Sexo Após a Chegada do Bebê

sexo apos a chegada do bebeQuando nasce o bebê, algo inesperado acontece ao casal de primeira viagem: notam que mal têm tempo para dormir, comer e tomar banho, para ficar juntos então o tempo acaba se tornando escasso. Não conseguem ficar juntinhos, não conseguem ver um filme, não conseguem comer juntos, namorar então acaba ficando fora dos planos por um tempo. Isso significa que o sexo acaba sendo deixado de lado por um tempo, o sexo entre o casal muda. Nada é para sempre, ainda bem, mas para entender porque essas mudanças acontecem, hoje eu vou falar dos pontos que fazem com que o sexo mude na vida do casal após a chegada do bebê.

-O corpo da mulher muda:  A mulher se sente feia, estranha, diferente do que era antes. Agora a barriga está mole, o cabelo começa a cair depois de um tempo e não tem tempo ainda para se cuidar se sentir melhor.

-Dor durante a relação sexual: A vagina resseca depois do parto, fica mais sensível, pode ter sofrido com o parto em si caso a mulher não tenha se preparado para o parto normal ou caso tenha sofrida alguma violência obstétrica. A dor também pode acontecer para quem fez a cesárea, pois os pontos do útero podem incomodar, no início, durante a penetração.



-A mulher se desinteressa por sexo: não é por menos, um bebê demanda bastante atenção e cuidados, a mulher não consegue dormir. Comer sentada e quente é luxo. Banho só de 5 minutos. O maior interesse da mulher na cama, nessa fase, é em dormir.

-O homem se desinteressa pela mulher: Alguns homens passam a ver suas mulheres como mães dos seus filhos. O seio, muitas vezes, deixa de ser um órgão de desejo, passando a ser visto como fonte de alimento. Muitos homens acabam perdendo o encanto pelas suas mulheres.

-Falta tempo para pensar em sexo, sobra cansaço para pensar em dormir apenas: A casa está uma bagunça, a sua vida está uma bagunça, principalmente se você não tem nenhuma ajuda com nada. Você só pensa em dormir dormir dormir.

-Brigas entre o casal: Ser mãe e pai é bom, mas crianças trazem discórdia, na maioria das vezes, para os casais. A má divisão dos cuidados da casa e do bebê entre o casal, assim como decisões sobre a criação do filho podem causar brigas.

-Falta de desejo sexual: queda dos hormônios no pós parto, dores também por causa do pós parto, cansaço natural de mãe de recém-nascido. Tudo isso faz com que falte a vontade de namorar.

Há quem se identifique com um ou mais itens dessa lista, mas calma! Só de você tomar o primeiro passo, que é reconhecer os problemas dentro de casa, já é meio caminho andado. Após reconhecer os problemas, o casal deve conversar sobre o assunto, ter quantas conversas foram precisas para chegarem e uma resolução, concluindo o que pode ser mudado.

Essa caminhada não é fácil, é preciso de companheirismo, empatia (se colocar no lugar no outro), muita conversa e muito amor para conseguir resolver.

A questão é que filhos mudam o casamento e isso não é uma coisa ruim, mas por causa disso precisamos nos reinventar, nos adaptar.

Foto:
The Guardian

Dê a sua opinião: