Carlos Gonzalez – o Pediatra Revolucionário e Seus Ensinamentos

Quem aqui já ouviu falar nesse nome: Carlos Gonzalez? Carlos Gonzalez é um pediatra espanhol (catalão) muito renomado e muito bem falado nos últimos tempos. Ele é um pediatra que quebrou diversos paradigmas, falando tudo contrário do que os pediatras falam por ai. Continua lendo esse texto que eu vou entrar em maiores detalhes sobre isso.

Eu, particularmente, sou muito fã dele. Babo ovo, lambo botas, chamo de Gonzalão na maior intimidade que nós não temos. Já descobri até o consultório dele em Barcelona e o valor da consulta (40 euros) e quero marcar uma consulta para mim (não para os meus filhos, para mim hahahah).



Ele é conhecido por incentivar a criação com apego e tem mudado a forma de muitas pessoas verem seus filhos e mudando a forma das pessoas lidarem com determinadas fases da vida das crianças.

Carlos Gonzalez lançou 5 livros que estão muito bem falados:

1-Besame Mucho – Como criar seus filhos com amor
2-Comer amar mamar
3-Crescer juntos
4-Meu Filho Não Come
5-Pergunte ao Pediatra

Esses livros são baratinhos, entre 15 e 30 reais e você pode comprar na Fnac ou na Saraiva.

Carlos Gonzalez defende que o leite é o principal alimento do bebê até 1 ano, defende que não há benefício algum para o pulmão ao deixar o bebê chorar, denfende muitas outras coisas que eu já escrevi aqui para vocês. Coisas que eu defendo também. Coisas completamente cotrárias do que outros pediatras defendem (ou defendiam porque eu creio que hoje em dia já encontramos muitos pediatras humanizados por aí – a forma de pensar está mudando).

Há pouco tempo ele esteve no Brasil e mostrou por A + B que não adianta forçar uma alimentação na criança para ela ganhar peso, já que as calorias dos alimentos são inferiores a caloria do leite materno. Ele mostrou slides onde comparava alguns vegetais, batata, frutas etc com o leite materno e lembro dessa palestra dele ser muito bem falada por aí. Afinal de contas a introdução alimentar, que vai de 6 meses até 2 anos serve para o bebê conhecer sabores e texturas dos alimentos.

Leia mais em introducao alimentar – nem sempre e facil como dizem

Algumas frases do Carlos Gonzalez:

“A alimentação complementar não é para a nutrição do bebê. Da nutrição o leite cuida! A comida vem para o prazer dos sabores, a descoberta das escolhas, o desenvolvimento motor.”

“Você não dá comida para o bebê de 6 meses porque ele precisa de algo melhor, pois o leite é o melhor alimento que existe. Na verdade, é o contrário. Depois de 6 meses o corpo dele já está preparado para receber coisa pior, no caso, a comida!”

Sic PsiMama 

“Sempre digo a mesma coisa: para deixarem as crianças em paz. Dormir e comer são necessidades básicas do ser humano e, se os pais deixarem os filhos em paz, eles certamente farão isso. Uma pessoa que não dorme ou que não come, morre. Alguém que não dorme morre antes de alguém que não come, inclusive. São as duas únicas coisas que temos certeza que um bebê vai fazer”

“Os pais tem ideias absurdas. Todas as crianças comem o que necessitam, se houver comida, exceto se estiverem doentes”

Sic Mágicas de Mãe 

“É um absurdo dizer que é bom pra criança chorar porque o choro ajuda abrir os pulmões. Nenhum médico recomenda aos adultos com insuficiência respiratória que chorem.”

“Ter um filho é como visitar um país distante. As primeiras normas são: não sentir falta do que já se viveu, tentar fazer como os nativos fazem, não se queixar das dificuldades da viagem e saber desfrutar do inesperado.”

Tradução Mamãe Tagarela.

Se você ficou interessada(o) em saber mais o que o Carlos Gonzalez tem a dizer sobre criação de filhos, recomendo a leitura dos livros dele. Eu já encomendei os meus.

Deixe seu comentário!