Vai Chegar o Dia que Eles Vão Sair de Casa

Vai chegar o dia que a sala estará limpa e arrumada, sem brinquedos espalhados, sem roupa jogada.

Vai chegar o dia que você poderá acordar com calma, tomar o seu café da manhã em silêncio, almoçar comida quente e ver um filme depois do jantar.

Vai chegar o dia que você vai conseguir dormir a noite inteira novamente, sem se preocupar com hora para acordar.

E quando esse dia chegar, os brinquedos espalhados pela sala e pelo quarto, escondidos embaixo do lençol da cama ou até mesmo aqueles jogados dentro da privada farão falta.

E quando esse dia chegar o silêncio da casa, o sabor da comida quente e o prazer do banho demorado levará sempre um gostinho de saudades.

E quando esse dia chegar e você acordar de madrugada com vontade de ir ao banheiro e não mais porque alguma criança te acordou, a sensação de vazio no peito vai incomodar.



Não deixe para perceber que você poderia ter aproveitado mais, vivido mais, sorrido mais quando for tarde demais. Não deixe para dar os beijos e abraços quando eles não estiverem mais por perto. Não deixe para dizer que ama os seus filhos através do telefone ou chamada do what’s app. 

Então aproveite o agora apesar de todas as dificuldades. Reclame menos e viva mais. A cada dia que você se incomoda com a bagunça, a cada dia que você passa arrumando, eles vão crescendo e o dia deles saírem de casa vai ficando cada vez mais próximo.

Beije a abrace agora que eles moram sob o mesmo teto que você. Sorria todos os dias e tenha certeza que disse pelo menos um “eu te amo” antes do final do dia. Dê colo sempre que pedirem, hoje, agora, por mais que você esteja ocupada ou cansada, pois um dia eles não caberão mais nos seus braços.

Deixe para se arrepender pelo o que você acha que fez de errado e nunca pelo o que você deixou de fazer.

Autora Thais Cardoso
Mamãe Tagarela
Para mais textos como esse siga o Instagram @mamaetagarela

Deixe seu comentário!