Carta De Um Bebê Para o Irmão Mais Velho

Carta De Um Bebe Para o Irmao Mais VelhoQuerido irmão,

Eu sei que a minha chegada na nossa família está sendo muito difícil para você. Antes de eu chegar, você era o centro das atenções. O papai e a mamãe só tinham olhos para você e tudo era feito pensando em você, somente você. Agora que eu estou aqui, eles passam horas comigo, tentando me entender e me ajudar. Eu não sei fazer nada sozinha, eu não sei falar a língua do papai e da mamãe. Eu só sei chorar – quando tenho fome, ou sono, ou estou incomodada com alguma coisa. Eu sei que sou barulhenta, mas eu não queria incomodar você nem te acordar no meio da noite quando eu estiver com fome, com dor ou quando estiver nervosa. Um dia vou aprender a falar também, você me ajuda a aprender a falar? Quando eu for maior, nós vamos conversar muito!

O mundo ainda é uma coisa muito estranha e assustadora para mim. Muitos barulhos, muitas luzes e cores, muitos cheiros, muitas sensações diferentes. Tudo é diferente da barriga da mamãe. E é perto dela que eu me sinto bem – o calor do corpo dela, o cheiro, a voz, tudo nela me faz sentir mais segura. Eu sei que você também precisa muito da mamãe e eu espero que você possa deixar eu ficar com ela também. Eu preciso mamar no peito dela pra ficar forte e saudável igual a você, meu irmão. Eu preciso de muito colo, porque não sei andar nem engatinhar. Não sei ir sozinha de um lugar a outro na casa, mas um dia eu vou correr pela casa igualzinho a você.



Eu queria te dizer também, meu irmão, que eu não vou ser pra sempre assim, pequenininha e dependente. Talvez você olhe pra mim hoje e me ache sem graça porque eu não sei fazer muitas coisas. Mas te prometo que daqui a algum tempo nós vamos brincar muito juntos! Um dia nós vamos ser amigos inseparáveis.

Você sabia que você já foi pequeno igual a mim? Quando você saiu da barriga da mamãe, você era assim, bem parecido comigo. O tempo passou e você aprendeu várias coisas, ficou grandão e esperto. O papai e a mamãe têm muito orgulho de você!

Meu irmão querido, sei que vai ser difícil para você aceitar que eu cheguei para ficar. Sei que vai ser difícil para você ver que o papai e a mamãe estão dando atenção pra mim, mas eu sei que eles vão continuar dando atenção, amor e carinho pra você. No coração da mamãe e do papai cabemos nós dois. Sei que vai ser difícil você dividir os seus brinquedos comigo, mas quando eu crescer um pouquinho, prometo que vou brincar com você todos os dias e às vezes você vai até esquecer que temos brinquedos em casa.

Eu também preciso que você tenha cuidado comigo. Eu sou frágil, não tenho força nem pra levantar minha cabecinha sozinha. Quando você estiver brincando perto de mim, cuidado pra não me machucar. Eu gosto de carinho, abraços e beijos, igualzinho a você.

Por favor não fique bravo comigo nem com o papai e a mamãe. Meus primeiros meses de vida serão um pouco complicados, mas tudo vai passar. Sei que estou trazendo muitas mudanças na sua vida e na sua rotina, mas que tal a gente ir se conhecendo devagar? Tenha paciência, que eu tenho certeza de que você vai me aceitar, cuidar de mim e me amar muito.

Olha, eu não sei o que você vê no papai, já que ele não tem leite nos peitos e ele dá uns beijos que espetam, mas eu vejo você brincar tanto com ele que ele deve ser um cara legal. Um dia vamos brincar todos juntos, nós 4. E quem sabe, no futuro, eu não sinta tudo isso que você está sentindo se a gente tiver outro irmãozinho?

Um beijo carinhoso da sua irmãzinha.

Um Comentário:

  1. Que texto lindo… estou passando um momento difícil onde meu filho de 9 anos está morrendo de ciúmes do irmãozinho… vou ler esse texto pra ele espero que as coisas melhores por aqui.

Dê a sua opinião: