Os Bebês Não São Como Nos Disseram

Os Bebes Nao Sao Como Nos DisseramNão, os bebês não são como nos disseram. Eles não gostam de dormir em berços, cercados por barras de segurança, presos em uma “jaula”. Os bebês querem dormir junto ao corpo de suas mães, aquecidos, se sentindo seguros, amparados, amados, tocados.

Não, os recém-nascidos não querem ficar deitados na posição horizontal. Eles querem dormir junto ao seu peito, na vertical, ouvindo e sentindo o ritmo do seu coração. Na horizontal, a digestão dos bebês é mais lenta, eles regurgitam mais, sentem cólicas, se assustam e se sentem muito mais vulneráveis.

Não, os bebês não se “acostumam” ao seu colo. Eles já nascem acostumados. Desde o início sabem o que é bom.



Não, os bebês não dormem a noite toda. Eles podem acordar por qualquer motivo, seja para mamar ou não. Às vezes os bebês acordam apenas para ter a certeza de que você está ali ao lado deles, cuidando deles. A presença da mãe faz o bebê se sentir mais seguro. Às vezes tudo que eles querem é sentir o cheiro e o toque da mãe.

Não, os bebês não querem ficar sozinhos. Não querem te perder de vista nem por um minuto, querem estar junto de você. Você é o centro do mundo e da vida deles.

Não, os bebês não querem brincar sozinhos. Eles querem brincar com você, dar risada, subir em cima de você, engatinhar pela sala e muito mais.

Não, os bebês não querem outro tipo de leite. Eles querem o seu leite, com gostinho de mãe.

Não, os bebês não querem chupar uma chupeta de plástico o dia inteiro. Eles querem contato pele a pele, seja chupar os próprios dedinhos ou sugar o seu peito.

Não, os bebês não querem que você coloque roupas que pinicam a pele deles, nem brincos nas orelhas, nem fitas na cabeça, nem roupas apertadas, nem outros acessórios. Eles querem se sentir confortáveis, com menos roupas incomodando e ajudando-os a ter mais contato com a pele da mãe e do pai.

Não, os bebês não querem ficar parados. Eles querem que você se mexa, que ande com eles no colo para lá e para cá, para onde você for. Quando puderem, vão querer engatinhar, andar, correr, pular e explorar tudo à sua volta.

Sim, os bebês são curiosos por natureza. Eles querem mexer em tudo, especialmente nas coisas que você mais mexe: celular, computador, relógio, controle remoto etc. Sua riqueza sensorial se desenvolve a partir daí.

Os bebês aprendem a partir daquilo que eles vivenciam. Se você sempre disser não a eles, em breve eles vão dizer não de volta para você. Se você evita que eles façam tudo, em breve eles vão desenvolver medo de tudo.

Não, bebês não são “muito exigentes”. Nós é que temos pouca paciência e baixa tolerância. Nós é que somos pouco disponíveis para eles.

Não, os bebês não querem que você vá embora. Querem ir contigo a todos os lugares. Você é o exemplo deles, a única referência, é quem os faz se sentirem seguros, é o centro do universo para eles.

Goste ou não, assim são os bebês humanos, os primatas e os mamíferos. Mas nenhuma outra espécie desconhece tanto a sua própria cria. Se quisermos um mundo um pouco mais humano, deveríamos fazer um esforço maior para entender nossos bebês.

Os bebês não são como nos disseram. São infinitamente melhores e mais inteligentes.

Texto original: Ileana Hernández
Tradução: Mamãe Tagarela

Dê a sua opinião: