Para Amamentar É Preciso de Uma Equipe

Para Amamentar e Preciso de Uma EquipeAmamentar não é fácil. Se você já é mãe e tentou amamentar sabe muito bem disso. Mesmo quem não teve complicações sentiu as dificuldades: ter que acordar de madrugada várias vezes e se sentir um zumbi no dia seguinte, se preocupar se a pega está correta etc. E quem teve dificuldades pior ainda!

Foi o meu caso. 12 dias internadas, muitos deles separadas, deram mamadeira para a minha filha. Óbvio, ela precisava se alimentar e eu estando desacordada não podia amamentar.

Então quero começar esse texto agradecendo a minha equipe. Aqueles que eu pude contar com o apoio, são eles:

Marlene – minha mãe
Derli – meu pai
Regina – minha sogra
Camilla – minha amiga e consultora de amamentação



Deixei por último o nome mais importante de todos. Aquele que tirou férias para ficar ao meu lado até que eu conseguisse amamentar, que correu atrás da consultora da La Leche League e conversou com ela inúmeras vezes, que comprou todos os suplementos que eu pedia (inclusive os super difíceis de achar ele achou), que ficou horas rodando a cidade atrás de uma lâmpada para cicatrizar o meu seio, que não me deixou desistir todas as vezes que eu pensava em desistir. Rafael, meu marido, parceiro para o que der e vier, suas palavras e todo apoio foram essenciais.

Aliás, todos os 5 foram essenciais. Eles foram a minha equipe, meu alicerce. Eu não teria conseguido sem a ajuda de todos, de cada um de vocês.

Estou escrevendo esse texto no celular, enquanto estou deitada e amamentando a minha filha Mia. Hoje eu posso dizer que consegui tirar o leite artificial e que o leite de mamãe é suficiente. Isso tudo me emociona e sou muito grata à essas cinco pessoas.

Então como eu dizia, até mesmo quem não teve dificuldades precisa de uma equipe. Apoio é tudo nessa vida. É claro que você pode conseguir amamentar sem ter uma equipe, mas fica bem difícil. Com apoio ao seu lado fica melhor, mais fácil, mais prazeroso, como tudo nessa vida feito a dois ou mais fica melhor, por que amamentar seria diferente?

Pode ser o apoio do seu marido / companheiro, ou dos seus pais, ou até mesmo daquela pessoa que vai limpar a sua casa (e ou fazer a sua comida) – sim isso também é apoio. Imagina você ter que dar conta da casa sozinha, no meio do puerpério e ainda ter que amamentar e descansar?

Estar bem descansada e alimentada também é importante para a amamentação.

Qualquer pessoa que te ajuda é uma base de apoio. Faz parte da sua equipe.

Eu entendo perfeitamente quem desiste de amamentar. Geralmente essas pessoas não tiveram apoio. Podem ter marido, pai e mãe. Mas eles não souberam como apoiar. Vejam aqui que a culpa não é de ninguém. Amamentar é complicado mesmo e como um time as pessoas precisam estar em sintonia. Não basta só a mãe ter estudado sobre amamentação, por exemplo. O pai também precisa saber qual é o seu papel e como ajudar.

Então, vou terminar esse texto com uma frase bem clichê: Uma andorinha não faz verão.

Um beijo 
Thata

2 Comments:

  1. Thais fico feliz por vc.por Mia e pela equipe maravilhosa que vc teve e que puderam colaborar para o seu desempenho.Que sirva de exemplo para outras mães. Um bjo e um abraço carinhoso . Beth

Dê a sua opinião: