Não é Confusão de Bicos, É Confusão de Fluxo

Nao e Confusao de Bicos e Confusao de FluxoAntes de começar a escrever sobre o assunto quero dizer duas coisas.

1- Quem falou comigo sobre confusão de fluxo foi uma consultora da La Leche League, a Jackie, a mais antiga e experiente daqui de Wexford. Para quem não conhece La Leche League, é um famoso grupo de apoio a amamentação daqui da Europa inteira. É um grupo antigo, sério e muito respeitado.

2- Não estou dizendo que não exista confusão de bicos, onde o bebê acaba acostumando com o bico da chupeta e da mamadeira e bagunça com a amamentação. Estou dizendo que em alguns casos pode ser confusão de fluxo também e para evitar isso estou aqui hoje para te contar do que se trata e te ajudar.



Confusão de fluxo acontece quando o fluxo de leite da mamadeira é mais intenso do que o fluxo de leite do seio.

Por algum motivo você precisa dar mamadeira, assim como eu precisei e vai continuar amamentando, não basta comprar uma mamadeira que imite o seio materno para evitar a confusão de bicos. É preciso ficar atenta a confusão de fluxo também.

Aqui eu e Mia ficamos internadas por 12 dias, muitas horas longe uma da outra e claro que isso atrapalhou a amamentação. Tentei dar leite para ela usando a técnica do copinho, tentei usar seringa, mas não consegui usar nenhum desses dois. Acabei tendo que usar mamadeira mesmo.

Seja lá qual for o seu caso, acho importante aprender uma técnica chamada “slow paced bottle feeding” que nos foi ensinada pela Jakie da La Leche League.

Essa técnica consiste em dar a mamadeira fazendo as mesmas pausas que a criança faz quando está mamando no seio da mãe. Pode reparar que o bebê sempre dá pausas para respirar quando está no seio. Na mamadeira não, o fluxo é tão intenso e fácil de mamar que não precisa pausar. Então quem está dando a mamadeira precisa criar essa pausa e dificultar a mamada.

Como fazer isso?

  • Coloque o bebê bem reto no colo, praticamente “em pé”.
  • Posição da mamadeira: oferecer a mamadeira você precisa esfregar a ponta do bico no nariz do bebê para que ele abra a boca, igualzinho como se faz com o seio. Ao abrir um bocão introduza a mamadeira na boca do bebê. A boca do bebê precisa ficar bem aberta em volta do bico da mamadeira e os lábios relaxados. Assim como a boca de peixinho quando está no seio da mãe. A mamadeira precisa estar reta em relação a boca do bebê. Nunca a segure para cima.
  • Uma vez posicionada a mamadeira dentro da boca do bebê, ele vai começar a mamar. Deixe o bebê mamar de 20 a 30 segundos e puxe a mamadeira para baixo (deixe a mamadeira cair sem tirar da boca). O bebê vai dar uma pausa e respirar. Assim que o bebê começar a chupar o bico da mamadeira novamente você volta a posicionar a mamadeira na boca do bebê para que ele volte a mamar. A cada 20-30 segundos deixe a mamadeira cair novamente e continue assim a mamada inteira.

Provavelmente você vai levar o dobro do tempo para dar a mamadeira (ou mais que isso) para o seu bebê, mas é importante porque no seio materno o bebê dá essas pausas para respirar. Bebê nenhum mama direto no seio da mãe e isso pode criar uma confusão de fluxo. A mamadeira por ter um fluxo de leite mais fácil pode acabar sendo a preferido do bebê um dia e ele vai acabar rejeitando o seio da mãe.

Para entender melhor como funciona a técnica recomendo assistir ao vídeo abaixo. É em inglês e sem legenda, mas com a explicação que eu dei acima dá para entender direitinho. Pode correr para 1 minuto de vídeo que é onde ela começa a demonstrar a técnica do slow paced bottle feeding.

Foto: Lactation Care

Dê a sua opinião: