Carta de Uma Filha Abandonada a Seu Pai

Filha abandonada chorandoCarta ao meu pai, o homem que me fez mas não me quis.

Muitas vezes eu me perguntei por que você me abandonou, por que você não quis assumir o papel de pai e por que eu tive que crescer dizendo essa triste frase: “eu não tenho pai”. Ainda que eu não tenha encontrado as respostas para todas as minhas perguntas, eu aprendi que  guardar rancor de você só poderia me fazer mal. É por isso que eu decidi escrever esta carta.

Papai, eu não sei o seu nome. Mas eu nem quero saber, não vai servir de nada para mim. Talvez você esteja lendo essa carta e pensando que eu vou te dizer que você foi um péssimo pai ou que você deveria ter vergonha da maneira como você me abandonou, mas não. Este não é o caso. O que eu quero dizer é… eu te perdôo.



Eu te perdôo por não ter estado presente, porque isso fez de mim uma pessoa mais forte, corajosa e perseverante e independente. Eu te perdôo, porque na verdade você não fez falta em nenhum momento. Quando eu era pequena e na escola estavam comemorando o dia dos pais, meu avô sempre estava presente. Quando alguém me perguntava: “onde está o seu pai?” eu sempre respondia que não tinha, mas que a vida tinha me dado uma segunda opção, melhor do que a primeira. Meu avô já havia sido um pai, então ele me ensinou absolutamente tudo o que eu precisava saber para a vida.

Meu avô nunca falou mal de você. Na verdade, ele nunca me falou nada de você, porque você nunca fez parte das nossas vidas. Com ele aprendi que devo ser agradecida pelas coisas que tenho. Ele me ensinou a não desistir e a não sofrer por nada nem por ninguém. Ele me ensinou que eu não seria tratada de maneira diferente somente pelo fato de não ter um pai.

Eu te perdôo por ter se distanciado de mim, porque isso me fez encontrar novas armas para estar perto das pessoas que me amam. Minha avó me ensinou a respeitar os outros e a ser digna de confiança. Ela me ensinou a ser sempre fiel ao que eu sinto e às pessoas ao meu redor, porque a mentira é a pior coisa que você pode fazer a alguém. Ela nunca permitiu que eu desrespeitasse ninguém e, quando eu o fiz, ela nunca teve medo de me colocar de castigo.

Eu te perdôo por não ser meu pai, porque graças a isso a minha mãe pôde tomar o seu lugar. Ela tomou o seu lugar desde o momento em que eu nasci. Ela teve dois filhos, trabalhava em casa e trabalhava fora e sempre foi capaz de nos sustentar. Às vezes, ela não podia nos dar tudo o que ela queria, mas eu serei eternamente grata por tudo o que ela fez por nós. Ela foi a cada apresentação na escola e tem fotos de todos os eventos em que eu participei. Ela sempre esteve presente em todos os momentos e tem muito orgulho de mim e de todas as memórias que criamos juntos. Ela me mostrou o que é amor, e nós nunca precisamos de você para sermos felizes.

Eu te perdôo por todas estas coisas, porque eu sei que me tornei uma pessoa melhor graças a isso. Fui para o meu primeiro dia de escolinha sem você, me formei no ensino médio sem você, estou na metade da minha carreira universitária sem você. Eu já cheguei a um acordo entre o que eu sou e quem eu quero ser. Agora eu sei o tipo de pai que eu quero para meus filhos.

Não ter você me incentivou a procurar meu sucesso e a seguir em frente. Não para provar para você que eu poderia ser bem sucedida, mas para provar para mim mesma. Quando eu olho ao meu redor, vejo a minha família, que tem crescido ao longo do tempo. As pessoas que vêm e vão na minha vida preenchem o vazio deixado por você.

Eu te perdôo porque a dor que eu sentia por seu abandono me fez invencível, porque aprendi que, embora o amor de um pai seja importante, o amor é algo incondicional, não importa de onde ele venha. Sua ausência me ensinou que o ódio não me leva a lugar algum. Eu aprendi a perdoar. E eu aprendi a perdoar você.

Então lembre-se, você não acabou com a minha vida quando você me abandonou. Meu mundo seguiu em frente sem você. Minha vida não é ruim porque você não participou dela, pelo contrário, eu me tornei uma mulher feliz. Então, siga em frente com a sua vida e não deixe que o fato de você ter abandonado a sua filha te atormente.

Eu realmente espero que você tenha encontrado a sua felicidade, assim como eu fiz. E eu te perdôo por ser o homem que me fez, mas que não me quis.

Atenciosamente,
Sua filha.

Traduzido e adaptado de
InteGeneral

Dê a sua opinião: