Não Tiro Foto dos Meus Filhos com o Papai Noel Caso Eles Chorem

Nao Tiro Foto dos Meus Filhos com o Papai Noel Caso Eles ChoremTá chegando o Natal e os shoppings estão todos enfeitados, com árvores, bolas e balangandãs natalinos. E no meio de toda essa arrumação tem sempre alguém vestido de Papai Noel, sentado em seu trono, recebendo as crianças para conversar e tirar uma foto que ficará como recordação para posteridade.

Legal né? Eu também acho. Adoro essa festa toda. Adoro tudo enfeitado. Adoro a comida de Natal.

Eric nasceu, meu primeiro bebê. Ele tinha 4 meses e estávamos em um Shopping e lá estava o bom velhinho (na verdade nós adultos sabemos que é um homem vestido de Papai Noel) e eu quis tirar foto dele com o Papai Noel, mesmo que na época ele nem sabia quem era Papai Noel. Eu achei legal, eu queria guardar a foto dele com o Papai Noel.



O problema, ao meu ver, é quando você chega no shopping nessa época do ano e você vê muitas crianças chorando porque não querem tirar foto com o Papai Noel e os pais insistem na foto. A criança não está confortável com a situação, está nitidamente detestando isso tudo mas os pais insistem. Essas crianças estão sentindo medo naquele momento. Confesso que fico com o coração na mão e com uma vontade absurda de abraçar essas crianças.

Ano passado levamos o Eric para ver o Papai Noel e ele teve medo. Não quis tirar foto e não forçamos. Respeitamos os sentimentos dele. Sim, crianças em determinadas idades podem ter medo de pessoas fantasiadas, não só do Papai Noel, como por exemplo, personagens da Disney. Cabe aos pais respeitarem que a criança não se sente bem para tirar foto com um desconhecido. As crianças se sentem mais seguras se sentem que os pais correspondem aos seus sentimentos.

Esse ano estávamos no shopping e o Eric pediu para tirar foto com o Papai Noel. Ele estava feliz e radiante que ia “conhecer” o Papai Noel. Entramos na fila e combinamos “se a Mia chorar a gente não força” mas para a nossa surpresa ela adorou o Papai Noel. Ela ficou olhando para ele com cara de interessada, curiosa, tanto que foi difícil fazer com que ela olhasse para a câmera. E a Mia é um bebê que estranha bem as pessoas. Nos surpreendemos e as fotos ficaram ótimas.

Mas se ela tivesse chorado eu não ia pensar duas vezes. Eu não ia forçar, eu não ia deixar a minha filha com medo. Eu sou o porto seguro dela e estou ali para protegê-la. Quando uma criança chora no colo de uma pessoa que não conhece é um limite que a própria criança estabelece e precisamos aprender a respeitar esses limites.

Mas nos surpreendemos com Mia (eu achava que ela choraria) e o resultado é esse que vocês estão vendo.

É por isso que ano passado não temos foto com o Papai Noel, mas essa ano temos. Chegou a hora dele curtir o Natal, mandar cartinha, pedir presente e acreditar no Papai Noel e vou vou deixar a imaginação dele aflorar.

Falando nisso, quem aí ainda não comprou a roupa das crianças para a noite de Natal?

 

Deixe seu comentário!