Associação do Peito com o Sono: O Bebê Dorme Sendo Amamentado

Oi minha amiga, tudo bem por aí?
Hoje o assunto é polêmico!! E, na minha opinião AQUI ESTÁ o grande desafio em quando falamos sobre o SONO DO BEBÊ: AMAMENTAÇÃO X SONO  – O BEBÊ DORME SENDO AMAMENTADO.
Eu devo amamentar meu bebê para dormir? Como acontece a associação do peito/mamadeira ao sono? Meu bebê precisa mamar até quando, durante as madrugadas? Como fazer para amamentá-lo e não deixar a associação acontecer?
Ah! Importante dizer que onde eu falo “mamar”, pode ser considerado o aleitamento materno exclusivo, a complementação ou leite artificial exclusivo, ok?

Estou feliz de estar aqui novamente. Pronta para dar uma clareada nesse assunto? Então vem comigo.



Primeiro, eu não vou ficar aqui te falando sobre os INÚMEROS BENEFÍCIOS do leite materno, para a saúde do seu bebê, para o vínculo de vocês dois, e também sobre a importância da amamentação em LIVRE DEMANDA até o 3° mês de vida completo.
Você já ouviu MUITO falar sobre isso! E eu quero deixar aqui muito claro que eu sou uma apaixonada pela amamentação… eu amamentei meus 3 filhos e A-DO-RA-VA!! Aquele momento de intimidade, de contato, de olho no olho… a sensação de que eles cresciam a cada dia nutridos pelo meu amor, pelos meus cuidados e exclusivamente pelo meu leite era sensacional.

O que talvez, você ainda não tenha ouvido, é sobre os benefícios das mamadas da MADRUGADA (no caso de aleitamento materno exclusivo) para o SONO do seu bebê.
Oi?? Isso mesmo !! BENEFÍCIOS…
Os principais benefícios da amamentação na madrugada:
• aumenta/mantém a produção de leite da mamãe,
• ajuda a começar a ajustar o ciclo circadiano do bebê
• A mamãe passa, através do seu leite, a sua “química do sono” para o bebê, que ainda não está pronto, fisiologicamente falando, para isso. Substâncias como: serotonina, triptofano e a própria melatonina.
Se quiser saber mais sobre o assunto, dá uma olhadinha nesses artigos abaixo:
1-Breastfeeding may improve nocturnal sleep and reduce infantile colic: potential role of breast milk melatonin.
2-The circadian rhythm of tryptophan in breast milk affects the rhythms of 6-sulfatoxymelatonin and sleep in newborn.
3-Frequent nursing

Tá legal. Eu acho que você deve estar aí pensando: “Ué… a Lígia é consultora de sono e está aqui me estimulando a amamentar meu filho nas madrugadas? E ainda está me dizendo que isso MELHORA o sono do meu bebê? Como assim? Meu bebê acorda a noite toda para mamar!!!“.
Eu sei que num primeiro momento parece contraditório mesmo, mas eu já vou te explicar tudinho.

Primeiro, é muito importante a gente frisar aqui: até o 3° mês de vida completo do seu bebê, você deve sim manter a livre demanda dia, noites e madrugadas. Essa NÃO É, definitivamente, a hora desse estabelecer uma rotina ainda, nem alimentar, nem de sonecas, nem de nada.
O seu bebê não está fisicamente pronto para isso ainda.

A partir do 4° mês, aí sim, para as mamães que QUEREM ou que PRECISAM que seus bebês tenham uma rotina, esse é o momento de criar uma. Já conversamos sobre rotina nesse artigo aqui, e nesse outro também.

Agora, minha cansada ou desesperada mamãe, ANOTA o que eu vou te contar e guarda aí no seu coração: A GRANDE CILADA DO SONO, DOS 1 MILHÃO DEDESPERTARES NOTURNOS, EM 95% DOS CASOS É A ASSOCIAÇÃO DO PEITO/MAMADEIRA PARA ADORMECER!

E lá vai mais uma bomba: Os bebês NÃO NASCEM fazendo essa associação, sabia? Eles vão aprender a mamar depois que nascem, assim como vão aprender a dormir também.

Acontece que nós, sem imaginarmos os desdobramentos dessa associação no médio e longo prazo, deixamos que ela aconteça e se estabeleça – o seu bebê só é capaz de APRENDER (do jeito dele ok? Dentro da capacidade dessa fase) a partir dos 4 meses, mas a associação ele consegue fazer desde cedo.Nós os ensinamos a dormir assim! Deixamos eles adormecerem e ficarem durante horas ali, mamando e sugando o nosso seio, mesmo durante a soneca e o sono noturno.
OK!! Já sei que você já deve estar aí franzindo a sobrancelha e dizendo: “Acontece que os bebês têm uma enorme necessidade de fazer a sucção não nutritiva!” . E é verdade…
Aí entramos num outro assunto polêmico: chupeta x dedo? Ou deixa no seio mesmo?
Seja qual for a sua escolha, (e nós não vamos nos aprofundar sobre isso HOJE), ela será valida sim, mas tenha sempre em mente que é preciso tirar da boca do bebê assim que ele adormecer: seja o peito, seja a chupeta, seja o dedo.
Eles podem ser usados para acalmar o bebê sim, mas tem hora e jeito de usar esses recursos de maneira positiva e saudável.

Vou falar mais sobre o peito hoje,ok?
Quando o seu bebê é RN, de 0 a 3 meses, você precisa ficar atenta e já arrumar uma alternativa para fazer seu bebê dormir: dá colo, põe no sling, embala, dedo/chupeta se essa for a sua vontade, faz charutinho, usa o Whitenoise… Você vai descobrir uma forma que funcione aí,para vocês dois.

Se o seu bebê já está com mais de 3 meses, o 1° passo da nossa jornada, caso isso faça sentido para você, ou caso você QUEIRA ou PRECISE, é criar a rotina, como já falei ali acima.
Por quê criar a rotina PRIMEIRO?
Para que você saiba ler o seu bebê perfeitamente e para que reconheça com toda clareza quando ele está com FOME e quando ele está com SONO! Precisamos começar por aqui, senão todas as vezes que o seu bebê chorar, naturalmente o que você vai fazer?
Por ele no peito!!E muitas, muitas vezes ele não queria mamar, ele só queira dormir!!
E então, o que acaba acontecendo? Ele aprende a dormir NO PEITO!

ATENÇÃO AQUI!! O colo não tem restrição, nem contra-indicação ok? NUNCA!
Colo não estraga, colo não “acostuma mal”… esquece isso.
Outro “detalhe” muito importante: com FOME e DOR a gente NÃO NEGOCIA , certo?
Então se o seu bebê tem fome ele precisa mamar, e se ele tem dor ele precisa ser atendido e essa precisa ser resolvida.
Que dor Lígia? As mais comuns são: cólicas, a dor causada pelo refluxo, a dor causada pela APLV, gases, intestino preso. Tudo isso precisa ser investigado e checado com certa regularidade.
O que eu quero deixar aqui de mensagem para você é: você pode e DEVE atender o seu bebê em TODAS as necessidades dele, sejam elas físicas (sono, fome,frio, calor, sede, dor), psíquicas e emocionais sem comprometer o sono saudável.
Aliás o seu bebê PRECISA ser atendido plenamente!
Agora pensa comigo: O seu bebê está com SONO. Para quê você vai alimentá-lo?
O seu bebê está com dor? Por quê você vai alimentá-lo?
Entende o que eu estou dizendo, minha amiga?
E os bebês que não se sentem INTEGRALMENTE ATENDIDOS costumam ser bebês irritados, chorosos, inseguros…

Eu me lembro, quando eu tinha meus bebês pequenos e não tinha ainda algumas dessas informações, tudo eu punha no peito! E ainda pensava:” Nossa, meu Deus… como será que as mamães que não amamentam fazem? Tudo eu resolvo com o peito!!” #soquenão …
Eu precisei aprender que o acolhimento, o vínculo, o atender ás necessidades deles estava ALÉM do peito. Precisei me reinventar… e aprender a fazê-los dormir sem o peito!
Também precisei trabalhar meu ego de mamãe protetora e entender que a autonomia era o melhor tesouro que eu poderia ajuda-los a construir, gradualmente, de acordo com cada fase.
Que eles podiam e precisavam adormecer sozinhos, que podiam e precisavam ter recursos alternativos que não só o peito para se acalmarem…Foi duro sim! Mas eu entendi que era o melhor para eles!

Então agora, de forma bem objetiva:
Você PODE E DEVE amamentar seu bebê nas madrugadas sim! A frequência depende da idade/fase que ele está.
COMO FAZER
Até os 3 meses, livre demanda.
Do 4°ao 7° mês: manter nas madrugadas, no mínimo, o mesmo intervalo que ele faz durante o dia. Bebês nessa fase ainda precisa MUITO mamar nesse horário.
Do 8° ao 13° mês: O ideal é que nós consigamos avançar na introdução alimentar e de fato estabelecer a alimentação em qualidade e quantidade ideais. Nessa fase ainda é aceitável 1 só mamada na madrugada (aceitável, porém não necessário,ok?) . O objetivo é que durante esses 4-5 meses aqui, vamos reduzindo, até ficar só com a mamada pré sono noturno e a mamada do amanhecer.

Se o seu bebê já apredeu a dormir no peito ou mamando, pense que você vai precisar “dar alguma coisa em troca do peito” para que o processo não seja muito abrupto.
Como assim, Lígia? Você acolhe ele/ela, dá colo, embala, aconchega, oferece chupeta se assim achar que deve, anda de carrinho pelo quarto, põe na cadeirinha de balanço, dá para outra pessoa fazê-lo adormecer… vale tudo!! Só não vale o peito!
Uma cilada é que os bebês, naturalmente, aos 4-5 meses começam a coincidir os intervalos de mamadas com os intervalos de sonecas e aí colocamos eles para mamar, e eles mamam e dormem na sequência… NO PEITO ou MAMANDO!
O segredo é estabelecer a rotina de forma que ele “ACORDE das sonecas para mamar”e não durma mamando.
Quanto maior e mais velho o bebê, mais sofrido costuma ser o processo.

Existe outro caminho?
Existe a NÃO ROTINA!! E se essa for a sua opção, vá em frente minha amiga!!
O que é a NÃO ROTINA? Livre demanda, cama compartilhada e dedicação exclusiva ao seu bebê até ele/ela entrar na escolinha. Isso é perfeito! Mas infelizmente a minoria das mamães hoje conseguem manter esse esquema, já que precisam voltar a trabalhar fora, têm que cuidar de outros filhos, da casa, comida, roupa, marido, querem retomar sua carreira, seus estudos, querem voltar a se cuidar, ter um tempo só para si…
E isso não é possível sem horários. Isso não é possível sem uma rotina!

Certo e errado NÃO EXISTEM nesse jogo. O que existem são escolhas. E o que eu defendo, com o meu conteúdo e com o meu trabalho com as mamães, é que as SUAS escolhas precisam ser CONSCIENTES e coerentes aos SEUS objetivos. Esse é o modelo de sucesso!

Eu criei o que eu costumo chamar de “A jornada do sono em 4 etapas” e fiz um infográfico bem divertido para você entender como funciona direitinho .
Se quiser receber inbox no seu Face, é só clicar aqui e você será direcionada a um post lá na minha Fanpage que te explica tudo certinho 😉
Contem comigo aí na jornada de vocês!
Bjo grande
Lígia Coimbra



ligia coimbra

 

Lígia Coimbra é especialista em sonos de bebês e crianças.

Visite o blog da Lígia: “Mães Comadres”,
A página no Facebook “Mães Comadres”,
Canal do Youtube e Instagram.
E conheça também o “Recém-Mamãe Sono”– muito mais que uma consultoria.

5 comentários

  1. Amei o post, como muitos outros que li aqui. Estou aos 6 meses da minha primeira gestação e lendo tudos os blogs e site que possam me ajudar nesta jornada.
    Li muitos dos seus postes chega viajei, quando vi já tinham se passado mais de 1 hora.
    Obrigada por compartilhar tanta informação boa.

    Beijos

  2. Damiana comentou

    Uma dúvida, sou mãe de primeira viagem, minha bebê tem 9 dias e em todas as manadas ela dorme, como que eu faço? Toda vez q ela adormecer retiro o peito e só quando ela acordar dou de novo? Ela mama no mínimo 10 minutos chegando a 30 minutos, normalmente quando não quer mais mamar ela larga o meu peito.

  3. Jessica comentou

    Nossa eu sou a minoria da não rotina e nem sabia (aqui tem cama compartilhada, mamada quase a noite toda) meu filho tem 1a10m e com 2a vai pra escolhinha, levo essa vida de casa, filho, marido e eu? Eu vou me ver ano q vem! Vc é feliz assim? Tem dias q sou super feliz e tem dias q sou a tristeza pura! E isso é bom? Não sei, só sei q até gosto disto td (me acostumei), dá até um friu na barriga de pensar nas mudanças q virão, (acho q acomodei), mas como td passa aproveito esse privilégio de ficar com ele 24 hrs.
    Obg pelo texto ❤

  4. Luisa comentou

    Amei o post! Meu bebê está com 4 meses e a associação do peito com o sono tá forte! Eu acabei deixando isso acontecer por pura ignorância, mãe de primeira viagem. Há algumas semanas li sobre a associação com as mamadas e percebi que é isso o que está prejudicando o sono dele (aliás, nosso). Mas não sabia como “desassociar”. Seu texto ajudou muito, muitíssimo obrigada!

  5. Laura comentou

    Adorei o post! Ja identifiquei o que ate agora, sempre neguei a aceitar. Deixei meu filho aprender a dormir no peito e hj c 1 ano e 6 meses, nunca dormiu uma noite toda. Acorda no minimo 7-8 vezes. Nao sei o q fzer mais!!!

Deixe seu comentário!