Suco de Fruta Antes de 1 Ano, Pode? – Introdução Alimentar

Suco de Fruta Antes de 1 Ano Pode Introducao AlimentarResolvi escrever sobre suco de fruta pela dúvida frequente no consultório e pela angústia que algumas mães têm desenvolvido em função disso…

Em primeiro lugar… Calma, gente!
Tenho atendido e visto muitas mães/pais com verdadeiro pavor da Introdução Alimentar (IA), quando na verdade, esse deveria ser mais um momento para ser curtido entre a família.

Hoje sabemos o quanto essa fase é importante para a construção do paladar e, por isso, as questões que envolvem a IA vem sendo cada vez mais estudadas, muitas recomendações estão mudando e, infelizmente, às vezes, o terrorismo nutricional vem junto.



É verdade que muita coisa mudou do nosso tempo de criança para os dias atuais… Antes podia geleia de mocotó, biscoito maisena e Danoninho! – “E estamos vivos até hoje!!” – quem nunca ouviu a mãe, a tia, a vizinha falando essa clássica frase??

Agora nem pensar! Nem pensar mesmo! O bebê realmente não precisa de alimentos ultraprocessados, cheios de química e açúcar! Não queremos criar uma geração de crianças sobreviventes, mas sim de crianças saudáveis, não é mesmo?!

E o suco de fruta? Antigamente, a recomendação era iniciar a introdução alimentar pelo suquinho de laranja lima e hoje o suco virou o vilão! Mas será??

Outro dia, vi a seguinte solicitação num grupo de mães, do qual faço parte: “alguém indica uma nutricionista infantil que não receite geleia de mocotó, Danoninho e suco de fruta antes de 1 ano??”

Então vamos lá… Deixa eu me apresentar: Eu sou Debora Marques, nutricionista pós-graduada em nutrição clínica funcional e em saúde materno-infantil, atuo nessa área há mais de 10 anos, estou sempre me atualizando sobre o assunto e não acho certo que o suco de fruta  seja colocado no mesmo “bolo” de porcarias industrializadas! Calma, porque antes de generalizar e proibir, precisamos entender que cada caso é um caso e situar a mãe para que ela de forma consciente faça as melhores escolhas.

Vamos entender??

A fruta é composta de açúcar (frutose), fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos – nutrientes fundamentais para o crescimento da criança, para fortalecer a imunidade, para garantir o funcionamento pleno do organismo, entre outras funções importantes. Quando processamos a fruta, perdemos fibra, mas temos outros nutrientes importantes que permanecem ali. O suco de fruta natural, sem adição de açúcar, não é somente “aquele açúcar que vai rápido demais para a corrente sanguínea” e não pode, em hipótese alguma, ser comparado a outras porcarias industrializadas e cheias de açúcar refinado.

Quando oriento uma família nesse período de IA, faço questão de explicar que a fruta in natura, será sempre a melhor opção, seja em pedaços maiores (BLW), seja amassada com o garfo, congelada (em forminhas de picolé) e sim, EVENTUALMENTE em forma de suco.

Outra recomendação importante é lembrar que, de fato, o suco não é água e, por isso, não deve ser oferecido várias vezes ao dia. Tem o seu momento certo, normalmente no meio da manhã ou no meio da tarde e não deve ser coado, para minimizar as perdas nutricionais. Oriento, inclusive, uma receita de suco verde quando a criança está doente e com baixa aceitação de alimentos sólidos.

Acredito que famílias conscientes e bem informadas são capazes de fazer as melhores escolhas sempre e garantir uma alimentação saudável e equilibrada para os “nossos pequenos”, sem esse terrorismo e generalizações exageradas.

debora marques alimentando metas

 

Debora Marques
Nutricionista Clínica Funcional – CRN: 06100078
Especialista em Saúde Materno-infantil – UFRJ
Tel: 21 99233-2001
E-mail: alimentandometas@hotmail.com
IG: @deboramarquesj @alimentandometas @alimentandobaby
Facebook Alimentando Metas
Facebook Alimentando Baby

2 Comments:

  1. Eu quero sabe o que eu posso dar minha filha de 2 anos pra acaba com os gases dela , todos os dias ela fica cheio de gases na barriga estou tanto remédio mas não resolve????

  2. Passa receitinha de sucos pra gente!!!
    Bjoss

Dê a sua opinião: