Vale a Pena Ter Uma Doula? 

Vale a Pena Ter Uma Doula

Eu com a minha doula, Germaine.

Olá futuras mamães ou futuras mamães de dois. Hoje a minha conversa é com vocês. Foi uma leitora, a Tami Passoni, que pediu que eu falasse sobre a minha experiência com a minha doula, se eu acho que valeu a pena etc. Então vamos lá.

Eu estava grávida da Mia, seria o meu segundo bebê, terceira gravidez e resolvi correr atrás de uma doula para conseguir ter o meu parto normal, a minha VBAC.

Obs. VBAC significa vaginal birth after a caesarean, ou seja, ter filho por via vaginal após uma cesárea.



Então a minha idéia ao contratar uma doula era que ela me ajudasse a ter meu parto normal. Doulas são ótimas para isso, elas entendem muito do assunto. Se você quer ter um parto normal eu recomendo que você tenha uma doula. Se você não tem condições de contratar uma doula procure uma doula voluntária no grupo cesárea não obrigada, no Facebook. 

Como escolher a sua doula:
Eu acho que para você ter uma doula para chamar de sua, essa pessoa tem que ter muito a ver contigo. Uma boa conversa, horas de conversa, antes de contratar os seviços de uma doula, são essenciais. É como um casamento temporário. Ela vai te ver nua, ela vai te ver fazendo xixi e muito provavelmente fazendo cocô durante o trabalho de parto. Ela vai saber de muita informação íntima da sua vida. Então você PRECISA se sentir a vontade com ela e na presença dela. Isso não vai acontecer na primeira conversa, não é da noite para o dia, mas se a primeira conversa for bem e vocês concordarem em vários pontos, já é um bom sinal.

O que uma doula faz:
A Soraya, uma amiga minha que é doula, fez um texto super bem explicadinho dizendo o que a doula faz (acessa ele aqui).
Mas vou contar a minha experiência, o que a minha doula fez por mim.
Antes de eu entrar em trabalho de parto ela me visitou várias vezes. Em uma visita ela me ajudou a montar um plano de parto e discutimos vários pontos importantes, como não dar vitamina K intramuscular para a Mia (eu escolhi dar em gotas) por exemplo. Também conversamos sobre analgesia e outros pontos.
Em uma outra visita, mais perto do parto, ela me mostrou várias posições para ajudar o bebê a descer mais rápido. Também me ensinou exercícios para fazer em casa para o bebê encaixar.
Ela me respondia todas as mensagens que eu enviava por what’s app, como a foto do meu tampão mucoso. Foi ela que confirmou que era realmente o tampão mucoso. Por what’s app também me dava dicas do que fazer para que eu entrasse em trabalho de parto (Mia nasceu com 41 semanas e 5 dias, eu não aguentava mais).
Quando a minha bolsa estourou, já no hospital, ela me fez fazer exercícios na escada do hospital, exercícios esses que fizeram a contração começar (bolsa estourada não significa que você vai entrar em trabalho de parto, mas ela deu um jeito).
Durante o trabalho de parto ela me ajudou com a dor. Bolsa de água quente, massagem, TENS, banho morno. Posicionava o meu marido para que ele me ajudasse também.
Depois que a Mia nasceu ela me ajudou a posicionar o bebê no seio, me deu dicas de amamentação.
Depois de 15 dias em casa ela foi me visitar para ver como eu estava, como estava fluindo a amamentação.

Muito provavelmente eu estou esquecendo de contar mais alguma coisa que ela fez por mim.

As pessoas me perguntam se eu acho que valeu a pena ter uma doula.
A minha resposta é sim, valeu muito. Com ela eu tive uma experiência de parto bem mais tranquila. Fui respeitada no que eu escolhi para o meu trabalho de parto. As dores foram bem menores do que se eu não tivesse uma doula. A amamentação teve uma boa ajuda inicial dela. A minha experiência foi super positiva e se eu engravidar de novo ou querer uma doula novamente (infelizmente não vai ser a mesma porque eu mudei de país, mas acredito que eu consiga achar uma que eu goste).

Espero ter ajudado,
Bjs, Thata

Dê a sua opinião: