Rotina do Sono do Bebê de 0 a 6 Meses

Oi mamães! Eu sou a Lígia Coimbra, especialista em sono de bebês e crianças e estou muito feliz por estar aqui hoje com vocês.
E, a partir de agora, uma vez por mês estarei por aqui, para conversarmos sobre “Rotina e o Sono do Bebê” então, super aceito sugestões de pauta e assuntos para conversarmos!

Hoje, o assunto é a ROTINA DO SONO DO BEBÊ de 0 a 6 meses. Como criar uma rotina? Por onde começar? O que ajuda? O que atrapalha? O que é “normal”?

São muuitas dúvidas não é verdade? Então, fica comigo aqui que vou te contar tudo o que sei, para te ajudar a estabelecer e organizar a rotina do seu bebê de 0 a 6 meses, combinado?



Primeiro, acho importante a gente conversar sobre “como criar uma rotina do sono”. Existem 3 maneiras de criarmos uma rotina do sono para o nosso bebê:

1- O bebê rege todo o ritmo e conduz todo o processo. Dorme só quando quer e consegue, mama quando quer, enfim, o bebê é o guia dessa rotina. Essa é a opção mais vulnerável, já que na verdade é uma “não rotina”. A mamãe fica á mercê do bebê e precisa ficar 100% disponível para ele.

Isso a médio e longo prazos costuma ser muito desgastante para a mãe e inviável, no caso da sua volta ao trabalho ou a entrada do bebê no berçário, já que tanto numa quanto na outra situação, existem horários que precisam ser cumpridos e respeitados que não dependem do bebê.

Nessa rotina se encaixam a livre demanda, o BLW, a cama compartilhada e toda a filosofia da “Criação com apego”.

Veja aqui dicas de como compartilhar a cama com segurança.

2-A Mamãe conduz toda a rotina – Nesse caso, a mãe estabelece os horários de refeições, sonecas, e toda a agenda do bebê, de acordo com o que acha melhor para ele/ela.

Aqui se encaixa a técnica do “Nana Nenê”, por exemplo.

3-A Mamãe organiza e conduz a rotina só que respeitando as necessidades e particularidades do seu bebê- Essa é, na minha opinião, a forma mais equilibrada e menos sofrida de estabelecer uma rotina para o bebê.

Nesse modelo, a mãe observa o bebê, e cria uma rotina baseada sim nas necessidades dele, mas também respeitando os limites dela, e até a sua própria agenda de responsabilidades com a casa, com o trabalho e com ela mesma.

Mas você faça o que fizer mais sentido para você, ok?

Bom, agora para ficar mais organizado, vou separar nosso papo em duas etapas:

  • A ROTINA DO SONO DO BEBÊ DE 0 a 3 MESES
  • A ROTINA DO  SONO DO BEBÊ DE 3 a 6 MESES

rotina do sono 0 a 6 meses

A ROTINA DO SONO DO BEBÊ DE 0 A 3 MESES:
Não sei se você já ouviu falar, minha amiga, daquela linha da pediatria que considera que os 3 primeiros meses de vida do bebê são como se fossem o 4° trimestre de gestação, ou seja, o bebê ainda não está pronto para viver aqui fora!

Entenda mais sobre a teoria da extero-gestação: o bebê que não sabe que está fora do útero.

Os bebês são neurologicamente muito imaturos, assim como vários órgãos deles também são. Para eles, mamar, respirar, fazer a digestão, chorar… são desafios enormes! E eles não diferenciam dia e noite (por uma imaturidade fisiológica e NÃO comportamental ou de “maus hábitos”).

Então, sendo assim, tudo o que traz bem-estar e conforto para o bebezinho recém-nascido é o que se assemelha ou o que reproduz as condições que ele vivenciava lá dentro do seu útero, durante a gestação.

O problema é que nós costumamos ter uma idéia meio romanceada de como era a sua vida lá no útero!! rsrs Não era silenciosa, nem espaçosa, nem paradinha não! Os bebês são embalados, aquecidos, escutam a voz e sentem o cheiro da mãe o tempo todo, tudo isso numa barulheira danada e num escurinho gostoso…

E o que isso tem a ver com a rotina do sono de 0 a 3 meses?

Pois é, minha amiga. Eu te contei tudo isso para que você tenha uma idéia do que o seu bebê quer e precisa nesse momento: muito aconchego, proximidade com a mamãe, luz fraca, estar aquecido, ser embalado, precisa de toque, ouvir e sentir a mãe por perto o tempo todo.

Eu sei… a gente fica cansada… eu sei a gente quer tanto tomar um banho demorado, comer uma comida quentinha,dormir uma noite inteira!!! Aceite ajuda de pessoas próximas, para cuidarem de você e da sua casa, para que você possa se dedicar ao que é mais importante nesse momento: seu bebê.

Então faça o que estiver dentro das suas possibilidades, sem se preocupar que “colo estraga”, que “seu bebê vai ficar mal acostumado”… Aqui a livre demanda é importantíssima.

Ajuste as suas expectativas: um bebê de até 3 meses, dificilmente dorme uma noite inteira ou tem alguma rotina para as mamadas, sonecas e sono noturno. Tem alguns bebês que começam, por si só a esboçarem um intervalo mais fixo entre as mamadas e algum padrão de sono, mas são raros.

O que fazer então?

Nessa fase o recomendado é se conectar ao seu bebê de forma muito intensa, para que você saiba exatamente fazer a leitura do que ele quer e precisa. Reconhecer cada chorinho, cada gestual corporal e cada nuance do seu filhotinho.

Assim, você já vai recolhendo informações importantes para enfim, estabelecer a rotina quando a hora chegar. Por exemplo: se o seu bebê é mais esfomeado ou mais tranquilo, se é mais dorminhoco ou agitado, mais chorão ou mais pacato.

No final do 3° mês completo, eu sempre gosto de sugerir que as mamães façam uma agenda das atividades do seu bebê: anotar tudo sabe? que horas acordou? que horas mamou? que horas chorou mais?quanto tempo demora para ter fome entre uma mamada e outra? quais as janelas de sono? (quanto tempo ele/ela conseguem ficar acordados entre uma soneca e outra “sem vencer”).

Essas anotações nos ajudam muito a analisar como é o nosso bebê e, é baseada nessa análise que você vai começar a estabelecer a rotina do seu bebê ( isso se você optar por usar a 3° forma de estabelecer a rotina, que eu te contei aqui no começo do post).

Quando eu vou poder estabelecer uma rotina? A partir do 3° mês de vida completo ou, na 12°-13° semanas de vida.

A ROTINA DO SONO DO BEBÊ DE 3 A 6 MESES:
Então é aqui, minha amiga, que a nossa jornada de estabelecer uma rotina para o bebê vai começar pra valer.

Primeiro eu queria te dizer o que eu entendo por rotina: todas as atividades diárias do seu bebê como sonecas, mamadas, sonecas, banhos, cocôs, passeios, hora que acorda, refeições, hora que os pais saem e chegam em casa, hora das atividades e brincadeiras… enfim é TUDO mesmo!!

Outra informação que eu considero importante: por quê a rotina é importante e benéfica para os bebês?

A rotina traz para eles a PREVISIBILIDADE, que segundo os especialistas em psicologia, desenvolvimento infantil e neurocientistas é uma das 3 grandes necessidades dos bebês que ele precisa que sejam atendidas, junto com “proteção e proximidade”.

Segundo esses especialistas: ” O desenvolvimento emocional, físico e neurológico da criança é amplificado quando as necessidades básicas são atendidas consistentemente e apropriadamente”. (Leia mais aqui, no site da API– Criação com apego).

Bom, então resumindo, minha amiga, a rotina NÃO É UMA CHATICE, ou não é uma vilã, viu? A rotina vai se tornar uma grande aliada sua, para ajustar a vidinha do seu bebê e a sua própria, além de ter desdobramentos muito positivos no sono, no padrão alimentar e no comportamento do seu bebê, já que ele se sentirá mais seguro e atendido.

Por onde começar então: faça suas anotações e analise com cuidado procurando traçar paralelos, ou seja, encontrar coisas em comum principalmente os horários de fome e de sono.

A coluna central da rotina serão as mamadas, é por aí que a gente vai começar a esboçar a rotina. E aí, vamos encaixando as sonecas, o banho, as outras atividades ao redor dos horários das mamadas, já que fome não se negocia, certo?

A segunda chave ou peça principal desse jogo, são as janelas de sono do seu bebê, ou seja, o tempo que ele consegue ficar acordado entre uma e outra soneca, sem vencer, sabe? E essas janelas são variáveis, de acordo com a fase (idade) em que o seu bebê se encontra e são diferentes entre si também: a janela de sono da manhã e do começo da tarde costumam ser mais curtas e a do final do dia, mais longa.

Percebe como a rotina vai se desenhando? Assim, sabendo os horários e intervalos de mamadas/alimentação e sonecas-sono, você encaixa as outras atividades como banho, passeios, brincadeiras.

E agora a cereja do bolo: consistência minha amiga! Fazer TODO SANTO DIA igualzinho!! Manter os horários, manter as atividades… é assim que o seu bebê vira um reloginho, se sente seguro, já que sabe exatamente o que “vem depois” na sua rotina, e´também se sente atendido, já que toda a rotina foi desenhada e estruturada respeitando as necessidades dele/dela (lembra das suas anotações?).

Comece hoje a por em prática as minhas dicas, sabe porquê? Porque amanhã é “nunca mais”

E, se por acaso você achar que precisa de uma ajuda mais de perto, conte comigo! Esse é o meu trabalho que amo tanto.

ligia coimbra

 



Lígia Coimbra é especialista em sonos de bebês e crianças.

Visite o blog da Lígia: “Mães Comadres”,
A página no Facebook “Mães Comadres”,
Canal do Youtube e Instagram.
E conheça também o “Recém-Mamãe Sono”– muito mais que uma consultoria.

 

 

2 Comments:

  1. Recomendo o Fada do Sono

  2. Tentei, juro que tentei! Fiz tudo, mas não rolou rotina estruturara aqui não! Acordar, banho, mamadas e banho quase não variam, agora sono…. tanto de dia como a noite! Cada dia uma surpresa…. 😭

Dê a sua opinião: