Londres com Crianças (e Grávida)

Londres com crianças e como se divertir com crianças em Londres gastando pouco.

Eu e a Thata Tagarela sempre gostamos muito de viajar, mas depois que o Eric nasceu, nosso estilo de viagem teve que mudar. Da mesma forma que mil coisas mudaram na nossa vida com a chegada de um bebê, as viagens agora envolvem planejamento extra. Decidir por um roteiro balanceado que agrade os pais e também as crianças não é uma tarefa muito simples, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças.

Há roteiros e destinos que são quase óbvios que agradarão as crianças: viagem para a Disney, ou para praia ou para hotel fazenda costumam ser boas escolhas.



O difícil é quando você planeja ir para uma cidade grande levando crianças. Recentemente fizemos uma viagem de 3 dias para Londres e vou contar um pouquinho dela para vocês.

Chegamos em Londres pelo aeroporto de Stansted, que fica a cerca de 60km do centro de Londres. De lá, há diversas opções de transporte a partir de £5 por pessoa. Londres é uma cidade cara, uma das mais caras do mundo. Portanto sugiro que você pesquise as opções de transfer com antecedência pra não tomar uma facada no bolso logo no primeiro dia. Opção que escolhemos foi o trem Stansted Express, que custa £7.50 por pessoa (somente ida) se comprado com 30 dias de antecedência. Se comprar na hora sai por mais de £15. Há empresas de ônibus do aeroporto e as passagens são um pouco mais baratas, mas o ônibus leva o dobro do tempo, é menos confortável e os horários são menos flexíveis. Há ainda transfers privados ou táxis, mas são opções bem mais salgadas. Planeje bem seu roteiro. Londres tem 5 aeroportos (Heathrow, Stansted, Gatwick, Luton e London City). Inclua o preço do transfer no seu orçamento, às vezes ele sai mais caro que uma passagem de cia aérea low fare.

londres com criancas e gravida (4)

Usando escada rolantes para subir e descer com carrinho. Em escada comum era no braço.

Chegando na nossa estação de trem de destino, tivemos um gostinho da desagradável característica do transporte urbano londrino que nos acompanharia em todos os dias do nosso passeio: a cidade não é preparada para carrinhos de bebê / cadeiras de rodas. Sim, juro. Uma das cidades mais avançadas do mundo com essa falha imperdoável. Inacessibilidade hoje em dia é inadmissível na minha opinião. Subir e descer escadas com malas, carrinho de bebê e uma criança não muito paciente não é tarefa fácil.

O problema da inacessibilidade nos chateou bastante, mas em todos os dias optamos por levar o carrinho de bebê e carrega-lo para cima e para baixo nas escadas. São raras as estações em que há elevadores e mesmo assim eles não levam até o nível da rua. Há planos de modificar as estações para torná-las acessíveis, porém esse é um projeto demorado que deve levar muitos anos, pois a grande maioria das estações foi construída antes de existir uma consciência social de acessibilidade. Então, se você estiver viajando sozinho(a) com o bebê, pense na opção de levar um sling ou canguru ergonômico para substituir o carrinho.

londres com criancas e gravida (7)

Broche para ser usado dentro do metrô.

Já para as gestantes, Londres oferece uma atenção especial, pelo menos no transporte público. Em qualquer estação do London Underground (metrô), você pode pedir um broche escrito “baby on board”. Achei uma idéia excelente. É um pequeno mimo para as futuras mamães, mas o motivo principal é facilitar que os outros passageiros reconheçam a gestante para poder ceder o lugar (e a maioria cede mesmo). Para a Thata Tagarela, foi ótimo por estar no início da gestação, com a barriga ainda não muito grande. As composições do metrô contam com assentos preferenciais para gestantes, idosos e pessoas com necessidades especiais. Mas além desses, os vagões possuem assentos preferenciais para quem está com carrinho de bebê. São assentos que podem ser fechados, fazendo espaço para que o carrinho não fique no meio do corredor. A mãe/pai/cuidador da criança consegue sentar ao lado do carrinho e ainda ficar perto da porta de saída.

Enfim, Londres é uma cidade bem agitada e há muitas atrações para todos os gostos. Cada um conhece seus filhos e sabe como agradá-los. Nós aqui optamos por um roteiro para agradar o Pititico, até porque já conhecíamos Londres.

Museu de História Natural – recomendo visitar a ala dos animais e a dos dinossauros. Excelente para adultos e crianças.

londres com criancas e gravida (3)

Museu de História Natural

Science Museum – fica ao lado do Museu de História Natural. O Eric adorou ver os carros, foguetes e aviões. Também curtiu muito uma área de atividades educativas para crianças dentro do museu.

londres com criancas e gravida (6)

Science Museum

Hyde Park – um dos parques mais tradicionais de Londres, vale a pena um passeio, especialmente em dia de sol. O Pititico adorou correr atrás dos esquilos. Algumas pessoas levam amendoins ou nozes (sem sal) para atrair os bichinhos, porém não tenho certeza se isso é permitido.

Palácio de Buckingham – o famoso palácio da família real só pode ser visto de fora. Dê uma passada por lá e depois caminhe no Green Park ou St James Park.

londres com criancas e gravida

Palácio de Buckingham

Big Ben / Parlamento – caminhe a partir da Abadia de Westminster em direção ao Big Ben. Depois atravesse o Rio Tâmisa pela Westminster Bridge. A vista do Parlamento e da torre do Big Ben pela margem sul é imperdível.

Em todos os passeios, é importante lembrar das limitações das crianças. As nossas visitas aos museus, por exemplo, duraram entre 1h e 2h. Mais que isso seria entediante pro nosso filho.

Um lugar que gostaríamos de ter levado o pequeno, mas por falta de tempo deixamos para a próxima foi o London Sea Life Aquarium. É um daqueles aquários enormes em que os visitantes caminham por túneis cercados de aquários com toda sorte de animais marinhos. Tenho certeza que o Eric teria gostado, mas não deu tempo.

Algumas atrações de Londres nós decidimos não ir:

London Zoo – fica um pouco afastado do centro.

Shrek Adventure – parece ser mais voltado a crianças um pouco maiores, a partir de 5 anos.



London Eye – cogitamos ir na famosa roda gigante com o Eric, mas lembramos que a mesma fica bastante cheia de gente e dá uma volta de 20-30 minutos. Muito legal para adultos, mas o Eric poderia ficar entediado rapidamente.

Museu de Cera Madame Tussauds – lugar fantástico, porém muito focado no público adulto.

Museu Sherlock Holmes – novamente, para uma criança de 2 anos não haveria nada de interessante.

O ponto alto da viagem e um dos principais motivos da nossa ida a Londres era visitar o parque da Peppa Pig, que fica dentro do Paultons Park, em Southampton, a cerca de 100km de Londres. Mas o parque da Peppa merece um post dedicado só para ele.

Dê a sua opinião: