Cada Criança Tem Sem Tempo – Venha Entender Porque Não Falar Isso

Cada criança tem seu tempo – será mesmo que cada criança tem seu tempo? Quando falamos de desenvolvimento infantil o assunto é sério. Eu entendo que as pessoas não falam essa frase por mal e é por isso que eu estou aqui hoje, para pedir para você, não falar mais essa frase quando quiser dar conforto para uma mãe, pai, avô, avó ou qualquer outro cuidador que estiver preocupado com alguma coisa relacionada ao desenvolvimento infantil da sua cria. E vou explicar para você no vídeo abaixo porque não se deve falar mais essa frase e como substituí-la.

Eu escutei essa frase em algumas situações quando o Eric era bebê. Só que o Eric é autista e, claro, na época eu não sabia e ao ouvir essa frase de pessoas que eu confiava, eu deixei de investigar e procurar ajuda. O Eric não recebeu intervenção precoce porque eu deixei de procurar ajuda. É normal todo cuidador desconfiar que tem algo errado e mesmo assim não procurar ajuda, isso se chama NEGAÇÂO. E aí quando ouvimos que cada criança tem seu tempo acabamos não procurando ajuda mesmo.



Hoje em dia o Eric está bem, faz tratamento e eu tenho algumas amigas que têm filhos autistas também. Muitas delas me relataram que também ouviram essa frase de pessoas que confiavam e por causa diso houve um atraso na busca  por descobrir o que estava acontecendo.

Consegue agora entender o perigo nessa frase? Isso serve para qualquer coisa que a criança possa ter, não somente autismo, mas para qualquer coisa que possa levar a um atraso no desenvolvimento infantil.

Na dúvida sobre desenvolvimento infantil você pode indicar esse texto aqui, que diz detalhadamenta cada etapa do desenvolvimento, o tempo mínimo e máximo aceitável para a criança executar cada etapa de desenvolvimento como andar, sentar, rolar etc.

Recomendo que assista o vídeo abaixo sobre o assunto, pois trago muito mais informações sobre o mesmo tema nele. O vídeo está muito mais completo e te digo o que fazer para ajudar um cuidador que esteja preocupado com o desenvolvimento da criança. 

Deixe seu comentário!