Amamentação: Não Custa Nada se Cobrir com Um Paninho

Amamentacao Nao Custa Nada se Cobrir com Um Paninho

Foto: Alexandre Périgo – ensaio fotográfico com mães a fim de derrubar o preconceito

Dia desses coloquei no Facebook foto de uma mulher amamentando o seu bebê e fiquei impressionada com a quantidade de gente que veio comentar que “não custa nada se cobrir com um paninho” ou “É muita exposição” e outros comentários similares fazendo críticas ao fato dela estar amamentando com o seio “a mostra” sem nenhum pudor.

Fiquei realmente impressionada com a quantidade de gente que ainda pensa dessa maneira e agora entendi porque foi preciso de leis que permitam que a mãe possa amamentar como e quando ela quiser. Oras, na minha cabeça não fazia o mínimo sentido esse tipo de lei porque amamentar é um direito não só da mãe como mais ainda do bebê que tem fome. E convenhamos que ninguém come com um pano na cabeça, por quê os bebês têm que comer?

Eu acho um problema esse tipo de comentário porque não é somente uma pessoa dando a sua opinião como muitas alegaram. É uma pessoa tentando impor a sua opinião, explico: se qualquer uma mãe se sente incomodada em amamentar em público tem mais é que usar o artifício do paninho por cima do ombro cobrindo o rosto do bebê. Se isso vai ajudar na amamentação dela, maravilha, tem que usar mesmo! Só não ache que as outras mães tenham que fazer igual ao amamentar o seu filho. Ninguém é obrigado. A única obrigação aqui é encher a barriguinha do bebê de leite (seja com leite materno ou mamadeira, mas como estamos falando de leite materno vamos continuar nessa linha de pensamento).



É o tipo de decisão que só cabe à mãe e essa decisão vai se basear no conforto da mãe, se a mãe se sente melhor usando ou não o paninho, se ela se sente mais confortável usando ou não o paninho.

Amamentar é um ato lindo é alimentar com amor líquido. Peito é alimento mas também aconchego, é carinho, é conforto. Não tem nada que cobrir algo tão natural entre mãe e filho. Se até o Papa liberou amamentação na Capela Sistina sem pano nem nada, porque ele sabe da importância disso, por que um simples mortal vem achar que eu deva me cobrir? Não me obrigue. Se eu quiser usar em alguma situação eu uso, se eu não quiser eu não uso e ponto final.

Acho que essas pessoas deveriam começar a se acostumar que vai ter peito na boca do bebê à amostra sim, queiram essas pessoas ou não, porque é lei, é um direito e é natural. E se não está feliz segue aquela máxima “os incomodados que se mudem”.

Onde já se viu, num país famoso pelo carnaval, famoso pelos mini biquines, onde mulheres usam decotes para cima e para baixo. Todas nos seus direitos, não me entendam errado. Só não venham reclamar de exposição quando se trata de amamentação, porque se não reclama do resto, para mim não faz o mínimo sentido. Tá faltando coerência.

Nenhuma mãe precisa de paninho para esconder o peito enquanto amamenta. Se você quer usar, beleza, pode usar à vontade. Só não me obrigue.

Foto: Mães de Peito

11 Comments:

  1. Eu amamento meu bebê em qualquer lugar e sem paninho nenhum. Me irrita, fica caindo toda hora e meu bebê não gosta, ele puxa. Acho hipocrisia falar do seio a mostra num lugar onde as mulheres sambam nuas no carnaval e ng vê problema nisso. Se o meu seio fica a mostra, pelo menos é para alimentar meu bebê que tem fome! Não preço pra ninguém ficar olhando, se incomoda, não olhe.

  2. Pano minha bebê não suporta e nem mama. Uso as roupas pra amamentação com abertura lateral são práticas, pra mim funciona.

  3. Eu dou mama onde eu estiver pois não vou deixar o meu bb com fome para satisfazer esses ipocritas amamentação livre sem paninho

  4. Seio não é órgão sexual. Os humanos é que o transformaram nisso e agora vêem maldade numa mulher usar oseio para o que ele realmente foi feito: amamentar!

  5. Armamento onde for e ponto… Quem não gostar que saia de perto!!!!

  6. Eu amamento o meu bebê de 1 ano e 4 meses, em qualquer lugar e sem paninho. As pessoas julgam e criticam, não só pela falta do paninho, lugar..como também por eu amamentar um bebê “grande que já tem mais de 1 ano” (“pra que? já não faz diferença!!!”). Se veem maldade nisso, o problema está neles, não em mim.
    Se cada um cuidasse mais da sua vida o mundo seria mais fácil…mas por mim, fale o que quiser, eu não ligo.

    • Thata Tagarela

      Não sou obrigada 😉

    • Queria saber oque o rapaz faz a uma hora dessas num post sobre amamentação,com essa capa horrorosa e desconfortável,sò pode ser o fornecedor não tem outra explicação, vc não amamenta meu jovem por tanto não deveria estar sugerindo um negócio desse!

  7. Coitadinha da criança com esse pano no calor !!

Dê a sua opinião: