Desvendando o Leite Materno

Já ouviu falar que leite materno é muito poderoso? Então eu vou te contar o quanto ele é poderoso.

O leite materno é tão bom que halterofilistas TOMAM leite materno para melhorar a performance de seus músculos. Leite materno é tão bom que muitos homens barbados que malham querem tomar leite materno (já viu aquele caso da namorada que largou o emprego para amamentar o homem dela?). Leite materno é tão bom que as pessoas com conjuntivite pedem para passar no olho (não se assuste se algum louco te pedir um pouco do seu leite para esse fim, eu já vi casos assim). Leite materno é tão bom que se o seu bebê tiver algum machucadinho, olho vermelho ou qualquer probleminha de pele você pode usar um pouco do seu leite para passar em cima. E cura! O leite materno alimenta, previne alergias, nutre com tudo o que o bebê precisa, mata a sede, hidrata e é a melhor vacina do mundo.

Apesar das bizarrices que eu falei acima (que só falei para te mostrar o poder do seu leite), o leite materno é o melhor alimento que você pode oferecer para o seu bebê até pelo menos ele completar 2 anos como recomenda a organização mundial de saúde, mas esse tempo pode se estender até quando for bom para a mãe e o bebê.



Uma curiosidade sobre o leite materno: quando alguém espirra perto da lactente, 20 minutos depois o corpo dessa mãe vai ter produzido anticorpos no seu leite para oferecer ao seu bebê as melhores chances de proteção contra o vírus que ficou no ar. Você sabia disso?

a importancia do leite materno (3)

O leite materno se transforma de acordo com o bebê amamentado. A mãe fabrica diferentes tipos de leite materno para diferentes bebês, de acordo com a necessidade de cada um. Assim como também o leite materno que você fabrica pela manhã pode ser diferente do leite materno que você fabrica a noite no mesmo dia! Então lactente, se sinta uma mulher super poderosa por fabricar esse alimento tão poderoso! Mesmo aquelas que não conseguiram amamentam, sintam-se poderosas, porque vocês têm essa capacidade também!

Um destaque do leite materno, em relação do leite de vaca, conforme você consegue ver abaixo é o ferro! O leite materno é rico em ferro, então bebês até 6 meses que são amamentados exclusivamente não precisam de complemento de ferro. Após a introdução alimentar ele pode passar a precisar, dependendo da quantidade de ferro ingerida (procure orientação de uma nutricionista e do pediatra).

a importancia do leite materno (1)

Outro destaque para o leite materno nesse quesito é que, diferente do leite de vaca, o leite materno ajuda na absorção do ferro dos alimentos porque possui lactoferrina. Já o leite de vaca não deve ser consumido perto dos alimentos com ferro porque atrapalha na absorção do ferro.

Além do ferro, o leite materno tem enzimas, proteínas, prebióticos, gorduras (como o ômega 3), carboidratos, sais, vitaminas e minerais.

a importancia do leite materno (2)

E depois de um ano? O leite materno ainda continua sendo tão poderoso assim?

Sim! Continua! Essas maravilhas do leite materno não desaparecem como mágica quando o seu bebê atinge certa idade! Ele continua a dar o seu bebê muitas vitaminas, minerais, enzimas, eletrólitos, propriedades antibacterianas, propriedades antimicrobianas, propriedades antifúngicas etc. etc. etc., que estão presentes todo o tempo você amamentar seu filho.

O leite materno é um tecido vivo dentro do corpo (semelhante ao sangue), que muda conforme as necessidades do seu filho quando ele deixa de ser um bebê e vira uma criança. Riordan & Wambach (2012) afirmam, “O leite humano é semelhante ao tecido vivo não estruturados, tais como sangue, e é capaz ou transporte de nutrientes, afetando sistemas bioquímicos, aumentando a imunidade, e destruindo patógenos” Eles continuam dizendo: “O leite materno, como todos os outros leites animais, é espécie-específico. Foi adaptado ao longo da existência humana para atender às exigências nutricionais e anti-infecciosos do bebê humano para garantir o crescimento ideal, desenvolvimento e sobrevivência “(p. 97).

Então não deixe de amamentar o seu filho depois que ele começar a introdução alimentar ou fizer 1 ano de vida. Fora que além disso tudo, após 1 ano de vida, segundo a UNICEF, 500ml de leite materno contém 95% das necessidades de vitamina C, 45% das de vitamina A, 38% das de proteína, 31% do total da energia que uma criança precisa diariamente.

Agora, se você está pensando em deixar de amamentar ou nem tentar amamentar por opção, vou deixar aqui uma tabela de comparação entre os tipos de leite.

a importancia do leite materno (1)

Então minha amiga não se deixe levar pela opinião das pessoas de que “amamentar dá muito trabalho”, que “você não vai dormir direito”, que “o seu bebê está muito velho para mamar”. Ignore esses comentários e siga feliz amamentando o seu bebê!

Fontes:
Revista Vigor 
Núcleo Gestar Feliz
Grupo Virtual de Amamentação
The Milk Meg
From Mom To Mommy
Unicef Brasil 

Dê a sua opinião: