Minha Experiência com Amamentação

eu amamentando o eric amamentação tudo de bom

Eric com 4 meses, mamando sem precisar do bico de silicone.

Antes de falar da minha experiência com amamentação, quero dizer que não sou especialista em amamentação, então não se limite ao meu blog.

Antes do Eric nascer eu estudei bastante sobre amamentação. Me informei inclusive sobre os benefícios de amamentar o meu bebê.

Li todas as informações que tinham em um grupo famoso (no Facebook) sobre amamentação. Tive dificuldades mesmo assim. Tive alguns problemas que me atrapalharam a amamentação e estragaram o meu sonho. Sim, porque meu sonho era amamentar o Eric até pelo menos 2 anos.



 

1- Bico plano.
2- Um seio que não tinha leite (devido a duas cirurgias de retirada de nódulos, um deles bem grande).
3- Falta de incentivo de pessoas próximas que, mesmo não tendo a intenção, me atrapalharam.
4- Infecções e sangramentos.

Quanto ao primeiro problema que eu tive, bico do seio plano, há quem diga que esse não é um problema (vide grupo famoso no Facebook). Depois do que eu passei eu afirmo, SIM é um problema!!! Li muito sobre isso e a maioria das mães tem bico normal. Poucas mães tem bico plano como o meu. Então que venha uma mãe aqui, que tenha bico plano, com uma história diferente da minha e tente me convencer do contrário. Porque eu tive dificuldade com a pega. E muita!!! O Eric não conseguia abocanhar de jeito nenhum o meu seio reto e sem bico. Desde o hospital (Perinatal – RJ), as enfermeiras especializadas em amamentação me diziam para usar uma concha de amamentação. Usei e aquilo mais parecia um objeto de tortura medieval. Aquilo dói muito. Realmente fazia bico, mas 15 segundos depois de tirar o bico sumia. Não me adiantou muito. Não valeu a pena.

Depois de alguns dias em casa liguei para a pediatra maravilhosa do Eric (Gisele Panno) que me receitou um bico de silicone, para que o Eric mamasse por cima. Tentei de algumas marcas e não funcionou, quando comprei da marca Amamente, ele pegou. E sugou todo o leite que eu tinha. O problema é que antes disso, eu estava desesperada e vendo meu filho berrar de fome, sem conseguir amamenta-lo com o meu próprio leite, acabei dando leite de lata. Como eu disse, as pessoas que estavam por perto não entendiam nada de amamentação e mesmo sem querer atrapalharam. Eu nunca mais consegui amamentar exclusivamente. Tentei até relactação com Mama Tutti (também idéia e apoio da pediatra).

Aliás, a pediatra sempre foi contra eu dar mamadeira. Ela dizia “já que está dando leite de lata, dê num copinho”. Eu tentei e não deu certo, ele engolia muito ar e ficava passando mal. Então foi minha culpa também. Consegui amamentar o Eric até o 5 mês de vida dele, quando ele decidiu que a mamadeira era mais interessante que a mamãe. A famosa “confusão de bicos”.

O meu seio esquerdo não tinha mais que 10 ml de leite, devido a duas cirurgias de retirada de nódulos (no mesmo seio), um deles bem grande. Tão grande que tive que usar uma cânula no seio por 15 dias para que o sangue preenchesse o buraco que o nódulo deixou… ah sim, a cânula era para deixar o excesso de sangue extravasar para o curativo. Então por mais que eu tomasse litros de água, por mais que eu bombeasse o leite, não conseguia aumentar a produção daquele seio. Dizem que a mãe consegue amamentar um filho com apenas um seio se for preciso. Acredito muito nisso, afinal, muitas mães de gêmeos conseguem amamentar os dois. Mas é mais difícil com certeza e associado aos outros problemas que eu tive, passa a ser um problemão. Claro que desde o início eu notei que não tinha leite naquele seio, mas só depois de ler que grandes cirurgias fazem diminuir a produção de leite, que o meu coração se acalmou.

Pela dificuldade de pega do Eric tive duas infecções e muitos sangramentos. Tive que usar antibiótico tópico duas vezes no seio. Usei muita pomada (Lansinoh, Millar, Lanidrat), cheguei a testar Bepantol no seio, usei Mamare (um disco de silicone que você coloca na geladeira e depois cola no seio pra dar um alívio depois de amamentar). Só não cheguei a usar casca de banana (algumas pessoas usam a parte de dentro voltada para o seio).

Quero agradecer à pediatra do Eric – Dra Gisele Panno, à minha prima Gabriela Tefili (pelas palavras que ela me disse na maternidade que me incentivaram muito), aos meus pais e ao Papai Tagarela. Sem o apoio deles eu não teria conseguido amamentar nem esses 5 meses.
Eu não ter conseguido não significa que eu não queira mais tentar amamentar o próximo filho, caso eu venha a ter outro. E eu apoio a amamentação exclusiva até os seis meses e apoio a amamentação prolongada.

Então as minhas dicas para que você consiga amamentar são

4 Comments:

  1. natielle neide g r dos reis

    Boa tarde Thata, lê o seu post e decidir contar minha historia ,sempre sonhei em amamentar meu filho no peito e não tenho bico sempre escutei das pessoas que meu seios iria rachar que eu não conseguiria amamentar ,foi então que eu pedi ajuda a minha medica que pediu pra que a partir do 6 mês eu passasse bucha vegetal nos seios,no começo achei que não ia dar em nada e que era só conversa de medica sabe ,mais fiz o que ela me falou,quando meu filho nasceu fui logo amamentar e não e que deu certo resumindo não tive nenhum de problema para amamentar, meu peito não rachou e não sentir nada de dor ,então acho que isto de não ter bico e um mito pois não tenho bico e meu filho mama maravilhosa bem,isto de yudo depende da pegada do bebe .

    Obrigado pela oportunidade
    Adoro seu bog

  2. Amei o seu blog meu sonho era amamentar porém não me preparei e não sabia como fazer tive meu filho meu bico era plano e eu dei mamadeira esperando o leite descer Ledo engano amamentei só 4 meses ele não gostava do peito mamadeira era mais fácil então na segunda gravidez li fiz curso preparei o bico e não comprei mamadeira acreditei no meu leite e deu certo os bicos se formaram com a sucção do meu bebe amamentei até quase 3 anos mas a realidade é que bico plano dificulta muito no início realmente

  3. Meu bebê vai fazer 2 meses e ele tá viciado na mamadeira ele não pega o peito de forma alguma como favo pra ele mamar no.meu peito tambem

    • Thata Tagarela

      Gesiana, você precisa de ajuda de uma especialista em amamentação. Procure um Banco de Leite (cada cidade tem um) que a ajuda é gratuita.

Dê a sua opinião: