Quando Nasce um Bebê…

Quando Nasce um BebeO primeiro filho tão amado enquanto esteve na barriga está vindo ao mundo. O frio na barriga surge! Não tem mãe que não fique com frio na barriga nesse momento. É vontade de gritar de felicidade, é vontade de chorar de emoção, tudo ao mesmo tempo, pois sabemos que em breve nos tornaremos mães.

O bebê nasce e tudo na nossa vida muda. Noites mal dormidas. Tendo que aprender a dar de mamá, sempre atenta à pega ao seio. Colocar para arrotar, trocar fraldas… “Oooops,  o que é isso preto e grudendo? Mecônio? Nunca ouvi falar!” Aprender a cuidar do umbigo, aprender a dar banho sem entrar água no ouvido (e sem afogar aquela coisinha pequena e molinha). É muita coisa que temos que aprender de uma hora para outra e mesmo que o curso de grávida tenha ajudado, não é a mesma coisa que cuidar de um boneco.

“Ih, sentou! Olha que lindo, sentado e durinho!” É muita emoção!

Os meses vão se passando e a fome do bebê vai aumentando e aí com 6 meses vem a primeira papinha de frutas e haja cara feia e cuspidas. “Acho que o meu filho não curtiu.” “Ok é assim mesmo, temos que oferecer várias vezes antes de concluir que a criança não gostou. Um bebê que só estava acostumada com o sabor do leite, agora está experimentando outros sabores” E aí as papinhas salgadas que muitas vezes são rejeitadas. Haja paciência.


Aliás, paciência é uma coisa que aprendemos a ter depois que nos tornamos mães.

A criança vai crescendo e depois que fica em pé no berço já começa a engatinhar. Vai atrás dos brinquedos preferidos, é óbvio! “Olha como ele engatinha engraçado! Hahahaha que fofura! E eu achei que não iria engatinhar, que ia pular essa fase.”

Aí vêm os primeiros passos, as primeiras palavras, bate palminhas “Preparação para o aniversário de 1 ano!”. O coração chega a doer e as lágrimas escorrem de tamanha emoção.

No início você pensa “Onde eu me meti quando quis ter um bebê?” de tanto trabalho que um recém nascido dá, mas agora você já pensa “Ahhh quero outro! Que delícia todas essas novidades”.

No dia do primeiro aniversário dá vontade de chorar o dia inteiro. “Como assim o meu bebê já tem 1 ano? Como passou rápido! Bem que me avisaram que passa voando”. Um dia mais do que especial, dá vontade de comemorar para sempre.

A festa foi linda, a festa foi boa, meu filho ficou cercado de pessoas queridas em volta. Que maravilha!!! Ele se divertiu!

As descobertas continuam…

Aprender a dançar, fazer mímicas, passinhos de músicas. Aprender a cantar. Aprender a pular.

Agora o meu filho forma frases “Achou o papai” “Cadê a mamãe?”. Sim papai e mamãe vão continuar sendo as palavras preferidas do bebê, por mais que cocô tenha sido a primeira de todas. hahahaha

É a época do boom da linguagem. A cada dia 6 palavras novas. O seu bebê, não tão mais bebê assim, já sabe fazer os sons dos animais, já sabe os nomes das cores, das formas, letras do alfabeto, números…

Agora ele já se comunica. Ele sabe como dizer, mesmo que não usando palavras ainda, quando está com fome, quando está com sede, quando está com tédio, quando quer alguma coisa.

Eu olho para aquele bebê deitado no sofá assistindo desenho e ele não tem mais carinha de bebê, tem cara de menino. Mas quando ele vem de manhã me acordar, com um paninho na mão, eu vejo o meu bebê novamente.

É com lágrimas nos olhos que eu escrevo que hoje o meu bebê deixa oficialmente de ser um bebê. Hoje ele completa 2 anos que veio ao mundo. 2 anos que eu descobri o que é amar de verdade. 2 anos que eu descobri que ser mãe é se doar 100%. 2 anos que eu descobri que todo sacrifício por ele vale a pena.

O meu bebê está dando lugar para um menino. Eu sei que nada vai mudar de uma hora para outra e que as coisas vão continuar evoluindo e mudando aos poucos, mas é muita emoção.

Parabéns meu pequeno, que o mundo te cubra de prazeres, que você tenha muita saúde, que você seja muito feliz, seja lá qual for o caminho que você escolher.

Quando nasce um bebê… nasce uma cachoeira de emoções dentro da mãe desse bebê.

Futura mamãe, te prepara que é amor demais que não cabe no peito e transborda pelos olhos.

Dê a sua opinião: