de 1 minha Belly , mais como vc disse em sua carta , vai chegando essa data o coração começa a apertar e ainda dói .

      MissLany

    5. sirlene respondeu Soraya Lares Longui

      Eu estou passando por isso e você descreveu tudo o que estou sentindo. A dor é imensa e parece que estou sozinha, pois ninguém me compreende, afinal ele nem mesmo era alguém. Mas para mim é a pessoa mais especial e amada que tive. E ficou tão pouco tempo!! Fiz tudo o que pude para que ele ficasse e não sei porque ele foi tirado de mim!! Meu coração está em pedaços e nem sei se quero junta- los.

    6. Fabiana respondeu Soraya Lares Longui

      O meu bebê partiu com quase 13 semanas, foi a perda esperada por mim.Sangrava a 15 dias sem recursos e forças emocional, desgastada fisicamente e emocional sem apoio da minha família, longe enfim isso aconteceu dias abras do carnaval deste ano, sofro por não poder falar com ninguém pq incomoda, machuca os outros q não estiveram do meu lado ouvir. Enfim ainda choro toda noite minha tem dois netos lindos feliz .

    7. Mi respondeu Soraya Lares Longui

      Eu estava com 7 semanas, tentando a um ano engravidar, quando fechou um ano engravidei, estava muito feliz, meu esposo também e minha filha de 10 anos também. Era um sonho este bebê tão esperado. Mas, comecei a ter sangramento, fiz eco e o médico disse que o bebê não estava em desenvolvimento, me deu uma semana para repetirmos a eco, na sexta feira, mas na semana toda tive sangramento que SÓ aumentou e na quinta feira, ele veio. Sinto tanto por isso, também não sei o porque, mas Deus sabe, tenho medo de tentar de novo e acontecer e novo. Ainda sofro com isso.hoje fez três semanas que ele se foi.

  2. Mamãe de um Anjo comentou

    Lindas palavras, meu bebê ganhou asinhas no dia 17/06,dói demais…
    Perdi meu chão, perdi minha razão de viver, tento ser forte mas parece que a cada dia que passa fica mais difícil, eu estava de 35 semanas de gestação e seu coração parou de bater, ainda não tenho resposta do porque ocorreu isso, meu médico me liberou pra engravidar em janeiro, as vezes penso que não quero por medo de passar por isso novamente, realmente é uma dor que nunca vai passar, nada nem ninguém substituirá meu pequeno.

    1. Thata Tagarela respondeu Mamãe de um Anjo

      Mamãe de anjo, desculpe a demora em responder. Tem momentos que eu fico sem palavras, sem saber o que falar, com medo de magoar assim como um dia me magoaram. Eu só queria poder te dar colo, um abraço, aconchego e deixar você chorar (mas estar ali para enxugar as suas lágrimas). Porque as vezes não precisamos que os outros nos falem alguma coisa, as vezes só precisamos de um ombro amigo, alguém para segurar a nossa mão ou de alguém para chorar junto conosco. Não vou te prometer que essa dor vai passar. Ela não vai. Mas ela vai diminuir com o tempo. Só o tempo cura. Não deixe de ir atrás do seu sonho de ter um bebê nos seus braços. Eu sei que um não substitui o outro, mas se você quer se mãe não desista. Ser mãe é bem difícil mas ao mesmo tempo é maravilhoso. Se você achar que em janeiro ainda não está psicologicamente preparada para isso, se dê um tempo maior, mas não desista. Nenhuma gravidez é igual à outra, confie nisso. Se precisar conversar pode me escrever, estarei aqui para te ouvir o quanto você precisar. Beijos. Thata

    2. ELISABETH respondeu Mamãe de um Anjo

      Oi Mamãe de um anjo,compreendo e respeito a sua dor, ja enfrentei dois abortos espontâneos seguidos com curetagem, sofri muito a ponto de perder o chão Deus me levantou das cinzas e hoje pela graça do Pai Celestial – engravidei e em 01/2016 meu filho nasceu, eu escrevi um livro encorajando mulheres que passaram pela mesma dor que eu de entregá-la a Deus e voltar a crer no milagre, vou deixar meu email e peço que entre em contato comigo.
      elisabeth.kika@hotmail.com

      1. Keila Ferreira respondeu ELISABETH

        Olá! Estava grávida de 25 semanas perdi meu bebê… No dia 8 de fevereiro de 2018 estou sentindo uma dor profunda… Que benção vc conseguiu em ter seu filho.. que Deus te abençoe…

    3. ARIANE respondeu Mamãe de um Anjo

      também pedir duas filhas dia 14-05-2016 me doí muito não saber o porque?? talvez se soubéssemos teríamos menos medo na próxima gravidez ,mais sabe o que me anima de tentar de novo ? eu tenho medo claro normal, mais agora eu sempre penso que elas são agora meus anjinhos protetores e eu sei que nada de ruim mais vai acontecer e se DEUS me livre acontecer de novo eu nunca vou desistir de tentar quero sim pode ouvir o choro do meu filho pega no colo e colocar pra durmir e nunca desisti de um sonho não vai ser agora que vou parar e voce também não deve parar…

  3. Natália Souza comentou

    Suas palavras me acalentaram, pois o que vc diz no texto e exatamente o que estou sentindo… Me chamo Natália Souza estava gravida de 2 meses e infelizmente minha gravidez foi interrompida. Tive um sangramento e qdo fiz a ultrassom o neném já nao tinha batimentos cardíacos… E muito triste… No dia 02/09 passei pela curetagem onde que para minha tristeza foi junto com outras mamães que acabaram de ganhar seus nenéns. Eu queria entender o propósito de Deus para tanto sofrimento… Tb me senti acalentata ao ver que isso nao aconteceu somente comigo. Mas porque temos que passar por isso? Estou indo trabalhar empurrada, sinto que minha vida nao faz mais sentido…

    1. Thata Tagarela respondeu Natália Souza

      Sinto muito por todo esse sofrimento Natália 🙁 Dói mesmo mas um dia essa dor vai acalmar e a vida vai voltar a ter sentido. Comigo demorou um pouco. Tudo o que aconteceu comigo deixou marcas, não esqueço jamais, mas acredite que você vai voltar a ser feliz.

      1. ELISABETH respondeu Thata Tagarela

        Natália, sei como você está sofrendo, é um vazio tão grande que sentimos que só Deus para preenchê-lo, eu sofri dois abortos espontâneos em 2013 e 2014 em 2015 engravidei e pela graça de Deus meu bebê nasceu em 01/2016 eu escrevi um livro encorajando mulheres a ter esperança e crer em Deus acima de sua dor meu email é(elisabeth.kika@hotmail.com) Elisabeth

  4. Fernanda comentou

    Queridas, meu bebe estava com 35 semanas e cinco dias, e na quarta passada seu coração parou de bater. O meu João Pedro tinha quase três quilos e era lindo. Não cheguei a tê-lo em meus braços, meu marido sim. Ter a experiência do parto (cesaria), mas não ouvir seu choro foi a coisa mais dolorosa que vivi até hoje. Sair da maternidade com Rosas nas mãos, mas sem meu bebe nos braços não parecia real. E tudo muito recente, E eu e meu esposo sabemos que o tempo será nosso aliado… Mas a dor é impressionante… Tenho conversado com Deus sobre o que aconteceu, crendo que Ele vê o que eu não vejo e que sem dúvida está no controle. Mas doi. Muito.

  5. dandan comentou

    Tbm perdi meu bb a 4 dias. Estava de 7 semanas. Meu mundo desabou.. eu fiz tudo para evitar o aborto espontâneo, mas de nada adiantou. Os meus outros 2 filhos estavam tao felizes com a chegada de outro bb em casa.. meu marido tbm está muito triste. Eu choro toda hr.. msm sabendo que foi a vontade de Deus , que ele está ao lado do pai no seu papel de anjinho. Eu sinto ele ao meu lado. Saudades eternas pois o meu amor por ele ja comecou no momento que veio o positivo. Que deus nos abençoe. Esta página e os depoimentos de vcs irao m fortalecer. Fiquem com Deus.

  6. Rafaella comentou

    Olá Pessoal tenho 20 anos também passei pela mesma coisa fui fazer ultra som pra ver o sexto do meu filho, e lá tive a pior noticia do mundo o coração tinha parado , tomei um choque ate hoje vejo uma gravida minha lagrimas escorrem, tenho uma amiga que esta gravida do mesmo tempo que o meu , ela ira dar a luz no mesmo dia que estava marcado o meu parto, não consigo nem ver ela , gente perde um bebe e muito triste, fazer a curetagem em uma maternidade e a pior sensação do mundo fiz dia 17.09.2015 ainda não posso engravidar, mas meu sonho de ter um filho em Meus braços ainda vai ser realizado com Fé em Deus

    1. Bruniele respondeu Rafaella

      Olá pessoal, eu também tenho 20 anos, eu estava gravida de 9 semanas e 3 dias, meu bebê já estava começando a se formar, então eu comecei a sangrar sentir, fui a maternidade a médica só me pediu o ultrassom, e me liberou, não disse que era urgência, então esperei uns 3 dias para o nosso pagamento pra mim fazer então o ultrassom. mas era num sábado e, não tinha ultrassonografia aberto, fui a maternidade de novo, e outro medico me disso que eu estava com ameaça de aborto, e que era urgente, o ultrassom, então eu apavorei, e só ia conseguir fazer na segunda.. mas meu corpo não aguentou esperar, no domingo de manha acordei com muita dor, e sangramento, quando foi atarde eu perdi meu bebê.. fui horrível, tanto a dor física quanto a dor piscicologica.. então eu senti um vazio, tive que fazer o ultrassom na segunda do mesmo jeito, e eu na esperança de escutar o coração, lá não tinha nada… nossa meu mundo acabou alii..

      ..

  7. Je comentou

    Esses dias tem sido muito difíceis pra mim..estava gravida de gêmeos..e com 14 semanas..no domingo passado (10/01/2015)descobri que os seus corações haviam parado e não se mexiam..entrei em desespero!! Não entendia o porque..estavam tão bem na ultima ultrassom..fiquei sem chão..passei por um doloroso parto normal induzido depois de dias esperando as dores virem e fiz curetagem..e ao ver eles tão perfeitinhos não entendo o que houve..Choro a todo momento..espero que o senhor acalme a minha dor!

  8. Sabryna comentou

    Eu estava gravida de 8 semanas e tive um sangramento abundante fui muito bem assistida pelo meu obstetra mas nao foi possível, a maior tristeza pra mim foi ver meu bb escorregar pelas minhas maos na hora de ir ao banheiro. Estou sem chão traumatizada e com muito medo de tentar novamente. Não consigo entender tive minha primeira filha de uma forma muito saudável sem nenhum problema na gestação. Estou despedaçada sem forças.

    1. eliane respondeu Sabryna

      Eu tbm estou sem entender,tenho um filho de 6 anos,e não tive nenhum problema e perder meu bebê c 12 semanas está sendo muito difícil…
      nunca irei me esquecer desse dia 25/07/16

    2. ELISABETH respondeu Sabryna

      Sabryna , Deus é a sua força, eu tive dois abortos espontãneos o segundo o feto escorregou pelas minhas pernas, eu sei a tua dor, sofri da mesma forma em DEUS eu encontrei abrigo, eu conto isso em meu livro ‘Uma vida de milagres’ entre em contato comigo…elisabeth.kika@hotmail.com

  9. hosana comentou

    Oi eu tenho 40 anos 17 de casada foi minha primeira gestão no pré natal descobrir que meu bb que tinha 12 semanas estva sem vida chorei e ainda choro isso acontece 11/02/16 tudo muito recente

  10. Isabel comentou

    Estava de 8 semanas e no primeiro dia de 2016 perdi meus bebês, eram gêmeos e minha primeira gestação. Sinto uma tristeza muito grande e uma dor no peito que chega a sufocar…Culpa, revolta, tristeza, sentimento de solidão, medo…uma confusão de sentimentos. Só peço a Deus que me dê força e sabedoria para lidar com isto e seguir em frente.

  11. Lília kelle comentou

    Hoje faz uma semana que minha vida virou de pernas pro ar. Estava grávida de 20 semanas e descobri que estava com pré eclampsia grave que evoluiu para síndrome de hellp. Minha vida estava em risco meu bebê estava bem. Mas por ironia do destino não pude levar adiante minha gestação e meu sonho de ser mãe. Foi tudo muito rápido,não tive tempo de aceitar o ocorrido. Só esperava que ia acabar bem e que tudo não passava de um grande susto. Mas não,o pesadelo só estava começando… Na quarta feira 17/ 02 tive a pior notícia da minha vida. Minha gravidez tinha que ser interrompida. No mesmo dia colocaram um aparelho no meu colo uterino para que pudesse dilatar para fazer o parto por via natural pois a situação era grave e não podia ser anestesiada. No dia 18/02 pela manhã tive que tomar remédios para dá início o pior martírio da minha vida… ver meu filho ser arrancado de mim como um sopro no vento. Foi um dia longo de muitas dores,um trabalho de parto de 14 horas,mas o que me doía mais não era à dor do parto e sim a dor na minha alma,no meu coração. Quando pensava que estava ali me esforçando o máximo que eu podia pra acabar logo com aquele sofrimento e que mesmo depois de tanto me esforçar pra acabar com aquele trabalho de parto sem fim eu não ia te-lo em meus braços,não ia ouvir o seu chorinho e nem ter a chance de amamenta-lo meu coração doía tanto. Me sinto culpada por não ter feito nada,ou simplesmente ter arriscado e esperado mais 4 semanas. Não dei chance ao meu filho. E isso dói ,dói muito. Os médicos dizem que não dava para esperar mas talvez se eu não tivesse sido egoísta de mais eu poderia ter esperado. Sinto-me vazia,não tenho forças e não sei como vou sair desse hospital sem levar no meus braços o meu filhote tão desejado e amado por mim e pelo meu marido. Não sei como começar de novo.
    Nunca imaginei que fosse passar um coisa assim na vida e muito menos que doía tanto.😢💔

    1. Isabel respondeu Lília kelle

      Lília querida… Não se culpe… Nada disso foi culpa sua. Você não foi egoista. Tenha fé, seja forte. Logo esse sofrimento irá amenizar e você voltará a sorrir. Fique com Deus. 😘

    2. Brenda respondeu Lília kelle

      Oi meu nome é Brenda sou mae de duas meninas i em dezembro do ano passado eu descobri q estava gravida,ja estava indo para o terceiro mes fiquei muito feliz pois queria muito um menino.
      No dia quatro de fevereiro eu fiz a primeira ultrassom eu ja tava de quatro meses n deu pra ve o sexo mais deu para ve perfeitamente as maozinhas e perninhas fiquei ainda mais feliz ja tinha escolhido os nomes so q no dia 14 eu comecei a te sangramento assim q eu cheguei no hospital me internarao a médica olho pra mim e disse q eu poderia perde no hospital ou em casa quando foi no dia 16 me deu alta e passo remédio e mando eu fika de repouso,desse dia em diante minha vida era no hospital até q dia 7 de março eu comecei a senti muita dor fui dinovo no hospital pela manha so q me mandaram divolta para casa quando foi umas dez ,onze da noite eu comecei a senti contração quando cheguei no hospital ja tava perdendo foi a pior noite da minha vida ve a enfermeira pega meu bebe i coloca dentro di um saco transparente.Pra ajuda ainda mais ela falo q era um menino,o menino q eu tanto queria eu tinha acabado de perde.Hj tem quase dez meses q eu o perdi mais todo dia eu lembro eu choro por n te ele aqui, é uma dor inesplicavel ainda n entendo o pq isso aconteceu, só queria pode ter meu filho devolta.

      1. ELISABETH respondeu Brenda

        Oi Brenda, sei perfeitamente como está se sentindo, já sofri dois abortos espontâneos com curetagem, fiz muitos planos e me senti frustrada sem chão, a perda é uma dor insuportável e angustiante, mas confie em Deus , pois há esperança nEle para sua vida.
        Chore quantas vezes sentir vontade, por que isso trará refrigério ao seu coração, e com o tempo essa dor passará, tenha fé.
        Eu passei por esse momento também, pensei que não iria superar nunca , a dor a cada dia me consumia mais, mas a entreguei nas mãos de Deus e confiei, depois de um tempo engravidei novamente e hoje meu bebê tem dez meses, após isso escrevi um livro encorajando outras mulheres a não desistirem de sonhar.
        Se puder entre em contato comigo 11 96985 0716 zap// elisabeth.kika@hotmail.com
        Beijos

  12. Milla comentou

    Também perdi meu bebê ontem com 1 mês e fiquei chocada quando deparei que meu anjinho tava partido em pedacinhos e mim sinto culpada por não ter feito nada pelo meu bebê e também eu não tava sabendo que estava grávida , fui descobri segunda feira e só fui pro hospital ontem correndo sentindo dores fortes e sangrando um pouco , mas peço a Deus pra me confortar e sei que ele está cuidando do meu anjinho lá no céu .. Obg pelos conselhos meninas me ajuda muito por mais que eu lembro o que eu passei ontem e o quanto eu choro por ter acontecido isso

    1. aline respondeu Milla

      Comigo aconteceu o msm . Perdi cm um mês. Fui para o hospital cm mto dir

  13. clarissa de azevedo ferreira comentou

    Tambem perdi meu bebe, com 22 semanas tive contrações fortissimas , fui ao hospital chegando la me internaram logo estava com 4 de dilatção , 4 dias de repouso absoluto no hospital , segunda dia 15/02/2016 entrei em trabalho de parto , 12hs em trabalho de parto.. emfim 20:05 meu bebe nasceu vivo respirando chorou , mas foi direto pra uti neo . ficou na uti 4 dias depois veio a falecer.. 🙁
    me pergunto porque.. mas So Deus que tem a resposta pra isso tudo que passei .. estou triste sentinda , mas o que me conforta e que Deus tem o melhor pra mim , tudo que ele faz tem um proposito…
    queria muito meu filho comigo.. mas Deus não quis …
    Amei o seu texto lindo ! Parabens

  14. Preta comentou

    Que texto lindo!!!! Dia 03/03/2016 estava com 20 semana minha bolsa estourou nasceu meu Jean Jr 386 gramas negro lindo perfeito mas não resistiu pois aqui não tem neo natal … Minha primeira gestação sofro muito…. Tive bolsa rota meu bebê estava pesado e não suportei o peso mas Deus é maior

  15. greice kelly comentou

    Deus nos permite conhecer um pouco da historia de vcs para nos confortarmos umas nas outras,dia 29/03 fui fazer o ultrassom obstetrico para ver como estava o desenvolvimento do meu bebe,estava com 9 semanas de gestação e ja estava tudo formadinho,minha alegria de ver seu corpinho ja todo formadinho me fazia sorrir de emoção,até que por um segundo aquele sorriso se desfez quando o medico disse que nao havia batimentos cardíacos e que meu bebe estava morto ja aproximadamente uns dois a tres dias…senti-me como se o chao abrisse debaixo dos meus pés,peguei o papel com o laudo da gravidez interrompida e sai dali sem saber como daria a noticia a meu esposo que tanto queria esse filho,chegando em casa nao precisei dizer uma so palavra ele ja sentiu ao me ver chegar,me abraçou e ficamos horas nos questionando o porque que havia acontecido isso….Enfim não encontramos respostas,hj aq sozinha em minha casa com o coraçao em pedaços resolvo pesquisar sobe o assunto e me deparo com a historias de voces,so tenho uma coisa a dizer vou inclui-las em minhas oracoes pois Deus está conosco(somos mães de ANJOS)…”Conceidei-nos,Senhor,a serenidade necessaria para aceitar as coisas que não podemos mudar,coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para destinguirmos umas das outras!”

  16. Maria Glória comentou

    Mamãe de Anjo. Meu anjinho ganho asa no dia 19/03/2016 ainda está muito resesnte sinto que meu mundo desabou n tenho força pra nada nei vontade de viver, eu estava com 37 semanas e na hora do parto o coração do meu anjinho parou de bate.

  17. Dayanne Ramos comentou

    Mamãe de um Anjo. Aqui de coração partido também comento esse post, meu grande amor também se foi. Perdi meu bebe com 7 semanas. Bb esperado por mais de 5 anos. Eu e meu esposo tentamos um bb desde o final de 2010, e nunca engravidei. Então esse ano decidimos fazer uma Fertilização in vitro, pois como o especialista nos disse, devido a problemas nas trompas, engravidaríamos de forma natural na mesma proporção que ganhássemos na loteria, pois para não zerar nossas chances, tínhamos 2% de conseguir naturalmente e se ocorresse, a probabilidade de ser uma gestação tubária seria muito grande. Marcamos entao o início do tratamento para o proximo ciclo (4/2016), ciclo esse que nao veio e então vimos que ganhamos na loteria depois de 5 anos esperando esse positivo que veio em todos os testes realizados, recebendo um milagre. Com 5 semanas US com sado gestacional dentro do utero e então, mais um milagre, porem tive um sangramento inciando a 6 semana, e quando completei a 7ª, dia 6/4/16, descobrimos que nosso milagre só veio pra nos fazer crer que Deus pode nos dar de forma natural, dentro de onde deveria estar, mas no Seu tempo. Estou no termino do processo de aborto, e estou tendo um aborto completo, sem curetagem. Sofri demais porque fora a dor física por todos esses dias, a cada “pedaço” que caia no vaso sanitário, era um pedaço do meu coração…Hoje estou aqui, com o que restou do meu S2, mas sabendo que sou a mae de um anjo, muito esperado e muito especial, especial de um jeito, que o Ceu o quis de volta.

    1. Isabel respondeu Dayanne Ramos

      Querida, estou chorando junto com você. Sei como se sente. De desejo força. Fique com Deus! Beijo.

      1. Dayanne Ramos respondeu Isabel

        Amem….Deus tem nos ajudado até aqui Isabel..e continuará no mantendo de pé. Minha prima no inicio do ano passado, perdeu tambem uma gestação gemelar, com 10 semanas, e seus anjinhos logo voltaram a nos cuidar de la de cima. Ela fez curetagem, apos a liberaçao para tentar engravidar, no segundo ciclo engravidou do Pedro, que hoje está com 1 mes e 19 dias. Presente de Deus em nossas vidas. Ela alcançou seu milagre….nos alcançaremos o nosso tambem.

  18. marcilene comentou

    nossa entrei aqui para achar uma msg para minha amiga que perdeu o seu bbé hoje e li as historia triste de mtas, so Deus para consolar os
    corações de cada uma que ja passou por essa perda, sou mãe e n consigo imaginar o qto e doloroso, que DEUS possa consolar cada coração, as vzs n compreendemos os planos de Deus em nossas vidas mais qro que saibas que por mais que na hora não pareça são os melhores.

  19. Suzi Silva comentou

    Eu to vivendo esse sofrimento , nunca senti algo assim , é uma dor na alma , descobri que o coração dele parou de bater , uma semana antes do parto , foi um susto ! Nunca pensei que fosse passar por isso , a gestação tava indo tudo bem , derrepente descobre que foi uma problema no coração , tive meu parto induzido , não ouvir o choro dele , e ainda ter que conviver com outras mães , no outro dia eu desabei , implorei pro médico me dar alta ,porque não estava suportando , ficar ali , sem o meu bebê , não ta sendo fácil , tantos sonhos … Agora me sinto vazia , a vida ficou preto e branco , não faz sentido , não estou vivendo , estou tentando sobreviver em meio a tanta dor . Só peço a Deus todo dia força , e que o tempo amenize um pouco essa dor . Força pra todas que passam por isso !

  20. Renivera comentou

    “Todas as coisas contribuem juntas para os que amam a Deus” (Romanos8:30)Estou a uma semana que passei por esse momento de despedir do meu bebê estava no meu ventre a 3 meses e cinco dias.

    1. ELISABETH respondeu Renivera

      Oi Renivera, você disse tudo , não entendemos hoje a nossa dor, mas Deus tudo sabe, e todas essas situações irão contribuir em nossas vidas, eu passei por dois abortos espôntaneos seguidos e hoje entendo os propósitos de DEUS, após dois anos engravidei e meu bebê está com dez meses, escrevi um livro contando como Deus cuidou de mim nesse período tão doloroso
      Se puder entre em contato comigo (elisabeth.kika@hotmail.com) zap 96985 0716

  21. Dayanne Ramos comentou

    Dificil meninas..mas Deus sabe o nosso amanha..e sabe o melhor para nos, a dor é enorme, mas saber que Ele está ao nosso lado, nos consola e nos dá força, dia após dia, para continuar lutando…Q o Senhor console a todas nos.

  22. Oie eu sou Grazy tenho 19 anos. tem tres dias que perdi a minha filhinha Yumi Emmannuelle,eu estava muito feliz cm a chegada dela.Ela iria chegar entre o dia 12/06/16 pra la.. Mas dia 13/05 comecei a sentir contraçoes,achei que fosse normal,pq as dores nao estava tao forte,assim foi durante o dia 14 e 15. No dia 15 as dores piorou e minha mae me levou pro hospital,chegando la recebi a noticia que eu iria ter q ganhar a minha BB prematura,pq eu ja tava cm quase 7cm de dilatagem,mas o hospital nao tinha recursos pra fazer meu parto e me mandaram pra outro hospital,minha filha tava bem o coraçao estava perfeito,tudo estava perfeito,mas o meu estado era de emergencia,eles tinha que me operar na hora q cheguei,mas eles nao fizeram,me tacaram remedio pra segurar,me deram um monte de soro.A dor fikava pior,eu pedia socorro e ninguem me ajudava,fiz todos os exames no hospital e os medicos sempre falavam q o coraçao dela tava otimo e eu fikava mt feliz em ouvir as batidinhas dela,ela queria muito sair mas eles falavam q meu parto seria normal,q eu tinha q esperar,a minha pressao caia cada vez mais,meus batimentos tbm. Fizeram outro teste dos batimentos da yumi esta 122 e a medica falou q estava otimo,perfeito.Me mandaram pra sala de utrasson e eu sentir uma dor horrivel,nao iria suportar tanta dor,mas as enfermeiras nao me ajudavam,só falavam q era normal,fui fazer o utrasson chegando la recebi a noticia mais horrivel q ja podia ter recebido,tentei ser forte mas desmoronei em prantos,eles falaram q ela tinha engolido liquido,que o coraçao dela tinha parado e que eu nao tinha quase nada de liquido.Falaram q ela ja tava morta dentro de mim a muitos dias.Eu disse q nao podia ser pois eu fiz todos os exames nakele msm dia,o coraçao estava normal e ela estava mexendo,mas eles colocaram um monte de lorota na minha cabeça.Mesmo cm ela morta dentro de mim eles nao quiz tirar ela,falaram q meu parto iria ser normal,minhas dores pioraram vi a morte do meu lado meus batimentos estava caindo,depois de eu ter feito um escandalo de dor eles me levaram pra sala de parto chegando la me ligaram em um monte de aparelho me deram anestesia e sempre q a dor vinha eles pediam pra eu fazer força,mas eu nao estava aguentando,cada vez q fazia força meus batimentos caia baixou pra baixo de 80,o enfermeiro fikou assustado,depois de um tempo ela saiu linda gordinha perfeita,branquinha cabeluda com os cabelo lisinhos :'( cm 40 cm e pesando 1300.Oq mais doeu foi nao poder ouvir o choro da minha filha e ver ela morta,e o mais estranho eer q eu estava cheia de liquido,q as moças do utrassom falou q eu nao tinha.Eu chorei muito muito mesmo,eles tiveram q me dopar pros meu batimentos voltarem ao normal,mas cada vez q eu via uma mulher saindo cm seus bbs vivos a dor no meu coraçao aumentava.Perdi minha BB nao foi um aborto mas erro medico,me deram remedio q nao era pra ter dado,o liquido no figado e no coraçao dela era o remedio,ela tbm se esfoçou mt pra sair e nao aguentou.Os medicos tentaram dar mil explicaçoes pro q aconteceu,tentaram me provar que nao era erro mas eu sei q foi :'( Tentaram falar que td fikara bem e q vou ter mais filhos,mas eles n sabem o quanto eu amei ela,o quanto eu amo e o quanto eu queria elas comigo,pq é mt facil falar pra gente superar quando nao sao eles q passaram por isso. Ontem foi o enterro dela,ela estava linda num caixao branquinho,com girassois amarelinhas e cm uma ropinha verde parecia estar dormindo 🙁 akilo me deixou muito muito mal,por ver ali ali nakele estado,mas eu sei q Deus vai cuidar bem da minha anjinha la no céu,mas eu nunca vou superar,nunca vou entender o pq,pq minha unica filha,q eu enfrentei td e todos por ela,pq Deus a tirou de mim,nunca vou entender,pq akeles medicos demoraram tanto pra tirar ela,mas se Deus quis assim fazer o que,mas parece q essa dor nunca vai passar só queria ela aki cmgo.Pra falar o quanto eu a amo e o quanto ela é importante pra mim :´( 🙁

  23. Bruna Ventura comentou

    Meu Anakin nasceu de 34 semanas. Minha bolsa rompeu repentinamente, mas o peso dele estava muito baixo. Sobreviveu apenas 30 minutos.
    Enquanto ele esteve comigo me fez tanta companhia.
    Sinto que também morri no dia 07 de mais de 2016. Hoje faz três semanas.
    Como dói. Como eu queria simplesmente desaparecer.

    1. ELISABETH respondeu Bruna Ventura

      Olá Bruna, eu sei muito bem como se sente eu já tive dois abortos espontâneos , mas confie em Deus, eu creio que Ele lhe dará o consolo que seu coração necessita. Eu escrevi um livro contado essa fase dificil da minha vida, se puder entre em contato comigo email (elisabeth.kika@hotmail.com) zap 96985 0716

  24. Oie meninas perdi meu bb de 8 semanas meu sonho sempre foi ser Mãe, não foi uma gravidez planejada mas estava muito feliz, no começo sofri muito mas depois fui me acostumando, estava tão feliz cheia de planos sonhos já sabia o nome se fosse menina más no Dia 10/5/16 comecei a fazer o pré Natal era o dia mas feliz da minha vida, e do nada depois de menos de 3 horas comecei ter um sangramento leve e escuro fui pro hospital , fiz vários exames e na ultra até vi meu bebezinho, foi lindo mas a conta do médico não estava batendo com as q a médica fez tava dando muita diferença e o médico disse q o BB podia não estar se desenvolvendo, aquilo foi um baque, mas mesmo assim tive alta e me mandou fazer repouso tomei de td, fizeram de tdo mas não foi possível no dia 14/05/16 em Casa fui ao banheiro r tive a pior experiência da minha vida vi meu bb se desfazendo e indo embora pelas minhas pernas e uma grande hemorragia q nada contia, meu mundo desabou… Meu primeiro filho, hj vivo crendo q um dia Deus vai me permiti realiza esse sonho mas sempre o vazio q o meu BB ficou existirá, as vezes choro ccomo chorei lendo esse post, pk só quem perde é q sabe o q é, o vazio q da…

  25. Jaqueline Silva comentou

    Hoje esta fazendo oito dias que meu anjinho foi morar com Deus e a minha dor ta enorme , estava com cinco meses de gravida e desde o primeiro momento que soube da gravidez mim sentir única a mulher mais feliz do mundo , tudo foi tao perfeito. e quando descobri que o coração do meu bb não tava mais batendo meu mundo caiu ,minha vida minha razão meu ar minha felicidade era meu bb e nada do que mim falacem naquele momento amenizava a minha dor o meu coração ta destruído .E por mais que falem que Deus vai mim dar outro eu nunca vou deixar de amar o meu anjinho doi tanto não ter ele mais aqui na minha barriga , não existe um momento que eu não pense no meu bb e choro escrevo isso com lagrimas pois a falta a saudade que sinto eh de mais …No dia 25 de maio de 2016 um pedaço de mim foi morar com Deus

  26. Sandra comentou

    Lindo a mensagem, me vi nesse texto!
    Meninas tive 2 aborto, os dois foram no começo com 2 meses…mas sabe eu pedi muito para Deus dar o conforto que precisava e acalentar o meu coração, e que ele fizesse a vontade dele, assim ele cumpriu…me levou o primeiro, não foi preciso fazer a curretagem, ja no segundo foi preciso e eu tinha muito medo, pois diziam que sentia muita dor e mais uma vez pedi para Deus me ajudar e nao deixar eu sofre e sentir dor…assim ele ouviu minhas preces!
    E agora estou gravida novamente…vou ser sincera estou com medo, mas ja entreguei para Deus minha gestação, quero muito um filho, mas que seja na hora de Deus nao a minha!
    Entao a minha mensagem é entregar nas mãos de Deus….entregar e confiar que o resto ele fará!
    Bjo a todas as mamães q assim como eu perdeu um anjinho…mas um dia chega a nossa hora tenhamos FÉ….

    1. ELISABETH respondeu Sandra

      Olá Sandra, que bom saber que sua confiança está em Deus, eu também tive dois abortos espontâneos com curetagens, e passei pela experiência de engravidar após dois anos, tive que ter algumas precauções e confiar plenamente em Deus que tem o poder da vida em suas mãos, meu bebê nasceu hoje tem dez meses, escrevi um livro contando sobre a superação do aborto e o período de gestação, encorajando mulheres a ter esperança e não desistir mesmo em meio a dor.
      Se puder entre em contao comigo meu email é elisabeth.kika@hotmail.com // o zap 96985 0716.
      Bjs

  27. Raquel comentou

    Pedir minha princesa também essa semana dia 30 fui na consulta do pré natal e lá eles já não conseguiu ouvi o batimento cardíaco da minha princesa nossa naquele momento a dor veio forte pois todos os meu exames e consulta tudo deu exatamente normal estava apenas faltando uma semana pro dia q minha dpp tava marcanda nossa fui pra casa e me derramei em lágrimas no colo do meu marido e ele falando calma amo nossa princesa ta bem ela tá aqui amor tenha fé q ela não vai nois abandona pois as enfermeiras mando eu ir pro hospital pq talvez era o aparelho do posto q estava ruim naquele momento chequei a te uma esperança chegando no hospital passei com a g.o e ela me fez o toque e nada de dilatação e eu estava tendo contrações aí ela tendo ouvir o coração e nada aí ela mandou eu ir fazer uma ultrassom fui fazer a ultrassom já extremamente sem chão entrei na sala pra fazer a ultrassom a enfermeira me deu mais uma esperança dizendo que esses aparelho é tudo velho ai o médico começou a examinar mais ele não tinha o q fala não queria me dá a notícia já percebi no olha dele q minha filha já não tinha mais vida me levantei sair da sala já não aguentei chorar era o q eu mais precisava fui me interna no dia 31 pra induzir o parto fui ganha ela no dia 2 três horas da manhã eu não vir ela mais minha mãe falou q era tão linda q parecia com o meu marido agora toda hora eu olho pra ele só consigo imaginar ela essa semana ta sendo nada fácil pra mim adorei esse texto choro só em começar a ler

  28. Renata comentou

    Que texto maravilhoso
    Eu tenho 20 anos e exatamente um ano atras perdi meu bebe com 12 semana, 😢
    O coraçaozinho dele parou💔
    Eu me culpo ate hoje , porque quando eu engravidei meu ex namorado terminou comigo e entao eu comecei a me estressar, a me deprimir achando que era o fim do mundo , e então comecei a sangrar todos os dias , e os medicos dizia que era normal , comecei a frequentar os hospitais todos os dias tentando salvar a vida do meu bebe pq eu sabia que ele estava sofrebdo , mas nos exames is medicos dizia que estava td bem. Ate que em um domingo sentir uma dor mutirão forte e entao fui ao médico novamente e fiz a ultrassom o medico me disse que o coraçãozinho dele havia parado…. Ja de passou um ano mas ate hoje guardo as fotos da ultrassom e choro ao lembrar dele
    Eh uma dor inexplicável ….. Nao sei mais o que faço , penso todos os dias no meu bebe, comi estaria agora …. Nao consigo conviver com essa dor 💔💔😢

  29. jéssica comentou

    perdi meu bebê que tanto desejei lutei por 7 anos pra conseguir engravidar mais nessa ultima sexta -feira dia 17-06-2016 perdi é uma dor saber que não vou poder pega-lo em meus braços amar e proteger é uma sensação horrível .

  30. jeannybrittoJ comentou

    Perdi meu bebê dia 21/06/16 hoje está fazendo dois dias, tive sangramento na sexta e fui internada, tomei medicação antiabortiva mas não teve jeito, eu estava de oito semanas e estava feliz junto com.meu esposo, feliz de mais e quando tudo começou fiquei com.esperanças de ser apenas um sangramento mas não ia perder meu bebê… mas aconteceu. Já chorei tanto! Fiquei no quarto com um bercinho do lado da minha cama e aquele berço me confrontava o tempo todo…ficava imaginando meu bebê ali, de como ele seria e chorei o tempo todo. Tiive alta ontem pois foi confirmado o aborto espontâneo, coloquei o saco gestacional sem intervenção e não precisei fazer curetagem. Estou em casa em repouso! 😔Era pouco tempo de.gravidez e eu ainda ia começar o pré natal, hj era a minha primeira consulta com meu obstetra. Eu sei que foi o melhor, pois Deus quis assim eu aceito a.vontade.Dele.as.a.minha alma ainda dói. Meu marido sofreu junto, ele ficou tão feliz quando soube que saiu contanto para todo mundo…. chorou comigo quando me viu aos prantos. Eu amei o texto e me identifiquei muito, a vontade que tenho é de.não falar com.ninguém e não ver ninguém…. As pessoas ficam.fazendo perguntas que eu não estou disposta a ficar respondendo! M sinto.muito cansada…. só quero chorar minha dor e deixar ela passar. Foi a primeira vez que engravidei e aconteceu isso, para mim esta sendo muito, muito difícil. Deus tem.me sustentado. Li alguns comentários de mães que passaram pela mesma experiência e deixo aqui meu pesar. Que o nosso sonho em.ser.mãe ainda se realize e que breve eu possa ter um bebê saudável em.meus braços.

    1. Isabel respondeu jeannybrittoJ

      Querida Jeannybritto, sinto muita pela sua perda… Sei como se sente, passei pela mesma situação a quase seis meses. Sofri um aborto com oito semanas. Me identifiquei com você, pois Senti tudo que você relatou. O tempo vai amenizar este sofrimento.. Acho que esquecer nunca iremos, mas o tempo vai amenizar. Chore o tanto que for necessário…Força!!! Que Deus lhe conforte e proteja. Fique em paz.

  31. Jéssica comentou

    Quarta 22/06/16 senti a pior dor que nunca imaginei sentir.
    Acordei às 06:00 hs, chorando por causa de um pesadelo, acordei o meu marido e contei sobre esse sonho horrível. Depois de alguns minutos pensativa, levantei e fui me arrumar para uma consulta do pré – natal.
    Saímos e fomos tranquilamente, no caminho íamos planejando algumas coisas da gravidez e dos nossos três bebês.
    Não imaginava que a pior dor da minha vida estava por vir.
    Entrei na sala da consulta e fui fazer uma ecografia, alguns minutos depois a doutora olha pra mim e diz que não tem uma boa notícia, disse que os meus anjinhos não tinham mais vida.
    Foi nesse exato momento que descobri a pior dor que nunca imaginei sentir, entrei em desespero, não sabia pra onde ir nos corredores daquele hospital, todos olhando pra mim e pro meu esposo. Não queria aceitar essa situação de forma alguma, liguei pro meu médico aos prantos dizendo que só poderia ter algo errado pq tinha feito uma ecografia dias atrás e que eles estavam muito bem e saudáveis.
    Fui no meu médico desesperada tirar essa dúvida, não estava querendo admitir que isso tinha acontecido comigo.
    É realmente, ele provou que meus bebês já não estavam comigo e sim com Deus. Que os corações tinham parado de bater naquela manhã.
    Sinto uma dor que parece ser infinita, não tem um dia se quer que eu não chore, não tem um minuto se quer que eu não pense que estou em um pesadelo sem fim, tudo parece mentira.
    Foram 11 semanas de muito amor, amor do qual jamais será substituído o amor mais lindo, verdadeiro e singelo que já senti.
    Meus anjinhos vieram e ficaram pouco tempo, mas sem dúvidas alguma eu digo que aproveitei cada minuto.
    Eles vieram com uma missão e cumpriu cada um deles, me fizeram ser a melhor mãe do mundo em tão pouco tempo, me fizeram acreditar que o amor mais lindo e sincero existe SIM, me fizeram entender que os planos de Deus são maiores e melhores os meus, me fizeram aprender a perdoar, me mostraram o valor de uma família e sem dúvidas me tornaram uma esposa ainda melhor.
    Sei que essa dor pode até se amenizar com o tempo, mas nunca passará.
    Amo cada um até o fim e nos encontraremos na eternidade.

  32. Simone comentou

    Até hoje não consigo dormir. Dia 22/06/2016 senti a pior dor do mundo.
    Sempre ouvi falar que a maior DOR do mundo é a dor do parto, que é uma dor insuportável, descobri que isso não é verdade, descobri que existem dores maiores e mais insuportáveis…
    Descobri que a maior dor do mundo é sentir a dor do parto e não ter a recompensa…
    Descobri que a maior dor do mundo é sentir a dor do parto e não ouvir aquele choro tão esperado…
    Descobri que a maior dor do mundo é não ouvir o choro acabar quando se tem o primeiro contato de pele e o primeiro olhar mágico que diz tudo…
    Descobri que a maior dor do mundo e sentir o leite sair do peito sem ter a quem dar…
    Descobrir que a maior dor do mundo é sentir o útero voltando e não ter mais aquele ser tão esperado se movendo dentro da gente…
    Descobrir que a maior dor do mundo é saber que seu bebê era o tão sonhado menino e que se foi…
    Descobri que a maior dor do mundo é sair de braços vazios sem ter agora a quem ninar…
    Descobri que a dor do parto pode durar 6, 12, 24 horas mais passa e que depois vem a recompensa…
    Mas a verdadeira MAIOR DOR DO MUNDO, essa não passa… pode diminuir mas não passa e o verdadeiro nome se chama PERDA…
    Como descobrir isso? Só passando por ela.

    Simone Keller mãe de um ANJO.

  33. Maria comentou

    Oi meninas. No dia 28/06 fui fazer ultrasom para saber o sexo do meu bebê. Nunca esperava que iria receber a notícia q o coração do bebê parou d bater e q ele não desenvolveu , eu estaria d 12 semanas, mas ele parou d evoluir com 11 semanas. Não tive sangramento, nada q me levasse a crer q algo estava acontecendo. Mas exatamente no dia q ele parou d evoluir , tive um sonho, sonhei q estava na sala do parto com 12 semanas e questionário pró meu médico se não era cedo demais, ele me respondeu que eu havia perdido meu bebê.
    Estou muito triste, ainda não ocorreu sangramento e tenho q esperar até terça para fazer a curetagem.
    Li bastante esses dias sobre o assunto é deus já está me conformando que tinha que passar por isso.
    Tenham fé e não desistam de seus sonhos.

  34. SANDRA ALVES comentou

    No dia 28 de dezembro perdi o meu bebe. Eu estava muito bem feliz. O meu bebe também estava ótimo. Mais infelizmente no dia 24 de dezembro tive um pequeno sangramento e fui para o hospital os médicos disseram que não era nada grave que eu só precisava fazer repouso. Mais quando voltei para casa fiquei muito mal e tive que ficar internada. Fiquei internada e o que eu mais queria é salvar o meu bebe, mais infelizmente não foi possível, passei muito mal no domingo a noite e tive o meu bebe na madrugada de segunda feira. Sofri demais ele nasceu morto. Foi uma dor terrível não conseguia acreditar queria que fosse um sonho e quando eu acordasse estaria tudo bem. Mais não foi. Meu bebe estava com 26 semanas era um menino. O triste de tudo isso é que fiquei em um quarto com todas as mães que tiveram seus filhos, E isso me deixou mais triste ainda vendo todas as mães com os seus filhos no braço e eu sem o meu.

  35. Aline Paz comentou

    Hoje faz 15 dias que perdi a minha filha Any Danielli com 21 semanas, do nada tive um sangramento, em 3 horas minha bolsa estourou, fui encaminhada para uma cidade maior e no outro dia ao fazer a ultrassonografia a pior notícia chegou, minha princesa, meu tudo estava sem batimentos cardíacos. No sábado mesmo ele começou a aplicar remédio para induzir o parto normal, eu sofri a noite toda com contrações de 2 em 2 minutos e as 10:20 do domingo minha filha nasceu!!! O pior momento meu mundo desabou, não tive coragem de vela!!! Hoje a exatos 15 dias que fui internada chorei o dia todo, sei que Deus sabe o que faz e que tem o melhor para mim, mas isso impede a dor e as lágrimas de vir!!! Cada lembrança dói tanto e os comentários são como uma facada no meu coração!!!

  36. Muito lindo ler o comentário de vocês… Ajuda muito nesse momento de dor e angustia… Eu perdi meu anjinho ontem dia 19/08 eu estava de 10 semanas e 1 dia… A gestação estava indo pertamente bem ate que de repente eu sofri um sangramento e tive fortes dores abdominais ao correr pro hospital vi que não tinha mais o que fazer meu pequeno anjinho tinha partido pra junto de Deus… Quando eu recebi a notícia tive um impacto horrível um misto de dor angustia tristeza perda um sentimento inexplicável… Eu sei que a dor que estou sentindo vai passar, mais mesmo ele sendo tão pequeno vai me fazer uma falta enorme ( Eu falo ele porque eu tinha certeza que era menino, meu Davi ❤ )
    E eu confio muito Deus tenho certeza que ele sabe o que faz…
    E a todas que já passaram ou tao passando por isso eu desejo de todo coração que vocês confiem em Deus e que Deus conforte o coração de todas vocês…
    Fiquem em Paz… 🙏

  37. Alice Fernandes comentou

    Ola Meninas,
    a dor da perda de um bebe, so quem passou por isso sabe!
    Perdi meu bebe com 19 semanas e cinco dias
    Ele nasceu dia 02/08/2016 as 02 da manha
    Eu nem tive tempo de curtir a minha gravidez, pois descobri que estava gravida com 16 semanas …
    Sabe, meu principe nao fooi planejado, mas sempre tive o sonho de ser mae
    So descobri o sexo do meu bebe depois que ele nasceu, era um menino (meu anjo protetor, que hoje esta no Ceu, ao lado de Deus olhando por mim)
    Sabe, nao tem um dia que eu nao choro, ou que me vem na cabeça a situaçaõ que passei no hospital…
    Tive meu bebe em um quarto de enfermaria, com mais seis mulheres gravidas, que ja estavam la por algum tipo de complicação e etc…, o pessoal do hospital nao fez a minima questao de me levar pelo menos para a sala de parto, ganhei meu principe numa cama de enfermaria e nao pude fazer nada para salva-lo, o que mais me doi e saber que ele nasceu vivo, mas nao resistiu por ter apenas 19 semanas
    Nesse meio tempo o medico disse que tenho IIC ( Insuficiência Istmo Cervical) e que ele nao poderia fazer nada para me ajudar, nada mesmo!

    Eu so peço a Deus forças :'(

    1. Ticiane respondeu Alice Fernandes

      Tenho 31 anos também perdir o meu filho ja faz quatro meses que ele se foi, quando eu engravidei descobrir que eu tinha um mioma subseroso e ele cresceu muito com os hormônios da gravidez esse foi o motivo da perca do meu anjinho a minha bolsa rompeu e eu perdi todo o líquido estáva apenas com 14 semanas lembro como se fosse hoje o médico dizendo que sentia muito , foi o momento que o meu chão desabou era o meu primeiro filho ja amava tanto com todas as minhas forças e amarei para sempre, hoje estou fazendo tratamento e pedindo a Deus para eu não peder o meu útero mas sei que Deus está no controle e vai da tudo certo.

  38. Maite comentou

    Conversar ajuda…mas ler as histórias de vocês e saber que não sou a única me ajuda a lutar e superar essa dor.
    Hoje fazem 22 dias que perdi o meu Arthur. Eu estava com 36 semanas e 5 dias. Em pleno dia dos pais 14/08 esse infelizmente foi o presente para o meu marido. Fui para o hospital no sábado pois não estava senti dk ele mexer. E depois de ser examinada a pior notícia…ele realmente não tinha mais batimentos cardíacos. Sem nenhum motivos…gravidez tranquila…sem doenças ….nada…mas meu Arthur era grande. Minha barriga era enorme. A única explicação que me deram é que por ele ser muito grande, pressionou o cordão umbilical e enfim…fiquei 14 horas em trabalho de parto induzido. Tive ele as 2:22 da manhã peando 3.945… Sim peguei ele no colo… E ele era lindo… Depois passei para o meu marido…e ali nos despedimos do seu corpinho…mas não consigo esquecer…como é difícil querer continuar sem nossos anjinhos aqui… Todos os dias peço ajuda para Deus…para me ajudar a seguir…gostaria de ouvir e saber de histórias de mãezinhas que superam essa dor e hoje Tb já tem outros bebês para dar esse amor que hoje doi e sufoca. Pois é isso que sinto. Sinto um amor tão grande aqui dentro de mim… E não ter ele para dar me sufoca e me causa dor…

  39. Aline comentou

    Perdi meu bebê ontem… estava de 7 semanas, é uma dor que só quem passou sabe!
    Estava procurando algo que me confirmasse e aqui nesse site encontrei tudo isso.
    Tenho uma filha de 3 anos e foi difícil contar pra ela o que aconteceu.Ela chorou muito, mas de confortou quando disse que o irmão virou uma estrelinha.
    Obrigada por todas essas palavras… que Deus conforte todas as mães que sofrem com essa dor.

  40. LARA LINDA MORENA SOUZA VARELA comentou

    Oi meu nome e Lara.
    Perdi meu bebe com menos de mês de gestação.
    Tava tao feliz na quinta, preocupada, mas muito feliz, quis dividir minha felicidade com minha família, a só meu esposo tudo numa boa, mas minha mae me disse coisas feias, me botou pra baixo e fiquei mas preocupada ainda, na sexta já passei mal e no sábado tive sangramento, na segunda me comfirmaram que tinha perdido meu bebê.
    Meus esposo me culpa que eu não estou sofrendo e que deveria comemorar o meu aborto com minha mãe, porque igual a ela eu não queria o bebê.
    Me sinto tao mal que ele pense isso, não tenho nenhum apoio, ke DOI tanto o coração ter perdido o meu bebe e ainda meu esposo me rejeitar!
    Não tenho meu pai mas neste mundo, a minha mae me rebaixou tanto o espírito que chega abortei, nem meu esposo nem a familia dele me ajudam a superar, não tenho nenhuma amiga com quem falar.
    Minha primeira filha tem um ano e quatro meses, e auowr se pendente de mim, e meu estado ETA tao depressivo que não sei si consigo dar conta.
    Nestes momentos me da tanta vontade de me juntar com meu pai e agora meu anjinho!

  41. Oi tbm perdi meu anjinho no dia 22/9 uma dor muitp grande foi tudo muito rápido escutei coraçãozinho batendo forte estava de 7semana dai uma semana depois recebi a noticia q partiu com Deus tive um aborto retido tudo muito confuso uma mistura de sentimentos ñ pensei ia ser tão difícil de supera era pequeno mas amava muito fiquei uma noite no hospital a pior noite da minha vida ñ por causa do procedimento q eu iria passar ñ tive saiu rápido a pior dor foi ouvir varios bbzinho chorando na quela noite e saber q eu ia sair dali sozinha sem o meu anjinho doeu muito e ainda esta doendo muito sofrimento de mais pensei ao passar dos dia melhoraria mas ñ esta maior esta carta foi escrita me ajudou muito as histórias tbm mas estou muito mal mas com o tempo sei q vo melhorar muito obrigado

  42. mimi comentou

    Na época eu tinha 17 anos e tinha feito um teste de farmácia e descobri a gravidez, tive muito medo, sentia muitas dores até começar pequenos sangramentos mas como era muito nova morria de medo de contar… Um dia com dor corri pro banheiro me agachei e meu pequeno escorreu na minha mão, foi aí que vi que tinha perdido, mostrei minha mãe e ela me disse que era um bebê que ela tava desconfiada que eu estava grávida (eu andava passando muito mal), até hoje me sinto muito culpada porque minha mãe chorou muito e disse que era pra eu ter contado pra ela, até hoje falando dele e imaginando como seria se ele estivesse aqui conosco, o pai dele até hoje não sabe, mas estamos juntos ainda … Isso tudo foi em dezembro do ano passado e hoje já tenho 18 anos

  43. Crys comentou

    Perdi minha menininha semana passada
    Estava com três meses doeu demais
    Quando eu tive um pequeno sangramento
    Fui pra emergência e na hora de fazer o ultrassom
    O medico disse que minha BB estava morta😩
    Estava ali perfeitinha mas o coração avia parado
    Estou sofrendo muito só choro, mas tenho esperança ainda de ter um bebê poder
    carrega-la(o) no colo se Deus quiser ele vai m ajudar
    Texto lindo até chorei lendo ele.

  44. Thuanny Emily comentou

    Me chamo Emily, esperava meu primeiro bebê ( eu havia acabado de descobrir a gravidez, estava feliz e era só sorrisos!) Contei para as amigas, alguns familiares e para o pai do bebê, juntos estávamos radiantes, fazíamos planos e esperávamos com alegria nosso pequeno anjinho… Ainda não contamos para nossos pais, estávamos esperando todos os exames para contar que seriam avós. Senti dores horríveis, e um sangramento que eu sabia que não era normal, eu estava perdendo meu bebê. Corremos para a emergência e a pior noticia me pegou de surpresa, ele já não estava mais lá. Não precisei fazer a curetagem, a medica me explicou que se não tiver nenhum sintoma como dor, febre ou hemorragia severa e a ecografia mostrar que ainda existem alguns vestígios no útero (aborto incompleto) ou ainda estiver sangrando passadas 3 semanas você NÃO precisa de uma curetagem. O útero irá muito provavelmente expelir os últimos vestígios. Enquanto o pai esperava do lado de fora da porta, queria que eu saísse com boas noticias, ele não fazia ideia… É uma dor irreparável, algo que não volta, meus pedacinhos ainda estão no chão. Em algum momento sei que isso vai amenizar, vamos superar e ter outros filhos que vão nos ajudar de alguma forma preencher aquele vazio que ficou, mas sei também que não há cura para essa dor!

    “Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem.”

  45. Silmara comentou

    Me chamo Silmara,
    Não sei explicar o que estou sentindo uma mistura de frustração, incompetência, tristeza, são tantas coisas está com 5 semanas quando tive um sangramento leve e cólicas fui para o hospital lá o médico examinou e disse que estava com princípio de aborto mas que o útero estava fechado me pediu um ultrassom que mostrou o saco gestacional sem embrião o médico me disse que pelo tempo era normal para eu repetir meu exame dali duas semanas então foi o que fiz passado estas semanas no fundo uma esperança de que estaria tudo bem mas infelizmente não sai do consultório num desespero só chorei feito criança é uma dor que não tem explicação dói na alma vontade de ficar dormindo o dia todo e acordar deste pesadelo , foi mais de um ano tentando e infelizmente não consegui segurar meu bb que tanto sonhei .. tento ser forte mas derrepente me vem uma tristeza uma dor e as lágrimas começam a rolar desesperadamente.

  46. Eunice Piedade comentou

    Me chamo Eunice,

    Li os relatos e me identifiquei com todos eles, nao importa o tempo da gravidez, o motivo pelo qual os nossos anjos partiram o facto e que DOI !!!! Me senti incapaz de proteger meu proprio filho, me senti inresponsavel ele mexeu ate o ultimo minuto que o expulsei do meu ventre, o meu colo estava aberto e mais nada se podia fazer no dia 16/10/2016 as as 5 e 45 da manha depois com contracoes induzidas as 3 horas da madrugada, senti o na pele nao tive coragem de segura-lo na mao no momento mas depois pedi para ve-lo, cara do pai e com o mao na cabeca algo que faco sempre…………… culpei meu marido, culpei o medico, culpei tudo e todos, mas estou tentando me conformar porque meu anjo me deixou um recado que convosco partilho. MAMAE EU SOU SEU ANJO E SEMPRE SEREI, MAS EU QUERO QUE VOCE VIVA INTENSAMENTE COMO SE FOSSE O ULTIMO DIA DA SUA VIDA. UMA PALAVRA LANCADA JAMAIS RETORNA PARA ONDE VEIO, QUANTO MAIS UMA VIDA NO SEU DEVIDO TEMPO. NAO PENSE QUE CHORANDO OU PARANDO NO TEMPO IREI RETORNAR PARA O SEU VENTRE, NADA DO QUE FACA REVERTERA A DECISAO DE DEUS. UM OUTRO ANJINHO VIRA RECEBA-O COM AMOR E CARINHO, MAS NAO PENSE QUE ELE SOU EU, POIS EU SOU UNICO E O NOSSO AMOR E ETERNO.
    SEJA FORTE E SIGA

    EUNICE MAE DE UM ANJO.

  47. Anna Paula comentou

    Ola

  48. Anna Paula comentou

    Olá meninas perdi meu amor d minha vida cm 10 semanas de gestação pra min ta sendo uma dor muito grande peço a Deus força pra enfrentar essa tristeza d todos os dias fico imaginando que Deus precisou do meu filho lá no céu do lado dele a perda d um filho não se compara a nada hj estar fazendo 8 dias que meu bebê se foi

  49. Daphne Alves comentou

    Meu senti abraçada por vc. Com é doloroso, estou sofrendo meu segundo aborto espontâneo, não consigo entender pq não dá certo. A dor é muito, mas muito grande, cada vez que vou ao banheiro e sangro é mais certeza do fim. Aceitar que esse é o destino que Deus colocou pra mim aceito, mas entender é bem complicado.Sempre abortô na 6 semana. Preciso descobrir o pq! Não quero passar por isso novamente.
    Obrigada por suas palavras, me ajudaram muito.

  50. Ola Queridas perdi meu Bebe com 6 semanas,sei a dor que cada uma aqui ja passou qndo soube fiquei assustada mas a ficha logo caiu e dias depois tive um forte sangramento eo medico constatou que havia abortado,daria minha vida pra ter meu filho hoje no meu ventre,mas a vontade de Deus e boa,perfeita e agradáveleu o amei com todas as minhas forças,doi muito mas Deus tem me ajudado eo meu marido eo suporte que Deus me deu pra me ajudar a levantar. que Deus abençõe a todas

    1. ELISABETH respondeu sobredeuss

      Amém!!! Deus é a su0a força em tempo e fora de tempo!
      ” Ainda que a figueira a não floresça , nem haja fruto na vide , ainda que o produto da oliveira falhe, e os campos não produzam mantimento, ainda que as ovelhas sejam exterminadas e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no deus da minha salvação”.

      Se você puder entre em contato comigo (elisabeth.kika@hotmail.com)

  51. BRUNA RODRIGUES DOS SANTOS comentou

    Perdi meu bebê, dia 24 de agosto de 2016, e fiz curetagem dia 01 de setembro de 2016. E agora início o tratamento com um psiquiatra. Pois ainda não superei meu sofrimento. Meu anjinho tava com 3 meses três semanas e dois dias

  52. Raylane comentou

    Perdi meu anjinho dia 16/11 com dois meses nossa como dói meu sonho e ser mãe e já tinha tantos planos pra o meu pequenino to pedindo muita força a Deus pois não é fácil as pessoas tentam de da conforto mas a única coisa que si quer e fica só esse e meu segundo aborto quando descobri que estava grávida foi uma alegria muito grande mas em tão pouco tempo o sonho acabou…

  53. Nanda comentou

    Olá, sou Fernanda e faz exatamente 14 dias que perdi meu bb…estava com 8 semanas…em nenhum momento senti nada…apenas sangrei, foi triste….pq eu já sabia o que poderia ser.Fui rápido ao medico e na ultra já não vi o bb mexendo e o médico não ouviu o coraçãozinho. …foi muito doido…fiz tantos planos…comprei coisas ….escolhi nome….e tudo foi embora…esse texto parece que foi feito pra mim, pois não tenho vontade de ver ninguém, me isolei de tudo e nem vontade de sair no portão eu tenho. …a maior parte do tempo eu choro. ..e muito triste. ..As vezes vc pensa em desistir de tudo e sumir…

    1. ELISABETH respondeu Nanda

      Olá Nanda, sei exatamente como tudo isso é triste e doloroso, eu passei por dois abortos espôntaneos, senti na pele o que você está sentindo, pensei que essa dor jamais iria passar, mais encontrei forças em Deus para prosseguir e sonhar novamente. Depois de dois anos engravidei e meu bebê hoje tem dez meses, através dessa experiência escrevi um livro como forma de encorajar outras mulheres a ter esperança mesmo em meio ao caos, se você puder entre em contato comigo por email (elisabeth.kika@hotmail.com) ou zap 96985 0716

  54. Rubia comentou

    Boa noite, hj no dia 28/11 perdi meu bebe, estava com 10 semanas e feliz da vida, com muitos planos, nomes e muito feliz. Meu primeiro filho. Estou destroçada por dentro, com vontade de sumir. Meu maior sonho. Meu amor foi embora, a cada pedaço que caia na privada, uma dor, uma tristeza. Meu bebe estava indo, e ali uma mãe feliz tbem.

    1. ELISABETH respondeu Rubia

      Oi Rubia, eu sei como é difícil, ver nossos planos sendo frustrados , sofri dois abortos espontâneos seguidos em 2013 e 2014, sofri muito , mas encontrei forças em Deus para seguir em frente, depois de dois anos engravidei novamente , enfrentei alguns desafios , e meu bebê hoje está com dez meses.
      Escrevi um livro através dessa experiência encorajando a mulheres como você a não desistir de seus sonhos, se você puder entre em contato comigo por email( elisabeth.kika@hotmail.com) ou zap 96985-0716

  55. Izabrla comentou

    Oi meu nome é Izabela e no dia 11/12 sofri um aborto espospontaneo, hj a dor emocional q estou sentindo não se comprara com a dor física … Ainda estou tendo sangramento … É uma dor inexplicável .. Meu primeiro filho depois de quatro anos tentando engravidar.. Evito de chorar perto do meu marido ele esta sofrendo demais, tento ser forte por ele mais não aguento mais segurar o choro..
    Não sei oque fazer meu bebe estava sendo tao esperado ..
    Eu sei que estava de pouco tempo, apenas 6 semanas, mais irei amalo por toda minha vida.. E ninguém vai ocupar o lugar dele, sei que vou levar essa dor pelo o resto da minha vida.. Mais sempre converso com deus para ele me dar forcas, nesse momento tao difícil

  56. ELISABETH comentou

    Oi Izabela, entendo o quanto é dificíl sofrer uma perda inesperadamente, eu tive dois abortos espontâneos e passei por curetagem, a dor emocional nos consome é angustiante e desesperadora.
    Mas acredite você irá superar essa fase, e voltará a sonhar novamente, eu passei pela mesma dor e depois consegui engravidar novamente meu bebê tem dez meses, encontrei forças em Deus e em sua palavra.
    Depois desse processo, eu escrevi um livro, encorajando outras mulheres a não desistirem de seus sonhos, se você puder entre em contato comigo elisabeth.kika@hotmail.com //zap 11-969850716.
    Beijos

  57. Daniele sylva comentou

    Oie meu nome é Daniele faz 10 mês que perdi meu bebê, faz tempo faz mais pra mim é como se tivesse acontecido ontem eu lembro cada dia, não posso ver um bebe. Lembro que o meu não está aqui sinto culpa sim e as vezes acho que Deus foi injusto comigo pois há tantas pessoas que No querem filhos e tem e justo eu que eh meu sonho ele colocou uma vírgula no meu sonho na minha história eu amo meu filho MSM que eu nao tenha tido muito tempo mais eu Cantava pra ele e sei a s ouvia . ainda Doou 🙁

  58. ELISABETH comentou

    Daniele, compreendo muito bem a sua dor, passei por dois abortos espontâneos seguidos com curetagens, e por inúmeras vezes choviam culpas em meus pensamentos, sentia que a dor se estendia a cada mês, questionei á Deus “porque” comigo?
    Mas foi exatamente em DEUS que encontrei abrigo e refúgio, aprendi que na contramão de questionar o viável seria entregar essa dor nas mãos Dele , e a cada dia recebi seu cuidado especial sobre minha vida, em uma visita de alguém, na leitura de um livro, na melodia de uma canção, em sua Palavra que é fiel e fonte de cura e consolação.
    Aos poucos meus sentimentos foram acalmando-se, e engravidei novamente e hoje meu bebê tem 11 meses.
    Acredite! Dias melhores virão.
    Se possível entre em contato comigo para conversarmos melhor (elisabeth.kika@hotmail.com)

  59. bya comentou

    Parabéns por esta carta isto me ajudou muito hoje…palavras sao valiosas amor carinho ao proximo são coisas q o dinheiro não compra …eu perdi meu bebe tive um aborto inesperado… ha 15 anos atras meu primeiro filho estou tentando engravidar novamente mas sem sucesso, hoj me senti um pouco triste nao esqueço do meu bebe sentir um serzinho tao pequeno dentro da gente q depende da gente sinto q eu poderia protege-lo + talvez se me poupa-se mas, eu nao teria perdido ja que o pai dele nao aceitava me deixou sozinha aos meus 15 anos calada tendo q aguenta tudo e eu poderia ter me poupado brigas aborecimentos, lendo este texto me fez bem um alivio para minha alma ……Obrigada por estas palavras

  60. ELISABETH comentou

    Boa tarde Bya!
    Tudo que passamos nessa vida tem um propósito, as vezes pensamos se poderíamos ou não ter feito algo mais para impedir ou até resolver, más há situações que fogem do nosso controle.
    Contudo acredite, Deus é a sua força , e nos dias que forem difíceis de prosseguir o caminho , creia que Ele a sustentará acima de seus limites.
    Continue, pois há esperança para você.
    João 3.16 ‘Porque Deus amou o mundo de tal maneira , que deu seu Filho unigênito ,para que todo que nEle crer não pereça, mais tenha vida eterna”.

  61. Jéssica comentou

    Aconteceu o mesmo comigo.. não fazia ideia que estava grávida é um dia a noite comecei a sentir cólicas muitos fortes, dores de morrer..e ao mesmo tempo sentia algo a querer sair.. fui na casa de banho e quando fiz força saiu o bebe estava em transformação.. fiquei de rastos.. dói tanto, ainda tenho a fotografia comigo. Todos os dias choro.. não consigo esquecer

  62. Lívia comentou

    no dia 16/01/2017 descobri que estava gravida. no dia 22/01 quase uma semana depois, senti fortes cólicas e sangramento. fui correndo para o hospital fiz vários exames e veio a noticia que eu tinha perdido o meu bebê, meu chão caiu naquele momento. fiquei em estado de choque, mesmo ainda não sabendo as semanas. fiquei muito triste, e ainda hooje sofro muito.. só Deus pra nos confortar, nunca pensei que fosse passar por isso.

  63. Gente o que eu não consigo entender …pq ainda dói tanto foi em 2014 mais….eu ainda sofro com isso…. E oque me dói…e que eu não tive a oportunidade de ver o seu coração bater….foi com 9 semanas👦👼

  64. mão de gemios comentou

    Como começar uma carta destinada a pessoas que eu nem conheci, que palavras usar, não faço ideia, posso usar palavras inteligentes das quais eu não sei o significado, ou posso ser pessoal e usar palavras das quais todos saberão. O importante é que vocês entendam que essas são as mais sinceras palavras de alguém abrindo o seu coração.
    Amor uma palavra com tantos significados e tão usual, mais que expressa tudo que senti no dia 03 de outubro de 2016, um sentimento de amor, a princípio desespero, por não saber qual a reação das pessoas mais importantes da minha vida, meus pais. Saber que dentro de você tem uma vida, um amor crescendo, é tão magico, automaticamente sua vida muda, seus pensamentos, seus desejos, vontades… De repente você se vê mãe, de um ser que você ainda não teve contato algum. Você começa a se perguntar, porque aconteceu isso comigo, não planejei…
    A fixa demora a cair, mais quando cai, tudo o que você quer é ter quem ama ao seu lado, seus pais, seu amor, e eu tinha tudo isso, estava vivendo um sonho do qual não queria acordar, mesmo com todas as responsabilidades, é um sentimento inexplicável.
    Quando fui conhecer vocês, os meus amores, não consegui ouvir seus corações, isso foi devastador, mesmo todos falando, isso é normal, eu já sabia que deus tinha me reservado algo , e que aquele não era o momento , eu não queria acreditar nos meus pensamentos, logo eu me desmotivando assim, não podia acreditar que aquela era eu. Como sempre estive ao lado de pessoas que também os amavam, seus avós e seu pai.
    Eu sei que seria difícil , que escutaríamos as mais diversas ofensas , por não estarmos preparamos para recebe-los, cabia a mim aceitar tudo calada, ouvir e tentar melhorar tudo ate a chegada de vocês . Foi tudo tão rápido, quando percebi já não os tinha mais em mim. Foi devastador, não era a dor do corpo que doía, era a dor da alma, era uma dor latente , que parecia não ter fim, eu perdi vocês , e não há nada nesse mundo que faça eu simplesmente esquecer , eu sei que esse não era no momento a vontade de deus , mas simplesmente falar calma, vai passar, não adiantava, porque não é fácil para quem está vivendo o momento, como eu estava.
    Eu só queria de alguma maneira, expressar o que eu sinto, tentar amenizar essa dor que ainda é latente no meu peito, ainda dói, não é frescura como muitos dizem, pois só quem sente sabe. A vida continua, não mais como antes, suas ideias mudam, sua visão de mundo fica completamente diferente, você amadurece, tem outras prioridades, e vocês trouxeram isso mesmo que ninguém perceba, vocês me mudaram pra melhor.
    Só queria que as pessoas entendessem que não é tão simples apertar o play e seguir em frente como se nada tivesse acontecido, ou te chamar de fresca por você ainda pensar neles como seus filhos, ou por você ainda chorar ao lembrar. Não é depressão nem nada do tipo, sou apensar uma mãe que amou seus filhos incondicionalmente e queria de alguma forma expressar isso em uma carta a eles. Eu me pergunto como seria minha vida com vocês aqui, agora estaria com 5 meses, não sei como estaria… feliz com certeza.
    Meus amores eu sempre orarei por vocês, deus reservou um momento, um dia, uma hora, um minuto, um segundo, para estarmos juntos e estaremos. Eu amo vocês.

  65. ARIANE comentou

    A descoberta de uma gravidez é uma coisa fantástica sem palavras para mensurar a alegria de ter um filho eu fui contemplada com dois ou melhor duas princesas lindas pena que minha alegria durou exatas 24 semanas, no sexto mês de gestação uma de minhas princesas resolveu vim ao mundo e como a mesma ferocidade que elas vieram elas se foram, tive que fazer uma cesariana de urgência e as duas teve que nascer mais pulmão muito fracos para aguentar esse mundão aqui de fora e elas faleceram com 1 hora e 7 horas muito triste você ter que registrar suas filhas e na mesma hora ter que pegar a certidão de óbito onde leio e sempre me doí ver por tudo que elas passaram hemorragias paradas respiratórias entre outras mil coisas , não pude nem se quer ver minhas filhas na verdade tive muito medo de ve-las mortas preferir ter a imagens das duas dando mortais dentro da minha barriga chupando o dedo soluçando e mandando xau …. e novamente não consigo mensurar a dor que é perder um filho me doí muito sonho com elas com seus rostinhos que nunca vi sonho com elas vestidas com as calcinhas bundas ricas que eu comprei com tanto carinho , doí muito, dor que sufoca saber que tenho roupinhas que elas nunca vão usar que tenho um quartinho que elas nunca vão entrar, já faz 9 meses e ainda não sei o porque que isso aconteceu me sentia culpa com raiva de tudo e de todos fico triste ver que muita gente naquele 14 de maio saiu com os filhos pra casa e eu tive que leva as minhas filhas para o cemitério, as pessoas muitas vezes não entendi pq sofremos tanto dizem: bola pra frente, não era pra ser, foi melhor assim, foi deus quem quiz aceite . o tempo pode ate ajudar mais nunca que vou aceitar que vou esquecer eram minha filhas e minhas primeiras filhas vou leva pra sempre comigo … tive muita ajuda de muita gente boa entre elas meu esposo que simplesmente foi meus braços minhas pernas e minha cabeça durante esses 9 meses difíceis eu não desisti eu sei que um dia vou poder segurar meus filhos(a)vou poder ouvi chorar na hora do parto e vou poder tirar a foto do lado deles(as) ver crescer vou poder coloca nos meus braços cantar canções e ninar e historias . eu sei que não sou a única a passar por isso sei que muitas passaram e acredito que dias melhores virão.

  66. Eliana comentou

    Oi tenho 20 anos e estou passando por isso também eu e meu marido estávamos tentando engravidar ate q finalmente conseguimos foi uma alegria imensa estávamos muito felizes ate q numa tarde comecei sentir fortes dores e comecei a sangrar fiquei internada qnd tive alta fui p casa só no outro dia saberia como estava o meu bebe esse seria tbm meu primeiro utrassom foi ai q ouvir a triste noticia q tinha perdido meu bebe q faria 4 semanas. Isso aconteceu recentemente no dia 05/02/2017 e esta sendo muito difícil p me e meu marido lhe darmos com essa situaxao. Mas vou me apegar a Deus vou ser forte e vou conseguir eh bem difícil mas Deus sabe o q faz!

  67. Cristiane Santos comentou

    Tenho 27 anos,sou casada ha 11 anos , tenho um filho lindo de 7 anos e então decidi que estava na hora dele ter um irmãozinho(a) pois bem 9 meses tentando e pra minha felicidade dia 22 de dezembro fiz um teste e deu positivo, já suspeitava desde o primeiro dia de atraso ,( fiz o teste com 5 dias ).A alegria com a novidade foi grande foi o presente de natal da família. Iniciei o pré natal no dia 3 de janeiro fiz uma eco no dia 4 e meu Bebezinho estava com 6 semanas e 5 dias seu coraçãozinho batia de pressa coisa mais emocionante do mundo.O meu medico disse que estava tudo indo bem, pediu exames de rotina e deixou uma guia pra fazer outra eco quando tivesse com 13 Semanas que ja daria pra ver o sexo e mais outra guia caso eu precisasse. Marquei meu retorno para o dia 01/02 e como tinha uma guia de ecografia em maos resolvi fazer uma pra ver se estava tudo bem ,já que estaria no dia 31 de janeiro com 10 semanas e 5 dias .Chamei meu marido e meu filho pra me acompanharem , o entusiasmo do meu filho era enorme por ver seu irmão (a) .Iniciou a ecografia , consegui ver o bebe na tela, virei para o lado e meu filho todo empolgado meu marido explicando pra ele as partes do corpo do bebe, a medica forçava a câmera da ecografia que chegou a doer , até que se virou pra mim e disse : Mãe seu bebê não cresceu nas últimas 2 semanas ( até ai pensei ai meu deus , sera q ele (a) tem algum problema ?) o desespero começou a bater e ela foi falando : Infelizmente seu bebê não apresenta batimentos cardíacos ele não se desenvolveu e não resistiu… Nesse momento meu mundo desabou, meu deus como assim? não to sentindo nada , só pode estar enganada, não pode ser meu filho tao amado e desejado … Ao mesmo tempo eu chorava,tremia e meu marido tentando me acalmar mas tbm tentando acalmar meu filho que ficou assustado com toda aquela situação. Sai daquele lugar com todos me olhando com aquela cara de piedade,a dor na minha alma e imensa .Liguei pra minha mae não conseguia nem dar a notícia.. Resumindo a história , fui para o hospital na noite de terça e tiveram que induzir o aborto já que estava retido, colocaram dentro de mim 3 comprimidos pra poder ter cólicas,sangramento e dilatar o útero. Nessas quase 2 semana que meu anjinho estava sem vida dentro de mim não senti absolutamente nada diferente, nada de cólicas ,sangramentos ou qualquer outro sintoma , parece uma mentira .O procedimento de curetagem foi rápido e voltei pra casa no mesmo dia , por incrível que pareça não estou sentindo nenhuma dor física.. Ah mais meu coração esta em pedaços ,um vazio na alma imensurável.. Muitos falam antes agora do que mais tarde, ontem mesmo na hora de dormir meu marido disse que não era pra eu Chorar ,que já chegava de chorar que mais tarde seria pior ..Mas mesmo assim a minha dor e grande , conversei com Deus pedi que me conforte e que eu compreenda a sua vontade e que me dê forças pra continuar.. Tantos planos ,tantos sonhos interrompidos estou aqui escrevendo pra dividir com vcs o meu sofrimento. Ainda não desisti de ser mae novamente ,meu médico disse que depois de 2 menstruações posso tentar, mas e o medo de passar por tudo isso de volta?Estou perdida ,sem rumo e com essa dor que me corrói que só uma mae que já passou por isso sabe o que eu estou sentindo

  68. Perdi meu bebe hoje faz 28 dias e estou sem chão não seii oque fazer tem hora que fino me perguntando oque fiz de errado .. Pq meu filho não está aqui comigo ? DOI demais meu Deus … 😞 ainda procuro entender o pq de ter acontecido isso pq não pude conhecer meu anjinho mesmo estando tao novinho já amava demais e voltaria no tempo pra fazer tudo diferente 😥

  69. Paloma Joaty comentou

    Ola, tenho 28 anos perdi o meu bebe estava com 13 semanas de gestação minha primeira gravidez foi tudo tão de repente, comecei a sentir muita dor de bexiga sangrei muito eu só rezava e pedia a DEUS que não deixasse nada de mal acontecer com o meu bebe.
    tudo mudou meu mundo passou a ter mais brilho e vida ao saber que carrego ou seja que carregava um anjinho dentro de mim era só alegria, não via a hora de o ter em meus braços e encher-lhe de carinho, amor… Aí veio o pesadelo perdi e nem sei como aconteceu, dói muito a perda não consigo superar fiquei sem chão meu mundo acabou choro todos os dias é muita dor…
    DEUS sabe o quanto eu queria o meu bebe, e nele confio sei que irei ter uma gravidez saudável tenho fé que sim, a dor irá passar porque o meu DEUS esta no comando por mais obstáculos que irei passar nunca perderei a minha fé e perseverança jamais…

    Para as mais que perderam seus filhos não desanimem DEUS é convosco nunca percam jamais a vossa fé tenham perseverança, não percam a batalha…
    Não desanimem não… dará tudo certo… Podem descansar e somente confiar dará tudo certo… Façam a vossa parte e deixe que DEUS faça a dele… Amanhã irão receber o vosso milagre em nome de JESUS…

    DEUS vos abençoe…

  70. Cristiane Faustino comentou

    Bom dia meninas estou passando por essa dor novamente eu perdi a minha primeira gestação com 2 meses em 2011 demorou 2 anos pra mim engravidar novamente hoje tenho uma bebé linda Anna Beatriz de 2 anos e meio descobri que estava grávida novamente já estava de dois meses mestruada normal porque o teste de urina deu positivo ai conversei com meu médico ele pediu uma ultrasson fiz deu que seria gêmeos nossa fikei super feliz já imaginei como seria minha vida com dois mais a Anna infelizmente no mesmo dia descobri que um tava sem batimentos cardíacos e outro tava bem ,mas me deram a esperança desse bebê foi gerado uma semana dps do outro fikei esperançosa mas infelizmente no dia 17/03/2017 descobri q Deus o recolheu e estou gerando só um BB . Eu estou me sentindo muito mau muito triste mesmo não consigo intender porque de tudo isso novamente sempre vou sentir a falta desse bb vê seu irmão ou (a) aqui não vê outro vai ser muito dolorido eu não consigo esquece o primeiro até hoje ainda choro estaria com 5 anos hoje esse bb não está aqui .Dou graças a Deus por ter a Anna hoje ela venho pra soma mto alegre não me deixa queta um minuto isso tá me ajudando pq eu só consigo chorar e fazer algumas perguntas qd estou sem ela pq ninguém intende esse momento só Deus e alguém q passou por isso sabe o quanto é difícil ..mas Deus restitui a alegria vem pode demorar um pouco mas ela chega

  71. Fernanda comentou

    Tenho 38 anos e duas gestações frustrantes, planejei minha primeira gravidez comecei com os medicamentos 4 meses antes, não esperava engravidar tão rápido pois sempre tomei contraceptivo, assustei de começo, tive muito medo, mais já estava adorando a situação roupas apertadas seios grandes, enjôo, azia, mais com 12 semanas foi tirado de mim o sonho de ser mãe, tive um aborto retido ,pelas contas do médico a mais de uma semana, passei muito mal naqueles dias, mais achava que era meu corpo se adequando, sofri muito qdo o médico falou que não tinha mais batimento cardíaco, me senti um lixo, pois não consegui segurar uma semeninha que seria meu baby, tantas expectativas tantos sonho, tantos medos e veio tdo ao chão, fiquei pior ainda quando me deram um remédio para meu corpo expelir meu filho, logo eu que discriminava quem tomava, me recuperei mais sentia muito,engravidei de novo em 2016 está gestacao veio para me fortalecer pois o que passei o que sofri só uma mãe sabe, apesar de não ser ainda, pela surpresa minha,era uma gravides tubaria não tive tempo de passar a mão na minha barriga e falar que já o amava muito, fiz 4 trans para o médico poder achar o que eu tinha foi um choque, de novo fracassei.mais sei que Deus olha por mim e um dia vou conseguir. Depois de tdo isso descobri que meu útero é septado.

  72. Lucimeire comentou

    Gostei muito de ler esses relatos. Pois estão me ajudando a superar minhas perdas. Faz 2 dias que perdi meus anjinhos. Está muito dificil

  73. Daiane comentou

    Perdi meu bebê com 8 semanas em outubro do ano passado, a dor não diminui só está aumentando cada mês que vai se passando fico imaginando como ele estaria, o tamanho da barriga e agora imagino que era pra ele estar pra chegar. Não consigo aceitar nem superar tudo isso, já não estou mais dando conta

  74. Olá Tata, hoje faz 1 mês que perdi meu bb, está doendo demais, mais isso foi uma das consequências de me afastando de Deus, duranta as 10 semanas que estive grávida acabei me apaixonando pelo pai do meu BB, mais sei que é um amor proibido. Mais oq mais dói e acorda de manhã e não ver a barrinha aparecendo e saber que tudo não passou de um sonho

  75. Mamãe fiel comentou

    Oi Tata!
    Perdi meu bebezinho ontem! Estava de 8 semanas.
    Tenho 38 anos e fiz tratamento para engravidar, tenho baixa reserva ovariana. Fizemos inseminação artificial, foi tudo muito bem! Todos exames estavam bons! Reagi muito bem a todas as medicações. Até conseguir meu embriãozinho perfeito! Dia 13/05/17 ele foi transferido para o meu útero. O amor me inundou desde aquele dia! Saber que ele estava ali dentro de mim! Temos uma capacidade tão grande de amar! Deu tudo certo! Após 2 semanas fiz o Bhcg e deu super positivo, depois repeti em uma semana e continuava positivo. Então era hora de começar o pré natal. Na primeira ecografia o susto bradicardia ( o coração dele batia menos do que deveria). Na outra semana repeti a ecografia e continuava bradicardico e não havia crescido como deveria, mas como toda mãe eu não desisti do meu bebezinho! Mesmo a médica falando que eu iria perder ele!
    Quarta dessa semana voltei para repetir o exame e ele não apresentava mais sinais de vida! Perdi meu chão!

    Aí ter que fazer curetagem….ver as outras mulheres saindo com seus bebês no colo e eu saindo com o meu em um pote para levar para exame! Muito doloroso!!!
    Como amei e continuarei amando meu pequeno anjo!
    Sei que Deus me dará o consolo e para todas vocês também! Deus escreve certo por linhas certas, nós que não entendemos! Peço a ELE que me dê sabedoria para entender os propósitos DELE!
    Um grande abraço

    1. Neci barbosa respondeu Mamãe fiel

      Só Deus sabe o tamanho dessa dor …eu tbm carreguei meu BB em minha mão por alguns segundos… agradeço a Deus por ter carregado em minha mão…fui mãe mais uma vez…..o q eu mais queria era carregar em meus braços.mais Deus sabe de tudo…

  76. Juliana Sá comentou

    Hoje faz 1 semana que descobrir que meu filho estava sem nenhum batimento cardíaco, é isso me dói tanto . Minha primeira ultra , aonde eu ia ansiosa para escutar seu coraçãozinho. Estava de 9 semanas , quando eu vi aquela coisinha na tela meu coração não aguentou , nossa quase pulou de dentro , mais em 1 segundo meu mundo desabou , eu sabia que havia algo errado , eu sabia , a moça da ultra logo colocou para sair o áudio e ficou em silêncio, um silêncio que acabou comigo, pq sabia que tinha algo errado ali , e bastou apenas 1 minuto para ter a certeza de tudo que meu coração estava sentindo . Sim ele(a) estava sem nenhum batimento cardíaco.

  77. Neci barbosa comentou

    Hoje 06 de julho faz um ano q perdi meu BB com 8 semanas ..meu mundo virou de pernas para o ar quando fui fazer minha primeira ultrassom e não ouvi seu coraçãozinho bater.foi a notícia mais triste da minha vida..eu nunca imaginei q pudesse acontecer comigo, agente nunca tá preparado para isso…eu nem pude saber se era minha sara ou meu guerreiro Davi…mais Deus sabe de tudo e creio q meu BB tá com ele no céu e q um dia verei..um dia vou ter em meus braços…isso é q me sustenta…. tenho uma filha de 7 anos ela é minha inspiração, minha amiga, minha companheira… tenho um sonho de ter 3 filhos…tô pedindo a Deus força e coragem para q ele possa realizar meu sonho…a dor é grande… só Deus para nos dar força….

  78. Sandra g silva comentou

    Oi Thata no dia 19/06/2017 meu anjinho criou asas e voou pra junto de Deus, estava com 6 semanas meu marido e eu estávamos felizes, mas tive um sangramento e fortes dores chegando no hospital a triste notícia estava tendo aborto espontâneo tive que fazer curetagem hoje tem 17 dias que meu anjo me deixou me sinto vazia, triste impotente choro todos os dias tenho 39 anos e seria o primeiro filho mas creio nas promessas de Deus, e obrigada pelas palavras e msg.

  79. ANA PAULA comentou

    Hoje faz 15 dias que perdi minha bebe com 19 semanas, estava tudo bem ate então, descobri que era menina pois ja tenho um menino de 1 e 8 meses, estava tao feliz , no dia seguinte tive um sangramento, fio para o hospital e la disseram que estava com 4 dedos de dilatação, minha bolsa estava ja saindo, fiz ultra e a bebe estava bem, estava se mexendo tudo ok com ela ,disseram que nao tinha que fazer … me colocaram de repouso e de uma traca de quarto a bolsa estourou , ou seja nao tinha mais jeito ,mesmo ela viva, induziram o aborto , a pior decisão ou eu ficava la mais nao tinha chance dela sobreviver e eu pegar uma infecção ou induzia ela nascer com 19 semanas …. como doi isso
    Sinto um vazio , nada preenche, estou me esforçando para nao pensar me dedicar ainda mais ao meu pequeno , mais nao da , parece que vou ficar doida, mais Deus sabe o que faz

  80. Cláudia comentou

    Perdi minha filhinha a 3 dias,foi horrivel quando fiz a Eco e ela não mexia no dia 14.08.17 ela fazia 24 semanas no meu ventre
    Eu n sei se consigo superar esse vazio depois de tudo que eu passei.toda minha familia Esteva contra a minha gravidez mas eu tava nem ai,eu amava a minha menina e ja estava ansiosa pra assegura-la nos meus braços logo n primeira semana de dezembro
    Tou tão acabada que nem sei o que fazer só sei dizer que Deus é pai e ele sabe o que é bom pra nós.obrigada pela carta
    Me ajudou um pouco e com o tempo acredito que a raiva vai passar…

  81. eu engravidei aos 15, foi um baque, pois eu sou nova, meus pais sempre conversaram comigo e eu ainda não estava com o pai do bebe, ele era meu ex. sabe aquele ex que não importa o tempo que passe você ainda o ama? mudei de cidade para esquece-lo, e novamente Deus fez com que nos encontrarmos novamente, e foi ai que tudo aconteceu… meses se passaram, e aquele medo ja havia ido embora, com apoio de alguns amigos e familiares, eu estava feliz. eu sempre sonhei em ser mãe, e Deus me deu um filho do homem que eu mais amava, com o tempo, eu não ligava mais para ele e nem para ninguém, meu filho veio e me fez esquecer todos aqueles que me faziam ou ja me fizeram mal, eu estava completamente feliz e apaixonada pelo meu anjinho, cada chute, cada enjôo, cada momento, era especial, eu babava na barriga, olhava roupas de bebe quase todos os dias, ele era a melhor parte de mim, quando fiz 4 meses e 4 semanas, tive um sangramento, fui ao medico, e ele disse que meu anjinho não estava mais vivo, que o meu corpo mandou para fora, pois ele iria nascer doentinho, talvez com má formação ou talvez nasceria morto…. eu não sabia o que dizer, o que fazer e muito menos o que pensar, eu apenas gritava, fiz curetagem e a dor eu nem liguei, eu so queria o meu anjinho, queria sair de lá com eles nos braços, eu me perguntei o pq? pq cmg? pq DEus estava fazendo eu sentir essa dor imensa.. sai do hospital, e eu pensava em todas as formas de me matar, eu so queria encontrar com o meu pequeno anjo, nem que fosse pela ultima vez. eu queria me despedir e dizer o quanto eu o amo, a saudade não cabe mais em meu peito, ninguém entende o que eu to passando e todos dizem “você é nova, vai ter outro” NÃO! UM FILHO NÃO SUBSTITUI OUTRO!!!!!!!

  82. Simone comentou

    Lendo todos os relatos e ainda assim não é fácil superar um aborto com 9 semanas e depois de 3 anos perdi minha Mariana com 36 semanas com nó verdadeiro no cordão. Estou bem mas não tem um dia que não lembro do seu rostinho.

  83. Claudilene comentou

    Eu perdi meu André no dia 5de Setembro de 2017. Tava tudo certo com minha gravidez e na hora de nascer ele infelizmente tava morto. Não consigo entender o que aconteceu. Só consigo chorar e mais nada😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭quero meu bebê de volta😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

  84. Cleane Lima comentou

    Perdi o meu bebê com 8 semanas de gestação no dia 10 de outubro de 2017. Tive um pequeno sangramento, sem sentir nenhuma dor, fui no médico e fiz uma ultrassonografia na esperança de ver meu pequeno vivo, de ouvir o coraçãozinho dele pela primeira vez. Mas a resposta foi simplesmente o silêncio do seu coração. Ele já não estava vivo, seu coraçãozinho não batia, a notícia foi que tive um aborto retido. Seria minha primeira gravidez, estavamos todos felizes na esperança de que o meu bebê mudaria nossas vidas. O difícil foi aceitar que ele se foi.
    Mas Deus sabe de todas as coisas, acredito que Ele quer o melhor pra todos nós. Por mais que meu bebê estava tão pequeno e frágil, ainda choro muito 😭 Confio em Deus e da mesma forma que Deus me deu o conforto, eu peço a Ele que dê o conforto para todas vocês que passaram por isso, e pela perda do seu filho já maiorzinhos.

  85. Amanda comentou

    Estou sem chão, meu bebê está aqui, mas não está. Meu diagnóstico hoje é aborto retido. Descobri a gravidez com 6 semanas de gestação, tentei por anos engravidar, não tinha mais esperanças e eis que meu milagre chegou, ouvir o coração do bebê batendo dentro de mim foi o melhor som da minha vida, o bebê estava bem porém o saco gestacional estava menor….iniciei a medicação, 15 dias após o bebê progrediu mas o saco gestacional não, meu pior pesadelo não havia batimentos cardíacos por 2 ou 3 dias, agora estou aqui, aguardando a natureza agir, é uma dor que parece que nunca irá cessar. Não sei o que fazer.

  86. Larissa comentou

    Eu acabei de perde meu anjinho, estava com 11 semanas já iria fazer 12 semanas segunda-feira, nesta terça-feira eu estava super bem não sentia nenhuma dor, quando foi na quarta-feira eu já acordei meio estranha e com poucas dores e quando foi mais tarde mais veio um leve sangramento fui para uma maternidade mais próxima, chegando lá o Dr. disse que era só para fazer uma ultra-som e volta lá, mais as dores só aumentava e já era 1h da manhã quando foi 4h da manhã eu fui ao banheiro e lá saiu varios bolos de sangue ( eu já sabia que estava tendo um aborto espontâneo, mais eu não queria acreditar nisso pois era meu primeiro bebê) então meu esposo ligo para a samu, quando eu cheguei ao hospital a médica fez o toque e disse que eu estava tendo um aborto espontâneo então eu comecei a chora pq eu realmente não estava mais com meu neném no meu ventre, eu já sentia ele estremes-se na minha barriga eu já amava ele incondicionalmente ele já era a minha vida. Então quando eu cheguei em casa recebi varias visitas na frente delas tento SER FORTE e tento não chorar na frente delas mais quando estou só só me vem à lembrança da minha barriga grandinha de sabe que meu neném estava crescendo aqui dentro. E agora saber que ele se foi para o céu 😭😭😭.
    É muito triste vc está na maternidade e ver varias mamãe com seu filhos nos braços e saindo todas feliz com seu neném no colo e vc saindo sem o seu 😭😭😭

  87. iara comentou

    Boa tarde,

    Linda sua carta.
    obrigada pela lindas palavras realmente muito dificil esse momento.

    Obrigada!

  88. Victoria Esteves comentou

    E como doi , perdi o meu com 9 semanas na primeira ultrassonografia já n escutei o seu coração foi horrível nao queria e nao quero acredita que perdi meu bebê , fiquei uma semana no hospital quase morri de infecção hospitalar mais a pior dor foi ver todas ao meu redor com lindos e perfeitos filhos e eu saí sem o meu 😢😢

  89. Helaine comentou

    Perdi meu anjinho no dia 8/11 com 10 semanas. Foi muito doloroso ver pelo monitor que ele estava ali, mas seu coração já não batia com o meu. Foi tão sonhado e tão desejado, mas agora me deixou. Realizei aquele procedimento triste chamado de curetagem em uma maternidade e enquanto esperava ouvia outros bebês nascendo, chorando, corações batendo… O pior de tudo é que agora sinto que o meu marido me rejeita. Ele disse que não consegue mais olhar pra mim pelo mal que me fez. Está totalmente descontrolado. Estou vivendo um pesadelo. O que tem segurado a minha barra é a fé da minha mãe, mas às vezes sinto vontade de morrer.

  90. Carolina comentou

    Dia 14 de novembro começou um sangramento. Fui no hospital e obstetra falou que o colo do útero estava fechado. Passou utrogestan e buacopan e fui pra casa. Passei a noite ansiosa. No dia 15 passei o dia inteiro em repouso. O sangramento diminuiu, mas à noite aumentou bastante. Mas eu ia esperar amanhcer para fazer a transvaginal. No entanto, fui ao banheiro e além do sangue, saiu também um coágulo. Me desesperei. Eu, minha irmã e meu marido corremos para o hospital. Mas eu sangrava muito. Antes do atendimento o sangue escorreu pelas minhas pernas. Quando consegui ser atendida, o médico, muito frio, fez o toque levantou a não com um coágulo e disse: “olhe!”. Como se não tiveasr nenhum significado para mim. Ele colocou na ficha que era o saco gestacional. E me enternou. Passei a pior noite da minha vida. Me sentindo sozinha, oca, de coração partido… E é assim que me sinto. Como tinha pouco coágulo no meu útero, passei pelo procedimento “AMIU”, que é menos invasivo do que a curetagem. Só recebi alta no dia 18, pois não tinha médico para me atender. Fiquei 27 horas sem me alimentar, para fazer o AMIU. Ouvia choro de crianças, mães caminhando com seus filhos recém nascidos e eu sem o amor da minha vida comigo. Mru filho foi planejado, desejado, querido pela família inteira. Sei que Deus não me tirou ele. Já era de Deus. Mas isso não faz eu me sentir melhor. Não quero ver ninguém, não quero que ninguém pergunte nada. Não tenho que explicar. Recolhi o material para biópsia, pois a enfermeira disse que posso saber a causa. Ninguém sabe conversar, sempre ouço algo que machuca. Sei que é sem maldade, mas também sei que muitos são apenas curiosos. Eu não sou mais quem eu era. Eu mudei alimentação, hábitos… etc. Mas nada disso adiantou. Eu sei que nunca vou saber o porquê. Mas queria entender o propósito. Tenho fé que Deus nos dará essa graça de sermos pais. Mas hoje não está fácil ser feliz. Eu sei que vai passar. Passei 2 meses para conseguir engravidar e rezava para que todos conseguissem também. Hoje eu convido vocês a rezarem junto comigo por todas as mães estão nessa mesma situação e que nenhuma gestante passe pelo que nós passamos. Amém. Entreguemos toda a nossa vida nas mãos Daquele que está acima de todo nome: DEUS!

  91. Larissa comentou

    Já faz 8 meses que perdi meu bebê e não me conformo, nunca me conformei, é um vazio muito grande que sinto, mesmo sendo acolhida por pessoas que me amam é um grito que ecoa em meio ao silêncio do meu olhar, não consigo falar, não consigo expressar, escondo muitas vezes a dor atrás de um sorriso convincente confesso, mas dentro de mim só Deus sabe como está, tudo que vc falou é verídico agente se culpa e muito, busca explicar o inexplicável, sei que no fundo foi só a soberana vontade de Deus prevalecendo sobre minha vida, porque ele não conhece só o hoje mais também o futuro mais não deixa de passar na nossa cabeça o porque de tudo aquilo, ainda mais pq desde a descoberta vc faz tantos planos, é tanto amor. Fico imaginando qual seria o sexo dele, se seria parecido comigo ou com pai, se eu seria uma boa mãe, imaginava o chá de fraldas, o momento em que ouviria seu choro, e num piscar de olho aquilo tudo se foi, infelizmente, e hoje só uma saudade ficou, e vou ser sincera, parece que quanto mais passa o tempo mãos essa dor aumenta em mim. Eu tenho essa ferida em mim Ainda aberta e espero que logo logo cicatrize porque fácil não tá sendo!

  92. Mi Monteiro comentou

    Oiiii, quanto conforto encontrei lendo esse texto tão simples e repleto de sentimento… Hoje faz 10 dias que passei por curetagem,13 que descobri ser mãe de um anjinho. Nós sempre desejamos muito ter uma família, um ano após nosso casamento parei o anticoncepcional e 3 meses depois nossa primeira benção já estava na minha barriguinha. No dia 16 fomos muito ansiosos fazer a primeira ultra, louquinhos pra escutar o coraçãozinho do nosso Amor; ouvir do médico que não haviam batimentos cardíacos foi a pior notícia da vida! Não conheci o sonzinho de suas pulsações, mas é vivo em mim o amor e a saudade… Todo dia converso com Deus par que Ele cuide do meu bebezinho por mim e me dê forças pra superar, tem dias mais tranquilos e dias de muito choro. O medo é grande, mas sei que no tempo de Deus ficará tudo bem novamente.

  93. Kelly comentou

    Boa noite,quanto conforto encontrei nesse texto. É tão difícil superar essa dor que me segue pela perca do meu bebê, tinha 7 semanas, fui submetida a uma cirurgia de emergência tive que tirar meu bebê, foi para as trompas no meu caso a trompa direita. Foi tão difícil, um vazio imenso ficou em meu peito. Na época, eu não sabia que estava grávida! Recebi a notícia na hora do médico! mais também soube que teria que tirar por quê se não eu morreria, naquele instante meu mundo caiu, estou tentando seguir em frente ele esta tão vivo em meu coração. Obrigada pelo lindo texto! Pelas palavras de conforto.

  94. Taty comentou

    Sai ontem da mesa de curetagem…
    Éramos em 4, sonhamos em ser 5, por 7 sublimes e lindas semanas fomos, como eu, meu marido é meus dois filhos tanto desejamos…
    Tenho um sentimento dúbio… Sinto que não tenho direito de me sentir triste pq tenho meus meninos, mas ao mesmo tempo um buraco parece arder no meu coração pela falta que esse bebê que nem nasceu já faz…
    Estou tentando não transparecer minha tristeza… Choro sozinha… Preciso ser a rocha firme do meu lar, pq com a nossa perda meu marido se desestabilizou emocionalmente a ponto de ter uma ameaça de infarto… Não tem sido fácil…

  95. Tati comentou

    Não sei o que dizer… já faz um tempo que passei por esta dor… às vezes parece que esqueci, que segui em frente, mas sempre me vem a dor de não ter, de não saber, de imaginar como ele estaria…
    O que acabei de ler foi tão presente e verdadeiro, uma pureza de sentimentos… é inexplicável o amor que sentimos por alguém que não chegamos a conhecer… Hoje a minha palavra é saudade.

    Obrigada por sua carta.

  96. Aline comentou

    sabe aquela sensação de que vc está sonhando, ou pior num pesadelo. Minha primeira gravidez, em um mês tentando engravidei, não tive enjoos, fiz o primeiro ultra-som e estava tudo certo. Tomei a medicação que o médico mandou, resolvi com 10 semanas fazer o exame da sexagem fetal, a família e amigos todos empolgados. Fiz o chá da revelação e foi uma alegria. Infelizmente na mesma semana tive um pequeno sangramento, fui sábado fazer o exame de ultrassom e descobri que o coração da minha menina não estava mais batendo, pior que o feto parou de se desenvolver com 8 semanas. E eu já estava de 11 para 12 semanas. Optei em fazer a corretagem, não queria o bebê morto dentro de mim. Isso um dia antes do Natal. Não quero ver ngm, a família não entende que eu quero ficar sozinha… como pode né , vejo mães drogadas, moradoras de rua, sem acompanhamento médico, pré natal dando à luz , pessoas que tem os seus filhos e jogam no lixo… e depois vem com A frase Deus sabe o que faz …

  97. Ana comentou

    Hj está sendo o pior dia da minha vida…acabei de descobrir que irei sofrer um aborto em até trinta dias….fiz a ultrassom na sexta passada e o médico falou que não ouviu os batimentos cardíacos do nenê…sair de lá arrasada…pois ele falou que a gravidez iria ser interrompida naquele momento por uma má formação genética…mais ainda sim tive uma esperança de minha médica dizer ao contrário disso….mais qdo eu entreguei a ultrassom ela só confirmou o que o médico da ultra falou…ate agora não tive sangramentos algum.. .mais ela falou que irei ter em até trinta dias….se não acontecer eu o sangramento irei pro hospital fazer a curetagem….estou arrasada…nao sei oq fazer da minha vida….

  98. Ellizana comentou

    Oi, eu tenho um filhote de 4 anos, ele é a razão da minha , e esses dias está sendo mais e mais …
    No final de dezembro 2017 descobri que estava grávida,levei um baita susto , pq não foi nada planejado, mas ficamos muito felizes aqui em casa , e torcendo por uma menina , pois a minha cunhada está grávida de mais um menino !
    Logo que descobri a gravidez ,fui começar o pré -natal , consulta e ultrassom marcados ,para o dia 16 de janeiro … Enquanto isso aqui em casa fazíamos testes superticiosos para saber o sexo do bebê, e só dava menina , já tinha até nome Manuela … Fazíamos planos , lista de chá de bebê e tudo mais ! Enfim chegou o dia da ultrassonografia, esperei por mais de uma hora , mais de 25 pessoas naquela sala , e chegou a minha vez , o obstetra olhou pra mim e disse, – ‘ Olha o bebê está firme e forte, você está de 8 semanas e 1 dia ! Eu apenas sorri …
    Por um momento ele parou,olhou para mim como quem procurasse um jeito de dizer alguma coisa , eu esperava tudo , menos isso .. ele começou a me perguntar , se eu não senti dor , ou tive sangramento , eu prontamente neguei , pois não havia sentido ou tido absolutamente nada , muito pelo contrário , eu me sentia super bem , e muito enjoada .. então ele disse – Eu sinto muito mais o bebê está sem BCF(batimentos cardíacos) , eu fiquei completamente desnorteada, ele mandou eu ir até a médica e perguntar o que fazer dali para frente … Eu não entendia eu não queria acreditar , eu não sabia para onde ir , eu fiquei parada olhando para ele e sua assistente por uns 20 minutos, e perguntei, vocês estão me dizendo que o bebê está morto ? E eles não conseguiam olhar e nem falar comigo , apenas acenaram com a cabeça que sim , então eu saí da sala e continuei sem saber para onde ir , fui para o corredor do hospital liguei para minha mãe , e comecei a chorar , bem na hora chegaram meu filho e meu marido , aí foi que eu desabei mesmo , ao invés de ir até a médica eu fui para casa , eu orei tanto , pedi tanto a Deus para ser engano , eu pedi desesperadamente a Deus pela vida daquela criança que estava dentro de mim … Então tive forças de voltar a médica , e ela me deu esperança , ela me encaminhou para outro hospital , disse que já tinha ocorrido casos assim lá , e que foram engano.. Fui ao outro hospital, e lá me deram mais esperança , me pediram para esperar até a terça – feira da semana seguinte , para fazer uma nova ultrassom, então fui para casa esperar ! Acreditei que Deus faria um milagre , que tudo aquilo foi engano , acreditei ,que o meu bebê estava vivo dentro de mim e que o obstetra estava com problema naquela máquina do hospital ! Passei o dia bem , o dia seguinte ótima… Mas, na quinta -feira , acordei às 7:00. E quando foi 7:30 começou o terror , eu estava sangrando , e com cólicas bem fraquinhas , corri para o hospital , quando desci do carro , um mar de sangue desceu junto comigo , foi horrível, fui direto para emergência , e logo após para a maternidade, fizeram exame de toque e me disseram que infelizmente eu estava perdendo o meu bebê , eu não tinha perdido a minha fé e a minha esperança , eu estava pedindo a Deus , pedi e pedi desesperadamente .. Mas chegou a hora de fazer a curetagem , daí um pedaço de mim morreu , morreu a minha alegria , a minha vontade de ver as pessoas , morreu muita coisa em mim ! Tá sendo difícil , pois as pessoas olham e dizem ah tava novinho , é ruim para quem perde quando está com 6 meses , ( pode ser mais difícil sim , mais não dói menos , a dor da perda é a mesma em qualquer circunstância ).. ah você tá nova , faz outro( não tá doendo porque eu queria mais um filho e não consegui , tá doendo porque eu perdi um ).. ah melhor assim , do que vim com doença ( gente , não me importa, eu só não queria ter perdido ) .. sei que vai parecer injusto oq vou dizer agora , mais é oq me vem a cabeça nessa hora .. ah Deus sabe oq faz ( Se foi Deus , pq ele me deu , esperou eu gerar um amor por essa criança pra depois tirar de mim ?
    Às vezes acho que estou ficando louca , ainda sinto enjôo, ainda olho para minha barriga e vejo batimentos nela fora de frequência com o do meu coração .. e o pior , não consigo olhar para minha cunhada , não consigo ficar no mesmo ambiente que ela , está me doendo muito , não consigo ouvir todos falarem da gravidez dela e saber que eu não estou mais grávida … Não posso ver uma grávida que quero chorar e me enfiar num buraco ! Não sei oq fazer !

    1. Bárbara respondeu Ellizana

      Oi. Comigo não foi diferente, no começo foi tudo difícil, no dia 26 de novembro 2017 fiz meu primeiro teste e deu positivo, pois não quis acreditar e fiz mais 4 testes , por fim fiquei meio assustada , pois sou nova e tinha planos , fiquei com medo de não saber lidar com a vida nova que estava por vim. Escondi de todos até quando deu , Mas tava difícil de aceitar a nova vida que está por vim , tentei e tentei esconder, meu corpo estava mudando e mudando , comecei a sentir enjoos , vomitava tudo q comia era enjôo atrás de enjôo , não conseguia ter relações com meu esposo pois aquela notícia , aqueles enjoos , corpo mudando, sem ter com quem desabafar estava me deixando de auto estima baixa até que um dia 14 de janeiro 2018 eu descobri que meu esposo estava prestes a me trair foi quando eu resolvi contar o que estava acontecendo , porque eu não estava mas dando atenção, e disse q estava grávida e não está sabendo lidar com notícias tinha medo … E ele ficou sem chão , querendo entender o pq deu esconder isso dele … Eee eu explicava e explicava , mas nada adiantava , nada fazia ele entender os meus motivos .. foi quando no dia seguinte resolvi bater a primeira ultra . Quando vi pela primeira vez aquele bebezinho tão pequenino , não tinha emoção q faltasse , e quando ouvi seu coraçãozinho pela primeira vez parecendo uma escola de samba (RS) as lágrimas escorreram sobre meu rosto, era tanta emoção , sinto como se fosse hj foi amor a primeira vista, meu coração batia forte , parecia que ia sair pela boca . Já comecei a pesquisar nomes vê roupinhas , vê as coisas pro chá , e escolhi os nomes , Manuella ou Davi . Estava com 11 semanas, era emoção com mistura de medo , pois tinha que contar pra família , e tinha medo do que iria escutar , mas graças a Deus foi tudo tranquilo até que faltava duas pessoas, meu pai e minha irmã eram os mas chatos … Tinha certeza que não iriam me apoiar, mas tinha q contar , dias passaram , a barriga crescia tão rápido que eu tinha q tomar coragem logo para contar foi então que decidi falar com minha irmã dia 31 de janeiro . Não acreditei no q lia , ela estava feliz ( pq não contei antes ) pulava queria gritar , então com ela decidi q no dia seguinte contariam os para o papai ( chorei tanto ) foi quando as 1h da manhã comecei a sentir dor , não sabia o que era realmente , me virava pra ela , e pra cá foi quando me levantei pra ir ao banheiro minha bolsa estorou comecei entrar em pânico , comecei a perder sangue , e MT sangue e o desespero era tanto meu esposo não estava acreditando no q estava acontecendo fomos correndo para o hospital e chegando lá quando fui bater a outra ultra foi o dia mas triste .. perdi meu líquido todo , mas meu bebê tava ali lutando e respirando com dificuldade Mas tava ali vivo dentro de mim e eu tinha a esperança que meu liquido ia voltar e ia sair dali bem .. No dia seguinte fui bater outra ultra mas não , não tinha liquido e ele está vivo não sabia o q fazer decidi esperar pois tinha fe q tudo ia terminar bem .. Mas não , no sábado tinha pego um infecção MT alta , tudo se complicou , fui obrigado a colocar remédio para fazer o aborto , foi horrível , e quando senti tudo aquilo queria morrer … Foi o pior dia da minha vida até hj tá sendo difícil mas peço todos os dias forcas pra seguir em frente é que ele (a) fique bem onde estiver é que me perdoe !!! É que Deus conforte nossos corações . Bjos

    2. Cris respondeu Ellizana

      Como Ellizana também tenho um filho de 4 anos, é minha razão de viver. Mas como digo e acredito nem um filho substitui o outro. Nos ultimos três anos tive 4 abortos espontâneos, é uma dor emocional sem explicação, o primeiro aborto todos que convivo tanto na família quanto no trabalho sabiam, os demais eu escondi, apenas meu marido e eu sabemos, preferi assim, ñ queria ninguém falando coisas que me magoassem ainda mais, tive os abortos sempre entre 6 e 7 semanas de gestação, é embora não fosse tanto tempo pros outros para mim era sim, na última vez eu consegui ver o bebê e ouvir seus batimentos na ultrassom, é algo inexplicável. As pessoas dizem que sou nova e tenho tempo pra tentar de novo, mas a expectativa do que poderia ter sido dói muito e as pessoas que nunca passaram por isso ñ compreendem, até se compadecem, mas não entendem. É uma vida que se foi. No primeiro aborto me questionei muito, questionei Deus, mas ñ adianta pois nada mudaria e nada mudou, sou grata a Deus por tudo que faz por mim. Acredito no seu pode e na sua misericórdia, ele sabe de todas as coisas, é só ele sabe o que poderia ter sido se tivesse seguido com as gestações adiante, prefiro acreditar que nos poupou de um sofrimento maior como o de ver um filho impossibilitado de se desenvolver e seguir uma vida com saúde, pai e mãe não são eternos, é não aguentaria colocar um filho no mundo que não pudesse se defender quando não mais estivesse ao seu lado. Enfim, dói muito, mas não culpo Deus, pelo contrário sou grata por ter me permitido ter o filho que tenho hoje, não sei o que seria de mim se tivesse que passar por tudo isso se não tivesse ele comigo.
      O tempo tem passado mas a dor não, as pessoas dizem que vai passar com o tempo, mas será? Não sei acho que o tempo vai passar mas a dor não, acredito que quem sabe passarei a aprender a conviver com essa dor.
      É uma mistura de sentimentos, frustração, impotência, constrangimento, enfim e um turbilhão de emoções.
      Queria muito ter outro filho mas não consigo segurar em meu ventre, só peço a Deus que não mais permita que eu engravidei se não for dar certo até o fim, se for pra ter aborto ou que tenha problemas físicos ou neurológicos que façam esse serzinho que de qualquer maneira seria amado, passar pordificuldades que eu não possa ajudar ou compensar.
      Enfim ñ quero que me julguem, quero apenas ser respeitada, cada um sabe das suas dores e vive de maneira como consegue suportar.
      Deus me perdoe por questionar, sou humana e não sou perfeita, te agradeço pela vida do meu filho, é por acolher os que não pude ter em meus braços. Tu sabe de todas as coisas, é eu seria egoísta de mais se ñ compreenderia que fazes o melhor pelos teus filhos, é se o melhor para os que perdi fosse que fossem para ti eu assim te agradeço senhor, só peço que tire essa dor e esses sentimentos ruins do meu coração. É Deus só permita engravidar de novo se for pra dar certo, se não me livra desse cálice. Amém

    3. Cris respondeu Ellizana

      Eu como tu Ellizana quando vejo uma grávida me sinto frustrada estranha, ñ é inveja, é estranho, sensação de impotência, constrangimento, enfim e uma sensação angustiante. Meu último aborto foi em 13/01/2018, é recente, 4 abortos em três anos, é difícil, mas que Deus tenha piedade de nós e conforte o nosso coração.

  99. Adriana comentou

    Não dá pra explicar o quanto dói saber que o bebê que eu tanto desejei se foi… eu tenho 35 anos e meu maior sonho era ser mãe, há 1 ano estava tentando, quando em fim veio o meu positivo, sem palavras para expressar a alegria que senti, já percebia mudanças em meu corpo, e meu coração faltava explodir de felicidade, os planos e sonhos para aquele bebê já dominavam meus pensamentos e eu imaginava que seria pro resto de minha vida, me sentia no paraíso, até que de repente senti novamente meu corpo mudar, o medo veio, mas minha médica e também pessoas próximas que já tinham tido filhos me diziam pra ficar tranquila pois não sentiria os mesmos sintomas todo o tempo, tentei relaxar e voltei a sonhar… de repente meu sonho virou pesadelo, estava com 6 semanas, no dia 06/03 comecei a ter um sangramento, corri pro hospital, fiz ultrassom e a médica não viu nada, pediu pra repetir o exame de sangue (HCG), no dia 07/03 meu sangramento aumentou e o exame confirmou que havia sofrido um aborto espontâneo, saí do paraíso direto para o deserto, meu maior sonho se transformou no meu pior pesadelo. Foi pouco tempo com meu bebê, mas o meu amor por ele já era infinito, como suportar esse vazio? Eu creio que Deus sabe o que faz, mas não é fácil suportar essa dor, e o medo de não conseguir realizar o sonho de ter um filho nos braços, de ver crescer, porque mãe agora eu já sou – mãe de anjo.
    Só quem já sofreu essa experiência sabe o tamanho da dor, vejo meus sobrinhos e penso em como seria o meu bebê, se seria menina ou menino, se pareceria comigo ou com o pai, são tantos se….
    Peço à Deus que me dê forças para continuar…

  100. Boa noite!
    Estava eu aqui pesquisando na internet para amenizar essa perda que mesmo que inicial dói! Achei até que seria forte e nunca tive inveja de ninguém,mas hoje vi uma conhecida postar foto da bebê que nasceu com o nome que eu quero e foto com o mesmo obstetra isso cortou meu coração e chorei chorei mtt sozinha. Soube segunda que perdi com 7 semanas…eu e meu noivo ficamos arrasados pois fomos de uma felicidade única e desejada para o luto. Mas já entreguei a Deus e ele já estava me preparando pois estava pressentindo que algo não estava normal.

  101. Bianca Valentim comentou

    Bem ,hoje faz exatamente 4 dias que tive um aborto espontâneo …E estou me sentindo vazia,mesmo com dois meses de gestação eu o (a)amava de um jeito inexplicável,é o sonho do meu marido ser pai e o meu ser mãe ,A tristeza inundou a minha alma,e a solidão se alojou no meu coração,minha mente não sabe mas o que pensar é difícil desfazer todos os planos de um dia para o outro … Eu sei que sou nova apenas 19 anos ,mas ter outro filho não vai diminuir a dor da perda do meu BB que era tão desejado 😭😭😭😭

  102. Flavia comentou

    Passei por isso…. 13 semanas ele tinha… eu preciso falar…. eu preciso colocar p fora isso…

  103. Fabiana comentou

    Oi sou a Fabiana eu tenho 20 anos de idade , e eu tive um aborto espontâneo no ano passado dia 19/agosto /2017 e tavo cm 16 semanas , e em 2018 eu engravidei de novo e tornei sofrer um aborto mas agora foi aborto incompleto eu fui fazer ultrassom no dia 15/03 /2018 pra mim saber de quantas semanas eu tavá chegando lá eu descobri que tavo cm 8 semanas e três dias e também descobri que o coraçãozinho do bebê não tava batendo e eles mandou eu ir para Santa Casa e fui cheguei lá o médico falou que eu ia fazer acompanhamento por um mês fazendo ultrassom e tirando sangue pra fazer exame e numa quinta feira dia 29/03/2018 na ultrassom deu a mesma coisa da primeira e quando foi dia 31/03/2018 eu estavo com muita dor na barriga e os médicos falaram que não dava mais e eu tinha um aborto incompleto e nos dois abortos que eu tive, teve que fazer raspagem

  104. Florence comentou

    Oi passei por isso a na quarta feira dia 4 de abril de 2018z de um certo
    Modo eu senti que algo não estava bem
    Com meu bebe. Fiz um ultrason na segunda feira com 7 semanas e 6 dias s deu para ver o embrião tudo certinho porém o coração estava fraco apenas com 90bpm. A médica me alertou que era necessário acompanhar e que não tinha muito o que fazer. Acabei sendo afastado do serviço por tbm ter um descolamento de saco gestacional e fiquei em casa. Na quarta feira senti uma angústia muito grande durante todo o dia e ansiedade aflorava dentro de mim fazendo meu coração disparar eu tentava me alcançar mas nada fazia com que eu ficasse bem. No fim da tarde então eu resolvi tentar um ultrason de emergência e desci correndo para s clínica fui rezando no caminho pedindo na Deus e a meu bebe que me mostrasse que estava tudo bem com ele e que fosse apenas loucura da minha cabeça. Mas assim que o exame começou a médica me questionsou se eu já havia conseguindo ouvir os batimentos do bebe em algum outro ultrason e nesse momento eu já percebi que minha intuição estava certa. Ela procurou tentou de todas as formas mas na encontrou mais batimentos no meu pequeno. Eu fiquei arrasada mas sem conseguir derramar uma lágrima sai da clínica meio sem rumo e entrei no carro . Naquele momento eu queria me
    Esconder de tudo e todos ficar sozinha. Não sei dizer como mas me vi em casa sentada no chão da sala sem saber o que fazer e a quem pedir ajuda . Meu esposo que fica a semana toda fora em uma cidade vizinha a trabalho nem
    Imaginava e naquele momento eu tinha uma dor enorme até medo de contar a ele que não consegui Salvar nosso tão sonhado bebe. Liguei para ele e contei aos prantos que nosso anjinho não tinha mais batimentos Fiquei uma eternidade ao telefone com ele aos gritos de desespero ele foi me alcamando conversando comigo. Pedindo calma. Fui então para a casa da minha mãe e contei a ela o que aconteceu estava ela é meu pai que me apoiaram e ficaram comigo. Logo meu esposo chegou . No outro dia liguei para meu médico que me encaminhou para o hospital onde fui internado para fazer a curetagem . Lá fiquei durante o dia todo o procedimento foi feito apenas a tarde e como tomei anestesia fiquei internado até o outro dia. Tenho apenas uma coisa a mais a dizer nunca imaginei passar por isso é sempre tive a consciência que com certeza perder um filho e uma dor inexplicável. Acabei por descobrir por mim mesma que realmente é muito maior que imaginei. Ainda estou meio boba com tudo isso é vou voltarmos a minha rotina de trabalho essa semana pois coming fico sozinha em casa vai doer mais ainda . Então vou me distrair sei que ainda vai doer muito . As vezes penso em sumir , largar tudo mas lembro que tenho Deus que está sempre comigo e que não vai me desamparar e lembro até de agradecer a ele pois ele
    Me mostrou que algo estava errado com meu anjinho logo e me polpou de
    Mais sofrimento pois se eu não tivesse procurado eu iria descobrir apenas com 11 semanas pois não tive nenhum sangramento nenhuma dor. Blogs como seu tem me ajudado muito . Obrigada por essas palavras . Estou buscando forças e confiança para
    Seguir sei que nunca vou esquecer meu anjinho que perdi mas peço a Deus a todo momento para me dar o
    Dom de ser mãe eu quero muito ter meu bebe e que seja logo. Deus há de me abençoar . Obrigada por todas as palavras

  105. Olá tenho 26 anos a 1 ano que andava a tentar ser mãe , dia 23 de janeiro de 2018 soube que tava gravida , fui tendo consultas , exames fiz 1 ecografia tava de 8 semanas 1 dia , andava feliz a pensarmos em nomes , toda família e amigos felizes e dia 9 de abril de 2018 fui parar ao hospital tava perder sangue naquele momento senti que algo não tava bem , foi ai que soube meu filho tava morto dentro de mim mandaram me para casa sem me fazerem nada e dia 10 de abril fui parar ao hospital com hemorragias , tava perder muito sangue , foi momentos difíceis , uma dor muito grande , fui para o bloco operatório para me fazerem uma raspagem . Agora tou em casa em repouso absoluto mas tou sofrendo muito , andava tao feliz , finalmente tava gravida ia ter o meu filho , mas infelizmente perdi em pouco tempo toda a minha felicidade vontade de viver. Agora penso será que co seguirei ser mãe de novo , e perder este medo todo que tenho .

  106. Marseli comentou

    Sobre minha vida, sou uma mulher de 37 anos, sempre curti a vida, um dos pontos era sair e beber com os amigos, entrelacei alguns relacionamentos, mas foram poucos rsrs. No mundo
    de hoje as pessoas não querem muito compromisso, na maioria do tempo morava sozinha ou com uma amiga, uma vida independente e meio louca.
    Tive alguns parceiros, alguns relacionamentos curtos outras aventuras.
    Trabalho e faço faculdade. Estou no 8º período de Engenharia Civil, sempre sai sem hora para voltar, porque não tinha ninguém em casa me esperando e ninguém que se preocupasse comigo. Até o momento que eu ouvi da médica, agora vc não está mais sozinha, você terá duas pessoas lhe esperando em casa, sua vida irá mudar.
    Descobri que estava gravida, e por mais que fiz dois testes de gravidez com resultado positivo, fui fazer ultrassom, acreditando que os exames poderiam estar errados, foi aí que veio a notícia, a médica falou “você viu “, falei que não tinha visto e coloquei a mão na cabeça, eu estava gravida de gêmeos, a medica falou pode arrumar ajuda rsrs. Pensei tanta coisa naqueles segundos, tipo nossos dois berços, o dobro de fralda rsrs. Eu tinha ido sozinha par a ultrassom, já estava tão acostumada a fazer as coisas sozinhas, que já não me importava mais.
    E foi neste dia que minha vida mudou, no dia 14 de fevereiro de 2018. Pensava só como eu faria, não tinha estabilidade financeira para isso, e nem psicológica, eu era uma mulher de 37 anos, e ainda não sabia o que queria da vida, tinha vários momentos altos e outros baixos, nada definido, nada de concreto, aí descubro que teria dois bebes.
    A parte mais difícil para mim foi contar para meu parceiro que ele seria pai, porque não tínhamos um relacionamento sério, e sim um relacionamento com respeito, o mais difícil é porque ele é um rapaz de 26 anos, fazendo faculdade e não trabalhava.
    Foi assim que contei que veio a pressão, a família dele não aceitou, nem quiseram me conhecer, ele ficava perguntando para Deus porque isso aconteceu com ele, cada palavra dele me machucava muito, foi aí que resolvi pensar nos bebes e acabei me afastando dele, porque toda vez que eu conversava com ele, eu me sentia péssima, então decidi encarar essa gravidez sozinha, só com o apoio da minha família, e dos meus amigos. Até meus recursos financeiros fui adaptando só com os meus, hoje estou com 15 semanas, tive vários enjoos, mas agora estou melhor, só um pouco inchada, deve ser que meu corpo está retendo liquido, mas sei que tudo isso faz parte da gravidez.
    Sabe da onde eu tiro forças é de “Deus”, não sei como Deus faz isso, mas até hoje não me desesperei, sinto uma grande paz interior, e levo um dia de cada vez, com 20 semanas vou saber o sexo dos bebes, aí vou poder começar o enxoval.
    Tem dias tipo hoje, que fico ainda meio perdida, me pergunto como vou fazer, se serei uma boa mãe, vou ser bem sincera, bate uma depressão, acho que estou com muitas perguntas que ainda não consigo responder, e como sou meio ansiosa, queria ter as respostas, mas não tenho resposta nenhuma, o Deus o que vou fazer da minha vida, as vezes sinto um vazio muito grande, sinto como se eu estivesse totalmente sozinha, mesmo sabendo que não estou.
    Queria muito mudar de serviço, arrumar um serviço na área de engenharia, mas neste momento não posso fazer isso, posso apenas estudar e prestar o concurso que tanto sonho e mudar de vida e de cidade, sabe hoje preciso pensar nos meus bebes, no futuro deles, no nosso futuro, presente.
    Sempre sonhei em ser mãe, e falava que não me importava de ser mãe solteira, mas não está sendo assim, sinto falta de ter um companheiro do meu lado, nesses dias tristes, e de muitas dúvidas e angustias, faz três semanas que não converso com o pai dos meus filhos, antes era quase todos os dias, acredito que pelo fato de eu ter engravidado sem planejamento, isso afastou ele de mim, hoje ele não me vê como uma mulher, e sim como alguém que travou a vida dele, e a minha vida, ninguém pergunta, me perdoe meu pai por hoje eu estar assim angustiada, e cheio de medos e duvidas, é como se o mundo tivesse parado, e eu continuasse nele sozinha.
    Depois de todos esses dias de angustias, foi marcada minha ultrassom para ver o sexo dos bebes, meu parceiro foi comigo, achei que na hora que ele visse mudaria o jeito de olhar para essa gestação, descobrimos que seria duas meninas, a Valentina sempre agitada rsrs e a Scarllet mais calma, Já conseguia distinguir as duas. Bem, mas não foi do jeito que eu pensei, ele não se comoveu e nem mudou seu jeito de olhar essa gestação, o Deus me perdoe por eu ter me importado tanto no que ele pensava. Bem ele contou para a família dele sobre o sexo dos bebes, e a mãe dele falou que somos dois irresponsáveis, que eu dei o golpe e que ele foi muito burro de ter caído nesse golpe, ainda mais no século 21. Nossa eu escutei muita coisa, e ele o pai fazia questão de me enviar as mensagens da mãe dele.
    Bem me perdoem por eu ter deixado de curtir minhas meninas, enquanto elas estavam comigo, deixei muitos dias os problemas tomarem conta do meu dia. Bem eu estava com 21 semanas de gestação, logo depois que descobri o sexo delas, no dia 14/05/2018 numa segunda feira, acordei fui trabalhar, essa era minha rotina, neste dia elas estavam agitadas, mexendo bastante, tive uma indisposição era umas 16horas, bem larguei serviço as 17 horas e fui para casa, tomar banho e me arrumei pra ir pra a faculdade, sentei no sofá e esperei minha colega me chamar, porque iriamos juntas, as 18:20 senti uma dor e achei que eram gases, levantei do sofá, e assim que levantei minha bolsa rompeu, no momento eu estava sozinha, peguei o celular e liguei para meu gerente, para ele me levar para o hospital, liguei para minha mãe e pedi para ela se apressar e chegar em casa, assim que desliguei desci as escadas do meu prédio e esperei por eles, meu gerente chamou o Samu, achou mais ágil fazer isso, assim que cheguei no hospital os médicos já estavam me esperando, meu primeiro atendimento foi com o meu médico, que me acompanhava na gravidez, obs. estava tudo normal, nenhuma alteração nos exames e nada de risco. A primeira pergunta que fiz foi, porque do rompimento da bolsa, ele não soube me responder, fiz exames e nada de errado demonstrou. Tinha uma esperança eu tinha duas placentas, e perguntei se foram as duas, ele falou que sim, tive que esperar até o dia seguinte para fazer uma ultrassom e desconsiderar qualquer possibilidade, no outro dia comecei a entrar e trabalho de parto já, na ultrassom demonstrou que o coração da scarllet parou de bater e da Valentina estava fraquinho, como eu estava de 21 semanas e elas não estavam ainda formadas, não poderiam me mandar para outro hospital, porque só com 28 semanas que se tem algum recurso. Bem elas nasceram de parto normal, uma estava na posição e a outra não, mas elas me ajudaram, nasceram juntas e o cordão umbilical delas se enrolaram, nasceram juntas. Eu não quis ver elas, nossa como ver elas, prefiro a ficar imaginando como elas seriam. Minha irmã fez o enterro delas. Depois vem a recuperação física, porque a recuperação do coração vai demorar.
    Contei para o pai delas, ele não se comoveu, acho que ficou aliviado, depois ele me contou que no dia que eu contei para ele, ele trocou de carro, nossa aquilo me doeu tanto, como se nada tivesse acontecido, e depois desse absurdo cortei relação com ele, ai no dia seguinte ele me mandou mensagem de que o carro que ele trocou, pegou fogo e deu perda total, ele quase que morreu, porque estava dentro do carro, naquele momento não senti nada, e nem falei nada com ele, não desejo mal a ele, só não desejo nada para ele.
    Agora estou no momento de perguntar porque?????
    Porque Deus me deu 2 bebes e tirou elas de mim, nossa a dor no coração é muita, tento achar uma explicação, mas eu não acho. Me afastei de Deus depois disso, não sei não consigo ter uma palavra com ele.
    E ao mesmo tempo me sinto culpada por não ter curtido mais elas, enquanto estavam comigo, e em alguns dias queria ter mudado o acontecido, imagina, eu fiz isso, e hoje me sinto muito culpada.
    Fui a missa conversar com o Padre Rosenberg, ele sempre me ajuda muito, ele falou não feche seu coração para Deus, falou para mim mesmo, na dificuldade a gente fecha o coração para Deus. Foi o que eu fiz. E hoje estou abrindo meu coração para Deus, para ele me dar forças, e quem sabe um dia me mostrar o porquê de isso ter acontecido comigo.
    Hoje estou num momento vazio na minha vida, não sei qual caminho seguir, só sei que preciso de um tempo para mim, ficar sozinha por um tempo, só eu e Deus.
    Sabe deixei em muitos momentos da minha gestação os problemas tomarem conta do meu dia, e deixei de curtir meus bebes, elas ficaram comigo por 21 semanas, e me arrependo muito por não ter conversado com elas, ter pedido para elas ficarem comigo, hoje quero pedir perdão para Valentina e Scarllet, me perdoem pelos meus momentos de fraqueza, meus momentos de medos, angustias e de dúvidas.
    Hoje eu percebi que eu deixei me levar pelos medos e pelas incertezas do pai, e não me comportei como mãe, hoje me sinto frágil e sinto um grande vazio dentro de mim, está faltando algo, estou vazia do amor de dois anjinhos. Choro muito…..
    Qual o sentido da vida?
    Marseli Inês Kalsinger

  107. Luana Becker comentou

    A dois dias tive um aborto,não esperava por isso 😭na comecei com muitas dores e um leve sangramento no domingo,segunda fui na minha consulta.Estava com 9 semanas a médica mi pediu uma eco transvaginal iria fazer no outro dia ….Mais infelizmente não deu tempo 😔😕 noite comecei com muitas dores horríveis fui para o hospital o médico mi relatou que não teria eco a noite q eu teria q voltar no outro dia pela manhã,mais ele olhou pra mim e disse ,não tenho oq fazer mais é bem provável q vc esteja sofrendo um aborto ..naquele momento o meu mundo desabou …☹😔😭passei a noite ruim é com sangramento o outro dia voltei cedo,fiz a eco E a doutora mi confirmou o aborto! É muito triste,vc tenta entender mais não consegue sabe palavras de conforto é bom mais muitas magoam nos …tenho a sorte de ter um filho que é um anjo 😇meu filho Christopher q irá fazer 7 anos que mi da forças para continuar …Mais nunca esquecerei da minha sementinha q está brilhando lá no ceu💔

  108. Sabryna comentou

    Olá,me chamo Sabryna E tenho 18 anos,estava grávida de 8 semanas,pouquinho ner…👏…
    Poiser,no dia 21/06/18 eu comecei a sangrar e fui pro medico,la eles me disseram que eu tava perdendo,sentir fortes dores abdominas que oareciam com colica,no mesno dia fiz a curetagem,fiquei alternada e ganhei alta no outro dia,sangria muito,mais a pior dor e a que Me atormenta todas as noites.
    Perdi meu anjinho,o que Me consola e minha filha de 1 aninho.
    Mais quando me perguntam quantos filhos tem,eu respondo “uma na terra e um no ceu❤

Deixe seu comentário!