Toda Mãe Já Pensou em Desistir de Amamentar

Toda Mae ja Pensou em Desistir de AmamentarCalma, respira fundo. Você consegue! Toda mãe já pensou em desistir de amamentar, sabia?

O peito sangra e dói. A sensação de agulhas saindo do peito enquanto o bebê mama. Noites mal dormidas, cansaço, olheiras, dor de cabeça e muitas vezes mal humor. O bebê pendurado o dia inteiro no peito. Sensação de ser anulada e só servir para isso. Restaurante ambulante. Força, não desista, você consegue!

É difícil mesmo esse início, mas saiba que você está dando o melhor leite para o seu bebê e vai ser recompensador!



Depois da introdução alimentar isso melhora (ou um pouco depois quando o bebê comer de verdade). Acredite nisso. O bebê vai mamar menos vezes e vai dar uma folga para o seu peito.

Força nas tetas, guenta firme!

Toda mãe já pensou em desistir de amamentar, mas muitas mães desistem dessa idéia porque sabem que é um caminho sem volta. Parou de dar o peito, parou de produzir leite, acabou. Já era. Todo o lado bom, o gostoso da amamentação, vai ficar para trás. Aquela troca de olhares durante a mamada, o aconchego nos seus braços, dormir gostoso no colo da mamãe enquanto mama, passar os dedos no seu colo, enrolar a mãozinha na blusa. Tudo isso fica na história quando o bebê parar de mamar.

Toda mãe já pensou em desistir de amamentar, principalmente nos dias de cansaço extremo, então descanse, durma sempre que possível. Deixa a casa bagunçada, deixa a roupa acumular, esquece o telefone por algumas horas. Feche os olhos e descanse quando o bebê descansar. Faça cama compartilhada se você se sentir segura. Relaxe.

Mas eu só queria mesmo que você soubesse que essa vontade de desistir de amamentar que bate em você, também bate as vezes em mim. É uma vontade que dá em toda lactante. Mas deixar de amamentar dói. Dói na alma, dói no coração. Você vai chorar por dias seguidos. Você vai se arrepender de ter desistido. Vai te marcar por toda a vida. Então segue com força, porque desistir não é uma opção.

Calma que falta pouco para melhorar.

Foto:
Tummy Calm

8 Comments:

  1. Será que desistir de amamentar é tão grave assim? E a nossa liberdade de dispor nos nossos corpos? E a nossa liberdade de escolher o que é melhor para nós e para os nossos filhos?

    Eu luto sempre contra essa obrigação cega e injusta de que é preciso amamentar sempre e o maximo de tempo possivel. Eu acho que cada um sabe o que é melhor para si e para a sua familia.

    Moro num pais onde amamentar não é uma imposição da sociedade, onde a gente amamenta se quiser. Eu escolhi não amamentar. Ainda na maternidade eu tomei remédios para o meu leite secar e minha filha nunca foi amamentada. Hoje ela tem 7 anos e é extremamente saudavel e feliz. Ela foi também um bebê saudavel e feliz.

    Não quero desencorajar mães à amamentar, mas textos como esse me deixam profundamente irritada pois eles negam a escolha que é nossa. Amamenta quem quer.

    • Thata Tagarela

      Eu acho que a maternidade é cercada de sacrifícios e sim, comentários assim desencorajam várias mães. Amamentar não é fácil, nem um pouco, é sacrificante, se vc tivesse tentado entenderia o que eu quero dizer. Por não ser fácil é preciso de estímulo e é isso que eu estou tentando fazer aqui. Um comentário como o seu é um balde de água fria para mim. Tentar amamentar é um ato de amor que não dá para medir. Não desencoragem, mamães, com comentários assim. Sigam firmes nos seus objetivos. No futuro vai ter valido a pena.

    • debora vasconcellos

      Desculpe Nat, mas pra mim ser amamentado é um direito do bebe, portanto ao menos tentar amanentar é umaobrigacao da mae.

  2. Eu não, nunca pensei em desistir de amamentar!! Isso é muito particular, depende muito da situação que envolve o nascimento daquele bebê, daquela mãe. Cada caso é um caso. Sou feliz por ter amamentado meus 2 meninos, nunca pensei em desistir, embora não tenha sido fácil.

  3. Respeito a opinião dessa mãe que nunca amamentou ,mas digo, por experiencia que nada na mundo se compara com a sensação de amamentar. Nem o parto, nem o amor que sentimos quando sentimos o bebê mexer na nossa barriga se compara com a sensação de amamentar. É incrível!!! Claro que o começo é complicado e que dói. Dói sim é muito! Mas passa! E quando passa o que fica é uma ligação mágica entre a mãe e o bebê. Claro que a criança não precisa mamar no peito pra ser saudável e feliz, mas dizer que mãe e bebê são tão felizes quanto quando existe a amamentação, olha, sinceramente, acho difícil acreditar.Acredite, é MÁGICO!!!

  4. Nunca pensei em ter filhos, mas agora meu filho já tem dois meses…. Desde que soube que estava eu e meu marido decidimos que eu iria amamentar. Mas acredito que se não fosse o apoio que ele me deu não teríamos conseguido. Foi difícil mais o prazer que é amamentar supera os desafios…. Vale a pena amamentar…..

  5. Li este texto com lágrimas rolando nos olhos.
    Neste momento estou internada há 5 dias, lutando contra um abscesso na mama. Até aqui, foi muita dor, febre, mal estar, muitas opiniões e muitos “é assim mesmo”… tenho sofrido demais, sentido muitas dores… o medo de ter novo abscesso me atormenta. A dor de amamentar me desanima, a dor de passar horas ordenhando o leite que sobra pra depois jogar fora machuca… isso no seio Não afetado.
    Não consegui ainda viver a belezada amamentação, pois geralmente estou me contorcendo de dor ou muito tensa com a possibilidade da dor…
    Será que tenho o direito de parar?
    Será que meu filho precisa mais de meu leite que de minha serenidade e sanidade?

    Estou sofrendo com as duas possibilidades.

    • Thata Tagarela

      Samanta, o seu caso é bem difícil mesmo. Não se culpe se você decidir parar. Há um limite e cada mãe sabe o seu limite. Já tentou uma consultoria em amamentação ou procurar ajuda no Banco de Leite? Saiba que o seu bebê vai ser muito amado se tomar mamadeira e ele vai sentir esse amor. Que dar mamadeira não é o fim do mundo e que você pode dar olhando nos olhos e segurando perto do seu peito para que ele ouça o seu coração enquanto toma mamadeira. Mas se você ainda quer tentar, procura uma consultora particular em amamentação. Custa menos que uma lata de leite (que dura só uma semana). Um bj e um super abraço

Dê a sua opinião: