Buzzy: Aparelho Para Evitar Dor da Vacina – Testado

Buzzy Aparelho Para Evitar Dor da Vacina

Dia de vacina do bebê é sempre um dia cheio de tensão. Por mais que a agulha seja fina, os bebês costumam chorar e ficar assustados. O corpinho deles ainda é muito frágil e infelizmente as vacinas causam dores e incômodos, mas não podemos de jeito nenhum deixar de vacinar nossos filhos! Hoje vamos falar sobre um aparelho que resolvemos comprar para aliviar a dor da vacina, chamado Buzzy.

O Eric tomou as primeiras vacinas ainda no Brasil, antes de nos mudarmos para a Irlanda. Ele chorava muito de dor na hora da injeção. Na vacina dos 9 meses, ele já chegou no posto de vacinação ansioso e chorando. Descobrimos o Buzzy ainda antes de ele completar um ano e, chegando aqui na Irlanda, resolvemos compra-lo para experimentar. Vamos contar aqui nossa experiência com ele.



O que é o Buzzy e como ele funciona:

É um aparelho, do tamanho da palma da mão, que vibra e também contém uma bolsa de gel (que deve ser colocada no congelador). O efeito de vibração junto com a ação do gelo ajudam a bloquear a sensação de dor no local da injeção. Isso ocorre porque existe um conceito médico chamado “Teoria das Comportas” – quando o corpo envia ao cérebro diferentes informações (movimento, frio e dor, por exemplo), apenas a sensação mais forte prevalece. O neuroreceptor recebe o estímulo bom e “se fecha” para o estímulo ruim. Sabe quando você bate o joelho, por exemplo e esfrega para a dor passar? É mais ou menos a mesma idéia.

Além disso, o design do produto (em forma de joaninha ou de abelha) pode ajudar a distrair a criança e diminuir a ansiedade do momento da vacina.

 

Como usar:Buzzy Aparelho Para Evitar Dor da Vacina 2

Pegue a bolsinha de gel do congelador e prenda-a na parte de baixo do aparelho. Mostre o bichinho para a criança e tente distraí-la. Deixe que ela segure o aparelho, ligue, desligue e se acostume com a sensação de vibração e de frio. O fabricante diz que bebês com menos de 6 meses podem se incomodar muito com a sensação de frio. Nesse caso, o Buzzy pode ser usado apenas com seu movimento de vibração. O papel da mãe ou do pai é manter a criança distraída.

O Buzzy deve ser colocado entre o local da picada e o cérebro, ou seja, o bumbum da abelhinha deve ficar bem perto do local da picada. Ele pode ser afixado com uma das tiras de borracha que o posto de vacinação usa como torniquete, ou pode ser segurado por um dos pais enquanto o profissional aplica a vacina.

 

Nossa experiência com o Buzzy:

Antes de levar o Eric ao posto de vacinação daqui para tomar a vacina de 1 ano, mostramos o aparelho para ele em casa, colocamos para vibrar no braço dele e ele curtiu. Fizemos ele achar que aquilo era um brinquedo e fomos explicando que a abelhinha ajudava a tirar a dor! Na hora ele não entendeu muito bem o que estava acontecendo, mas foi importante ele já se familiarizar com as sensações do Buzzy. Experimentamos também colocar a bolsinha de gelo, mas ele se incomodou um pouco.

Chegando no posto de vacinação, como era um local novo para ele, ele não se ligou que ia tomar vacina. Entrou na salinha sem problemas, mas quando viu a agulha, se agitou. Mostramos o Buzzy para ele, ele se distraiu um pouco porque já conhecia o “brinquedo”, mas não conseguiu se desligar da enfermeira preparando a injeção. Ele estava inquieto e não conseguimos posicionar o aparelho muito bem no braço dele. Tivemos que segurá-lo para aplicar a vacina e ele chorou bastante durante o processo. Porém, acho que ele chorou mais de medo do que de dor. Depois que a enfermeira aplicou a injeção, ele se distraiu com o aparelho vibrando no braço dele e parou de chorar em pouco tempo.

 

Veredito:

O Buzzy funciona para aliviar a dor da vacina? Acredito que sim, mas achei um pouco difícil de posicionar no braço da criança. Eu indicaria para crianças um pouco maiores, que já entendam melhor a relação de causa e consequência (“se você colocar a abelhinha no braço e ficar parado, não vai sentir dor”).

 

Aonde encontrar:

O Buzzy atualmente só é encontrado nos EUA ou na Europa, não é fabricado no Brasil. Mas é possível encontra-lo com revendedoras que trazem produtos de fora.

1 comentário

  1. Andrea Fogaroli comentou

    Onde consigo comprar essa abelha?

Deixe seu comentário!