Bebê Que Luta Contra o Sono – Porque Acontece e Como Resolver

Oi minha amiga! Caramba! Se o bebê está morrendo de sono, por quê tanto luta contra o sono para dormir afinal? Esse é o nosso papo aqui hoje.

Por que o bebê luta contra o sono?

Vamos só ajustar um conceito primeiro, se você concordar:
O seu filhote NÃO luta contra o sono, ele simplesmente NÃO CONSEGUE dormir! Não consegue mesmo, entende?
Oi?? Sim é isso mesmo. Mas parece até estranho não é mesmo?
Se está com sono, está alimentado, está sequinho, limpinho, acolhido… por quê não dorme? E ainda pior: POR QUÊ abre um berreiro enorme?
A resposta é bem simples: Por quê ele NÃO SABE DORMIR.
Tem algumas teorias que conheci em fóruns que participo no exterior, que falam que o choro excessivo antes de dormir serviria para “limpar as vias aéras superiores” antes do sono, ou ainda para que após esse chororô o bebê relaxa e consegue adormecer “mais fundo e pesado”… Sei lá.



O que vamos conversar aqui é a minha opinião sobre o assunto baseada em tanta coisa que já li, estudei, e vi acontecer comigo e com as mamães que ajudo.
E antes que você já esteja aí se culpando, achando que está fazendo algo errado, ou que tem algo “de errado” com seu bebê, eu vou te dar uma notícia: 99% (para não falar 100%) dos bebês entre 4 e 6 meses que eu atendo “brigam” e choram MUITO para adormecer.

Então vamos lá: a gente costuma achar que os bebês “nascem sabendo dormir” não é verdade? Afinal eles dormiam sozinhos lá dentro da nossa barriga!! E dormir é tão natural… #sóquenão minha amiga.
Aqui “fora” é outro jogo. O contexto é completamente diferente.
Aqui é frio, claro, não tem o líquido quentinho e acolhedor, tem um espaço muito grande, tem os reflexos que os incomodam tanto (leia sobre reflexo de moro e reflexo de marcha), tem que respirar, tem a fome, tem que mamar, tem as cólicas

E a gente imagina que é simplesmente colocar o bebê ali no berço que ele vai dormir! Santa inocência de mãe, não é mesmo?
Só que quando olhamos para esse contexto anterior, entendemos quão diferente ele é do atual.
Os bebês, nos 3 primeiros meses de vida vão se sentir melhor e vão dormir melhor com tudo o que reproduza melhor a vida intrauterina. Por isso o “charutinho”, o White noise, a penumbra e o embalo ajudam tanto no começo.

Entenda a teoria da extero-gestação (0 a 3 meses do bebê)

A partir do 3° mês de vida completo, quando os bebês entendem que de fato “nasceram” e começam a interagir com o ambiente através dos sentidos, o jogo se complica um pouquinho mais. Agora, tudo é motivo para distração! Dormir não é mais interessante…
Além do mais, nessa fase eles ainda não aprenderam a dormir sozinhos, e os nossos “velhos truques” já parecem não surtir mais efeito.

E aí é mamãe andando, chacoalhando, dando peito, cantando, se pendurando no teto e dançando funk e o bebê BERRANDO MUITO, se debatendo, se arranhando… estou mentindo? Você sabe que não!E aí começa o efeito do cortisol no bebê: quanto mais cansado ele fica, mais ele chora, mais cortisol ele libera, mais difícil é adormecer, mais cansado ele vai ficando… entende a roda viva?
Ele NÃO ESTÁ te dizendo “não quero dormir”. Ele está te dizendo “não CONSIGO dormir”…

Então, o que a maioria das mamães faz, instintivamente, (eu já fiz isso MUITAS VEZES): nós tentamos “fazer” nosso bebê dormir, como se pudéssemos “dormir” por eles.
Aí é quando acontece assim: o bebê fica 40 minutos chorando no colo da mãe, a mãe põe o bebê no berço ele acorda em no máximo 10 minutos, ou já acorda na hora mesmo!
É para enlouquecer qualquer uma… Mas tem um segredinho aí.

Minha amiga, aliás eu já vou te contar AGORA qual é o segredo: o seu bebê precisa APRENDER a dormir.

“Tá bom Lígia… e a pergunta de 1 milhão de dólares é: COMO? Como eu ensino o meu bebê a dormir sozinho?”
Pois é, vou te contar isso também.

Pensa que não dá para imaginar que um bebê que até hoje só dorme no peito, no colo, no embalo, vai ser colocado ali, no berço e vai aceitar ficar ali numa boa. A não ser em raras exceções, isso NÃO ACONTECE!
A não ser com muito “choro e ranger de dentes”… e não precisa ser assim!
Se essa for a sua opção, recomendo que espere até os 6 meses do seu bebê.
Agora, se você quiser fazer essa jornada de maneira mais gradual, passo a passo, você também consegue!

Aliás é isso que eu já ensinei a milhares (milhares mesmo ta?) de mamães a fazerem com seus bebês com a técnica que eu desenvolvi por observação, estudo e necessidade:


“A Jornada do colo ao berço em 4 etapas.”
Vou resumir como funciona aqui para você:

1- Crie uma rotina para o seu bebê.

Só esclarecendo que o objetivo da rotina NÃO É engessar seu bebê e tentar enquadrá-lo num esquema cheio de horas marcadas.
O objetivo da rotina é te ajudar, ou permitir, fazer a leitura 100% das necessidades do seu bebê!
Saber quando ele tem FOME, saber quando ele tem SONO, saber quando está inseguro, com calor, entediado… e atende-lo!

2- Desassocie o peito/mamar do sono.

Aqui eu recomendo que você troque o peito pelo colo, pelo acolhimento, pelo embalo…troque o peito por outra associação, que tiraremos numa próxima etapa. Simplesmente tirar o peito é muito abrupto para vocês dois.
Ele será 100% acolhido, estará no seu colo, será embalado.

3- Transição colo-berço.

Assim que notar que seu bebê já não precisa mais do peito/mamar para dormir, a próxima associação a ser retirada devagar é o embalo.
Ainda no colo. O desafio é o seu bebê aprender a dormir no seu colo, mas com você paradinha! Sem embalo, sem andar pela casa.
Vai tirando aos poucos. Vai reduzindo o tempo de embalo e aumentando o tempo de você paradinha com ele.
Pense que será aqui, SÓ aqui nesse momento que seu bebê estará pronto para aceitar o berço: quando você pegá-lo para dormir e ele aceitar e conseguir adormecer com você parada, sentada, e ainda NO SEU COLO.

4- Colocar o bebê sonolento/acordado no berço.

Então, o próximo passo é colocar o bebê sonolento no berço, mas não “capotado”.
Se acordar, se chorar,se acordar, pega de novo amolece no colo e põe de novo… quantas vezes?
Aí está… essa etapa é desafiadora. Requer MUITA persistência e paciência.
Eu só recomendo que se chegue aqui com 6 meses. Antes disso pode ser um pouco mais difícil de avançar.

O que eu descobri é que você pode ir no seu tempo e subir cada degrau quando conseguir mas… NÃO É POSSÌVEL PULAR ETAPAS!
Aliás, fica essa dica aí para você: se estiver MUITO difícil de avançar, pode saber que não está na hora ainda… você e seu bebê precisam fixar mais um pouquinho o “degrau” anterior.

Se você quiser acessar um infográfico (um desenho) que fiz para explicar melhor essa jornada clica aqui nesse post lá da minha Fanpage e escreve “eu quero” nos comentários.
Ele será enviado automaticamente no seu inbox do Facebook, ok?

Bom minha querida e cansada companheira de jornada, te falar que é fácil, não vou não… porque NÃO É! Mas esse é o caminho, caso você prefira andar de maneira mais lenta e gradual, com acolhimento e muita empatia pelo seu bebê.
Sem traumas, sem estragos emocionais. Sem auto-estimas dizimadas e sem abandono como pano de fundo.
Se precisar de mim, mais pertinho de você para irmos juntas, é só me chamar.
Já ajudei mais de 1130 mamães com meu livro e cursos e será um prazer te ajudar também.
Me segue no Insta, Face, Youtube e blog: “Mães comadres” é como me encontra por aí.
Para saber mais sobre a consultoria e e-book, entra em contato pelo Whats do meu suporte: 14 99125-1250.
Nos vemos no mês que vem por aqui também!!
Bjos e até
Lígia Coimbra



ligia coimbra

 

Lígia Coimbra é especialista em sonos de bebês e crianças.

Visite o blog da Lígia: “Mães Comadres”,
A página no Facebook “Mães Comadres”,
Canal do Youtube e Instagram.
E conheça também o “Recém-Mamãe Sono”– muito mais que uma consultoria.

3 comentários

  1. Daniela Cristina Negri comentou

    Então…o que faço eu que tenho um bebe de 1 ano que em certos dias nada consegue fazer ele dormir….Nem peito, nem mamadeira, nem embalo, nem parada, nadinha….O que ajuda é Bita a os Animais (agradeço todos os dias por ele existir!! hahah) pq ele vai acalmando e acaba ficando mais molinho e mais suscetível a dormir.
    Ontem por exemplo ele chegava a “pescar” e não dormia…queria brincar, como eu estava muito cansada fui dar a abençoada voltinha de carro. Não deu nem 200m e ele já estava dormindo. Nos dias q ele demora pra dormir geralmente acorda muitas vezes durante a noite.
    Tenho uma rotina com ele…desde os 4 meses qdo ele iniciou na escolinha. Mas tem dias que mesmo com a rotina ele não dorme.
    Ele ainda dorme no peito, mas nem isso funciona. E tem dias que ele dorme sozinho, sem nem eu tentar faze-lo dormir.
    Ele é uma criança ativa, brinca muito, inclusive sozinho….depois que começou a andar parece que piorou..cheguei a pensar que era alguma dorzinha no corpo.
    Alguma dica para uma mãe cansada e com olheiras de panda??
    Dani

  2. Isabela comentou

    Eu quero

Deixe seu comentário!