Entrevista com Uma Mãe, Mulher e Empreendedora

Você já pensou em trabalhar de casa? Muitas mães hoje em dia sonham em ter o seu próprio negócio. E boa parte delas querem ter o seu negócio em casa.

Existem muitos trabalhos que nós mães podemos fazer de casa, do lado do nosso filho. Não é fácil conciliar trabalho com os cuidados com o rebento, mas algumas se desdobram e dão um jeito.

Venda de roupas, artesanato, artigos de festas, edição de vídeo e imagem, marketing online etc. Muitas mães hoje em dia largam os seus empregos para trabalhar de casa, mesmo que esses trabalhos não rendam muito dinheiro.

Para inspirar vocês, eu trago hoje uma entrevista com ela, Ligia Miguel, mãe do Pedro de 2 anos. Ligia foi internada quando o Pedro completou 2 meses de idade, em razão de problemas de coluna, passou altos e baixos com o emprego desde esse episódio e venceu!

Ela batalhou pelo negócio dela e junto com a sua sócia criou Mimos Patili, que faz artigos personalizados para festas em geral (infantil, adulto, corporativa), lembrancinhas para festas, maternidade e chá de bebê, etc e tal (como ela mesma gosta de dizer). Hoje ela veio aqui nos contar o segredo do seu sucesso na entrevista abaixo:



 

1- Ligia, quando surgiu a idéia de fazer a Mimos Patili? O Pedro tinha quantos meses? E por que você resolveu largar o seu emprego para trabalhar em casa?

Trabalhar por conta própria sempre foi o meu sonho. A vida corporativa é muito desgastante e eu já estava há 13 anos trabalhando como advogada, sendo que os últimos 10 anos dedicados à mesma empresa, uma grande instituição financeira.
Quando o Pedro nasceu eu fiquei absolutamente apaixonada por aquela coisinha fofa e a minha carreira rapidamente perdeu toda importância. Meu desejo era efetivamente “ser mãe do Pedro”, participar das suas atividades diárias, do seu crescimento e desenvolvimento. Saindo às 8h da manhã de casa e retornando às 20h eu tinha certeza que não daria para ser a mãe presente que eu gostaria de ser. Pra mim, nunca colou o tal “tempo de qualidade”. Eu sabia que a partir daquele momento eu teria que ter quantidade de tempo, também.
Fui super apoiada pelo meu marido e ele topou me dar toda retaguarda.
Não é fácil tomar a decisão e largar um emprego formal estável, com um bom salário e se lançar no mundo do empreendedorismo.
Porém, quando o Pedro completou 2 meses, minha coluna simplesmente travou. Fiquei de cama 3 dias, sem conseguir me mexer e quase não conseguia ir ao banheiro. Depois disso, foram mais 3 dias de hospital, tomando remédios fortes para tentar, ao mínimo, levantar da cama.
Nesses dias de agonia, minha grande amiga Patricia, que hoje é minha sócia, foi me visitar. Além de dentista, ela é acupunturista e foi fazer uma sessão de acupuntura enquanto eu estava travada na cama. Naquela tarde, durante a sessão de acupuntura, ela virou para mim e falou: “estou procurando uma sócia; quero começar a fazer festinhas personalizadas, você topa?”
Parei, olhei para ela e sem pensar muito disse: topo! Você achou a sua sócia.
Foi assim que nasceu Mimos Patili! A união de uma dentista/acupunturista e uma advogada, que resolveram se jogar de cabeça no mundo das festas!

 

2- Quanto tempo você investe diariamente no seu negócio? Como é a sua rotina de mãe e dona do próprio negócio? Como concilia as duas coisas?

No início, conseguia trabalhar em casa, ainda muito informalmente. Porém, o negócio foi crescendo, eu me desliguei totalmente do banco e resolvi montar um ateliê, ter mais espaço e, aos poucos, profissionalizar o negócio.
Normalmente fico em casa pelas manhãs. Faço almoço, brinco com o pequeno, cuido das coisas da casa, levo para a escola e depois vou para o ateliê. No final da tarde busco o pequeno na escola, retomo as tarefas de mãe e, às vezes, termino algum trabalho de Mimos à noite. Falo sempre que a minha jornada é tripla e sem descanso! Tenho que ser mãe, esposa e empreendedora!
Aliás, empreendedora em tempo quase integral, porque acabo respondendo mensagens de clientes, desenvolvendo artes e montando coisas à noite, aos finais de semana, etc.

 

3-  Quanto dinheiro inicial você teve que investir e que material teve que comprar?

Meu investimento inicial foi para adquirir uma plotter de recorte e impressora profissional, indispensáveis para o negócio.
Foi um investimento inicial de aproximadamente R$ 2 mil.

 

4- A sua empresa está crescendo? Como está indo? Já é registrada?

Mimos Patili tem crescido dia após dia. Nunca ficamos paradas e nossa clientela vem crescendo. Ficamos bem felizes quando o cliente retorna e indica o nosso trabalho para amigos.
Mimos Patili ainda não é uma empresa formal, mas estamos caminhando a passos largos para formalizá-la e expandir os negócios no médio prazo.

 

5- Para alguém que está pensando em montar o próprio negócio em casa, que dicas você dá?

Sinceramente, não é fácil trabalhar em casa e ter o bebê por perto. Disciplina e organização são as palavras-chave. Se tiver alguém para ajudar nas tarefas de casa, ou com o bebê, melhor ainda.
Além do mais, você tem que ter um parceiro que te apóie em tudo. Sem o apoio incondicional do meu marido, jamais conseguiria estar onde estou. Ele é meu braço direito e esquerdo, meu incentivador e ajudador de todas as horas! (sim, o marido me ajuda a montar as coisas de Mimos Patili em casa!!!)
Mimos Patili me faz muito feliz e traz satisfação. Acho que tem que ser o objetivo maior: buscar fazer algo que traga alegria ao seu coração e que te permita vivenciar o crescimento do seu filho.

 

Algumas fotos do trabalho da Mimos Patili. Para ver mais fotos é só clicar nos links abaixo para o Facebook e Instagram

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entrevista com Uma Mae, Mulher e Empreendedora ligia miguel e pedro mamae tagarela

 

Ligia Miguel e seu filho Pedro.

Mimos Patili no Elo7

Mimos Patili no Facebook

Mimos Patili no Instagram

Dê a sua opinião: