Formas de Induzir o Parto no Hospital

Formas de Induzir o Parto no HospitalJá sabemos que é muito melhor para a gestante e para o bebê que o parto comece de forma natural, mas se tem uma coisa que me deixa triste é ver uma gestante que quer ter um parto normal e não conseguir. Teoricamente ela deveria ter uma chance de 85% de conseguir, ou seja, salvo em caso de necessidade de uma cesárea..

A cesárea é maravilhosa, não me entendam errado, ela salva muitas vidas! Mas eu acho triste que mulheres que desejam tanto o parto normal acabem fazendo uma cesárea que não era necessária.

Então se depender de mim, eu vou levar informações para quem quer ter um parto normal. Desde falar do passo a passo para conseguir um parto normal, falar de como funciona o nosso cérebro durante o trabalho de parto (essa pesquisa fez toda a diferença na minha vida), falar de induções naturais para entrar em trabalho de parto.



Só que não podia faltar falar sobre as induções que são feitas no hospital, não é mesmo?

Aí vamos dizer que o seu médico fala que o seu bebê tem algum problema e que por causa disso você tem que fazer cesárea. Quer dizer, você quer um parto normal e aí vai ter que fazer cesárea??? Ah não, desculpem a minha franqueza, mas responde para ele “então vamos induzir, doutor!” Vejo muitas cesáreas que poderiam ter sido parto normal se tivesse sido feita a indução do trabalho de parto, como: o bebê é muito grande (lenda), minha placenta está envelhecida (lenda), meu líquido amniótico está reduzindo (provavelmente lenda, dependendo do caso), já passei das 40 semanas (lendíssima). É claro que existem motivos reais da necessidade da indução do trabalho de parto mas seja lá qual for o motivo, é muito melhor você ser induzida para entrar em trabalho de parto do que acabar em cesárea, viu?!

Então eu vou citar para você as formas de induzir o parto que podem ser feitos pelo seu médico ou pelo plantonista do hospital.

1-Ocitocina Sintética: No caso a ocitocina artificial, chamada de sintocina, é aplicada na veia da gestante fazendo com que ela entre em trabalho de parto. A ocitocina é um hormônio que é naturalmente produzido no corpo da mulher quando ela entra em trabalho de parto de forma espontânea. A Sintocina, que é a ocitocina sintética, foi criada para induzir trabalhos de parto. A desvantagem desse tipo de indução é que o útero tem contrações bem fortes e dolorosas, coisa que não acontece com a ocitocina natural e por causa dessas contrações, em alguns lugares não usam esse método com gestantes que já tiveram cesárea.

2-Descolamento de Membranas (Stretch and sweep): Esse é o procedimento feito no hospital mais tranquilo de todos. Ele pode ser feito antes mesmo das 40 semanas, mas quanto mais perto melhor. A enfermeira obstétrica ou o médico obstetra coloca dois dedos no canal vaginal e vai até o colo do útero para ajudar a abrir o colo, para desgrudar a bolsa das águas da parede do útero e faz movimentos que estimulam a produção de um hormônio chamado prostaglandina. Depois desse procedimento você pode ser mandada para casa. Não é doloroso mas pode incomodar bastante, se doer muito é porque o colo está fechado ainda. O lado negativo do descolamento de membranas é que você pode ter contrações e não entrar em trabalho de parto, pode ter ruptura da bolsa sem querer durante o procedimento ou pode não acontecer nada pelo simples fato do bebê não estar pronto para nascer. Após esse procedimento o trabalho de parto começa em até 48 horas e a taxa de sucesso é de 24% (nos outros casos a gestante não entra em trabalho de parto).

3-Prostaglandina sintética: Não sei se isso é oferecido no Brasil. Existem pomadinhas em forma de gel com esse hormônio, que faz com que o trabalho de parto comece, que pode ser usada no cervix para começar a amolecer e afinar o colo do útero. Após algumas horas, se o trabalho de parto não começar, os profissionais da obstetrícia colocam mais um pouco do gel. Mas sabe onde você acha prostaglandina de forma natural? No esperma masculino, como eu já falei no texto sobre indução natural.

4-Rompimento artificial da bolsa: É um procedimento muito utilizado nos hospitais no Brasil. Esse procedimento é feito com um instrumento longo e de plástico que se assemelha muito a uma agulha de crochê. Essa agulha é inserida no útero e faz-se um furo na membrana amniótica da bolsa.

rompimento artificial da bolsa

5-Catéter com balão ou sonda de foley: É um método mecânico que também libera prostaglandina. O obstetra coloca um balão no útero, enche de soro e prende a ponta do lado de fora para fazer força para o útero dilatar. Geralmente é feito para ajudar a dilatação a evoluir e pode ser utilizado junto com ocitocina sintética.

6-Misoprostol: É um medicamento (um comprimido) que é inserido no colo do útero e faz com que inicie o trabalho de parto. Ele relaxa o colo do útero e estimula contração uterina. É mais eficiente do que as prostaglandinas e a ocitocina sintética. Não é indicado por quem tem cesárea prévia porque pode romper a cicatriz do útero. Esse procedimento só pode ser feito por médicos obstetras pois o misoprostol pode ser abortivo se utilizado em fases iniciais da gravidez.

Além desses, existem outros métodos para induzir o trabalho de parto, mas a maioria não é mais usada.

Espero ter ajudado.
Beijos, Thata

Fonte:
Conversa com doulas
Huggies Australia
Ana Cristina Duarte página no Facebook
Gestar Parir Amar 
Adele Doula
Maternando e Aprendendo

4 Comments:

  1. Excelente texto! Deveriam imprimir e colocar em todas as maternidades!!! <3

  2. Maria das Neves

    Com td isso q vc indicou, vc conseguiu seu parto normal da Mia?

    • Thata Tagarela

      Maria, ficamos 24hs em trabalho de parto e acabei indo para uma cesárea de emergência. Por causa das complicações Mia ficou internada 10 dias na UTI e eu fiquei internada 12 dias. Ainda não estou 100%, ainda em tratamento, mas estamos em casa. Mia nasceu dia 11 de Março as 7:52 :)

      • Maria das Neves

        Mas vcs vão ficar bem pq Deus não abandona as pessoas corretas e justas e que faz o bem pra tds. Ele sempre olha por todos nós e em breve vc ficará bem pra ver q isso foi uma fase e as escolhas q tevi serviram pra você aprender com as dificuldades.
        Deus é mais! Vc acredita em Deus?

Dê a sua opinião: