8 Coisas Que Eu Disse Que Não Faria Quando Fosse Mãe

8 Coisas Que Eu Disse Que Nao Faria Quando Fosse MaeÉ, papais e mamães! Uma vez eu li uma frase que me fez pensar: “eu era uma ótima mãe até ter filhos”. E a verdade é esta aí. Quando não somos mães, temos teorias perfeitas que são facilmente aplicadas a criação de qualquer criança. Mas é só a gente colocá-los no mundo para vermos que muita coisa cai por terra.

Então resolvi relacionar 8 frases comuns que sempre escutei (algumas eu mesma dizia) de mulheres que não tinham sido mães, pra gente rir um bocadinho.

 



  1. “Não vou deixar meu filho ver televisão por muito tempo”

É verdade, segundo os pediatras, a exposição prolongada da tv, tablets, celulares não faz bem para a vista de crianças, em especial quando são bebês, mas vai me dizer que no momento que você precisa de paz de espírito, fazer uma comida ou simplesmente ir ao banheiro, a Galinha Pintadinha, Peppa Pig, Palavra Cantanda e afins não se tornaram grandes parceiros seus?

  1. “Todas as decisões serão previamente combinadas entre os pais”

Então, antes do bebê nascer os pais fazem quase um tratado sobre como agirão com o filho, mas na prática, a criança começa a gritar por algum motivo e é bem possível que cada um mude de opinião e fiquem tentando provar ao outro que a sua é a mais correta.

  1. “Não vou ceder ao choro do bebê”

Essa é classicona! A gente sabe que o bebê depois de uma idade já acha que sabe o que quer e através do choro “sofrido” e prolongado começa a forçar a barra para que realizemos o seu desejo. É claaaaro que eu não vou cair nas artimanhas dele, né? Então, espera você estar beeeem cansada, com fome, com sono, irritada pra ver se você não é capaz de fazer de tudo pra não ouvir nenhum chorinho…

  1. “Filho meu não fará escândalo na rua”

Verdade! Afinal, escândalo e cena só quem faz são os filhos dos outros… pobre ilusão. Espera até chegar a fase dos terrible two e a gente volta a conversar…

  1. “Não vou deixar ele dormir na minha cama”

Na teoria você está certa, ainda mais depois que a criança já está maior, afinal, ela deve aprender aonde é o lugar dela (o quartinho) e que este espaço é o dos pais. Mas algum dia, você inevitavelmente vai deixá-lo ficar na sua cama, seja para poupar o seu trabalho de levantar inúmeras vezes na madrugada para buscá-lo para amamentar, para consolar num choro da madrugada ou até mesmo porque dormir ao lado deles é I-R-R-E-S-I-ST-I-V-E-L-M-E-N-TE delicioso (e aquele cheirinho de leite??? Ahhhh!!!)

  1. “Não vou mudar a minha rotina por causa de filho”

O ideal é que a criança se adapte a rotina familiar e se reconheça como mais um membro dela, mas não se iluda, os primeiros dois anos serão muito intensos e você precisará se adaptar as necessidades do seu filho.

  1. “Não vou deixar de sair com os amigos”

No melhor dos mundos, os pais não deveriam se afastar dos amigos, nem deixar de frequentar os lugares de antes, maaaaaasss…. você verá que sair com amigos que não tem filhos começa a ser exercício de paciência enorme que consiste em: sair correndo atrás do filho, comer a comida fria, sair mais cedo dos lugares porque seu filho está dormindo, ter conversas pela metade. E vamos combinar que tem lugares que não combinam com crianças pequenas, né?

  1. “Meu filho não vai comer besteiras”

Não importa o maior dos seus esforços em fazer a melhor e mais completa das refeições para ele, porque um dia ele vai provar alguma besteirinha. Seja em um aniversário, seja com uma avó que oferece escondido da mãe aquele brigadeiro ou até mesmo um coleguinha que a mãe já deixa que ele coma mil bobagens oferecerá a ele.

E vocês? O que diziam que não fariam antes de serem pais?

Dê a sua opinião: