Quando Iniciar a Introdução Alimentar (Alimentação Complementar)?

Quando Iniciar a Introducao Alimentar Alimentacao ComplementarQuando, recentemente, escrevi um texto sobre sucos na Introdução Alimentar (IA), muitas mães questionaram sobre qual o melhor momento para iniciar a Alimentação Complementar (AC) dos seus babies e acho importante esclarecer essa dúvida que também é muito comum nos atendimentos no consultório.

Bom, em primeiro lugar, é importante esclarecer que “Alimentos complementares são quaisquer alimentos, que não o leite humano, oferecidos à criança amamentada.”

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que o bebê seja alimentado exclusivamente por leite materno (LM) até os 6 meses e a partir dessa idade comece a receber outros alimentos, além de água. As mães que por algum motivo não consigam amamentar, devem ser orientadas em relação às fórmulas infantis que variam em alguns aspectos em sua composição, mas as chamas “fórmulas de partida” também atendem às necessidades nutricionais do bebê até o 6º mês, porém esses devem beber água nos intervalos das mamadas.



Mas porque somente aos 6 meses??
Diversas vezes atendo mães super ansiosas querendo iniciar logo a Introdução Alimentar, mas salvo em algumas exceções, tento convencê-las da importância de esperar o momento mais confortável para o bebê. É claro que não podemos generalizar, pois cada bebê apresenta um desenvolvimento único e precisamos estar atentos aos sinais que o corpo apresenta.

Alguns autores falam sobre uma espécie de “gestação de 15 meses”, referindo-se aos 9 meses de gestação somados aos 6 primeiros meses seguintes de vida do bebê após o nascimento, onde o LM teria um papel fundamental nesse processo de amadurecimento do trato digestivo.

Sabe aquelas famosas cólicas nos 3 primeiros meses? Então, a causa mais comum para esse sintoma é essa imaturidade intestinal, onde o bebê está formando a sua flora intestinal, que por sua vez ajudar a fortalecer as células do intestino, preparando-o para receber novos alimentos futuramente. E uma das vantagens do LM é ter componentes chamados de prebióticos que alimentam essas bactérias da flora intestinal, ajudando nesse processo de maturação. Além disso, até os 6 meses o LM é capaz de garantir todas as necessidades nutricionais do bebê para garantindo proteção, crescimento e desenvolvimento adequados.

Outro aspecto muito importante que devemos levar em consideração é o fato de aos 6 meses, o bebê normalmente já conseguir sentar, o que reduz risco de engasgos e deixa a criança mais segura para curtir e participar de forma ativa dessas novas descobertas! Sim… A fase de IA é uma fase cheia de novidades e descobertas: texturas, sabores, odores diferentes. Por isso, é muito importante que as mães tenham muita paciência e entendam que aos poucos essas novidades vão entrando na rotina de forma natural.

Além do ponto de vista nutricional e desenvolvimento motor, tem também outra questão que as mães precisam estar atentas: o risco de contaminação! Quando iniciamos a IA, abrimos um leque de alimentos novos, onde precisamos cuidar da procedência, higienização e armazenamento para que estejam seguros para o consumo do bebê. Além disso, a higienização correta dos utensílios também é fundamental. Todo esse cuidado vai proteger contra viroses e outros tipos de contaminações.

Por tudo isso, será que não vale a pena segurar a ansiedade e esperar o melhor momento? Sei que algumas mães vão questionar sobre a volta ao trabalho. Como fazer quando a mãe precisa retornar ao trabalho antes dos 6 meses? Nesses casos, oriento a ordenha e armazenamento de LM com toda segurança necessária (o LM pode ser armazenado por até 15 dias no congelador) e quando realmente não for possível esperar, faço uma programação individual com a rotina de cada mãe, onde juntas decidimos como será mais adequada para cada família o início e a evolução da IA, que deve ser feita de forma progressiva. Até os 8 meses o bebê deve estar recebendo 2 refeições à base de frutas (colação e lanche) e 2 grandes refeições (almoço/jantar), além do leite materno e/ou fórmula infantil nos demais horários.

debora marques alimentando metas

 

Debora Marques
Nutricionista Clínica Funcional – CRN: 06100078
Especialista em Saúde Materno-infantil – UFRJ
Tel: 21 99233-2001
E-mail: alimentandometas@hotmail.com
IG: @deboramarquesj @alimentandometas @alimentandobaby
Facebook Alimentando Metas
Facebook Alimentando Baby

Dê a sua opinião: