Mudança de Rotina e o Autismo – Como Lidar com As Crises

Não sei se toda mãe de autista sofre com a mudança de rotina na vida dos filhos, mas eu sofro e muito. Arrisco a dizer que esse é um problema da maioria das mães de autistas (quiçá de todas).

Uma vez eu li que alguns autistas não suportam pequenas mudanças de rotina, como por exemplo, um caminho diferente para ir para a escola, que pode ser um problemão se o caminho usual estiver fechado. Outros autistas vão ter problemas apenas com grandes mudanças de rotina, que é o nosso caso.



Quando o Eric era menorzinho ele não se importava em sair da rotina mas com o passar dos anos isso acabou virando um problema e nós gostamos muito de viajar. Depois dos 2 anos e meio isso passou a ser um problema. Quando viajamos para Portugal, para a praia, não conseguimos aproveitar muita coisa por causa disso. Alguns dias da viagem ele teve 10 crises por dia. 10!! E não adiantava lear no trenzinho, ou passear de barco, enfim, fazer coisas que ele gosta e que saberíamos que ia curtir, as crises vinham da mesma forma.

Foi aí que aprendemos a lidar com a mudança de rotina, dica da fonoaudióloga que cuidava dele na época e que graças a essa dica conseguimos fazer uma mudança aqui para Malta de uma forma mais tranquila possível (sem a dica com certeza poderia ter sido pior).

A dica que ela me deu foi de escrever um dário, com passo a passo do que virá no futuro. O autista se sente seguro ao saber do que vai acontecer. Por exemplo, no caso da nossa mudança, fazíamos desenhos explicando o que iria acontecer, um passo a passo desenhado. Além dos desenhos da família entrando no avião, mandando a nossa mudança em caixas etc, como se fosse um livro contando uma história, sabe? Também fizemos um calendário em que ele riscava os dias até chegar o dia da mudança. Todos os dias mostrávamos os desenhos para ele e ele riscava um dia no calendário. Isso ajudou demais, Eric teve poucas crises, o que eu acho normal porque acredito que até crianças típicas (que não tenham autismo) se sentem desconfortáveis com mudança de país ou cidade (até adultos se sentem, vamos combinar).

Entendo que essa dica não possa ser usada toda vez como, por exemplo, quando você está levando o seu filho na escola e dá de cara com a rua fechada e precisa mudar o caminho de repente. Mas quando você já sabe que a mudança de rotina vai acontecer, como uma viagem planejada, você pode usar desse artifício do dário. Aqui em casa tem ajudado demais com as crises.

Depois não esquece de me contar como foi contigo, se a dica funcionou.
Bjs, Thata

Obs. Aproveitando que estamos falando do tema AUTISMO, queria contar uma novidade para vocês. O Eric ganhou uma câmera fotográfica (para crianças) de aniversário e está adorando tirar fotos. Fizemos um instagram chamado LENTES DE UM AUTISTA para publicar as fotos que ele tira e está bem legal ver o mundo pelos olhos dele. Não deixe de seguir Lentes de um Autista.

Deixe seu comentário!