Como Montar o Prato Ideal das Crianças

5 Dicas Para Fazer Com Que o Seu Filho ComaFomos à uma nutricionista infantil EXCELENTE quando estivemos no Rio de Janeiro. Ela nos atendeu por 3hs (a louca né?) e tirou TODAS as nossas dúvidas sobre alimentação.

Eu sou do tipo de pessoa que sempre se importou com a alimentação da família e desde que o pequeno começou a comer eu passei a me importar mais ainda.

Mesmo tento estudado sobre alimentação por muitos anos (de curiosa), ir a uma consulta com uma nutricionista foi muito importante, pois só assim aprendi a montar o prato ideal para o Eric. A nutricionista sabe a quantidade ideal para cada idade e para cada peso. Ela avalia se o crescimento do seu filho (peso e altura) estão normais. Ela conversa sobre possíveis alergias alimentares (e se necessário faz o teste).



Dessas 3 horas de consulta eu absorvi muita coisa. Não sei se todas as profissionais são como ela, porque ela é espetacular. Mas eu amei demais e a partir de agora sempre vou levar o Pititico para se consultar.

Eric estava crescendo muito lentamente e depois que eu readaptei a alimentação dele considerando as dicas da nutricionista, ele voltou a crescer. Ele, que não tinha crescido nos últimos 2 meses, ganhou 3 cm depois que começou a comer de forma mais adequada.

Por isso que hoje eu vou compartilhar com vocês como montar o prato ideal para as crianças. Essa dica serve para QUALQUER UM. Sim, a forma que você deve montar um prato serve para qualquer um, mas a quantidade que eu vou especificar abaixo serve somente para crianças de 1 até 2 anos e meio, que é exatamente a faixa etária do Eric.

De qualquer maneira as minhas dicas abaixo NÃO substituem a consulta com a nutricionista.

Leite: O leite é o principal alimento até 1 ano de idade, mas até os 2 anos ele é muito importante. O Eric desde os 5 meses não mama mais no peito. Com 1 ano e 8 meses eu estava dando dois copos de 180ml + 6 colheres de leite em pó para ele. O que a nutricionista recomendou foi dar 3 copos por dia de 240ml + 8 colheres de leite em pó. Isso mesmo, essa é a quantidade para a criança de 1 ano até 2 anos e meio.

Frutas: Comer de 3 a 5 frutas por dia. 3 porções de frutas por dia é a quantidade mínima recomendada. 5 frutas por dia é a quantidade máxima. Existe uma quantidade máxima porque a fruta contém açúcares.

Além disso, você não pode ofertar as 3 ou 5 porções de uma vez só, tipo, fazer uma salada de frutas e dar no lanche da tarde. O ideal é que essas porções sejam oferecidas ao longo do dia, exatamente para evitar um pico de açúcar no sangue. Ofereça uma porção no lanche da manhã, outra porção (ou meia porção) de sobremesa depois do almoço, outra porção de lanche da tarde, outra porção (ou meia porção) de sobremesa depois do jantar.

É importante saber também que a água de coco não pode ser considerada como água. A água de coco conta como fruta.

Outro detalhe é, ao ofertar as 3 porções de frutas diárias, ofereça 3 frutas diferentes.

Mas o que seria a porção? Vou colocar abaixo uma tabela para você (e você pode pinar essa tabela no pinterest e guardar contigo).

tabela de porcao de fruta por dia Como Montar o Prato Ideal Para as Criancas 2

Prato Ideal – Almoço e Jantar:

O prato ideal é composto por 5 itens: Vegetal A + Vegetal B + Vegetal C ou Cereal + Proteína + Leguminosa.

Notem que aqui eu não estou me referindo à uma alimentação vegana e nem vegetariana.

O prato ideal de uma criança de 1 ano a 2 anos e 6 meses tem que ter de 1 a 2 colheres de sopa de cada um desses grupos. Ao montar um prato de um adulto você também segue essa lógica, só que a quantidade é maior (alô grávidas, tô falando com vocês principalmente).

Segue a tabela de grupos alimentares (que também dá para pinar no pinterest).

tabela de grupos alimentares Como Montar o Prato Ideal Para as Criancas

Algumas observações:

Não esqueça de oferecer sempre água. Só ofereça água meia hora depois da refeição. Água de coco e a água usada para misturar o leite não contam como água. É preciso oferecer água além dessas.

Não tem problema oferecer suco de vez em quando. O suco não vai fazer mal para o seu filho. Mas o ideal é oferecer a fruta, sempre. Sempre ofereça a fruta primeiro. Mas caso naquele dia o seu filho não tenha comido nenhuma fruta e não esteja querendo comer, não tem problema fazer um suco, ainda mais se for um suco funcional. Mas o suco não pode nunca substituir a água, nem ser oferecido no lugar na água.

Ovo dê 2 vezes por semana, não mais que isso.

Peixe dê pelo menos 2 vezes por semana, mas pode dar mais. O ideal é variar o peixe.

Agora, você pode estar pensando “Ahh muito legal, mas não consigo fazer o meu filho comer essa quantidade”. Ok, então você precisa ler essa matéria das dicas de como fazer o seu filho comer.

A nutricionista fera que me deu todas as dicas desse texto é a Débora do Alimentando MetasEla atende na Barra e em Copacabana na cidade do Rio de Janeiro. Recomendo uma consulta com ela, vale cada centavo!

 

3 Comments:

  1. Esse programa de alimentação é pra ser seguido oferecendo os alimentos e leite de quantas em quantas horas?

  2. Amei, essa postagem, sou mãe do João Gabriel de 1 ano e 2 meses, e só agora ele começou a comer, antes só experimentava a comida, fruta e não aceitava mais, eu só fiquei em dúvida de quantas em quantas horas devo oferecer os alimentos e o leite pra ele.

    • Thata Tagarela

      Você pode dar um intervalo de 2 a 3 horas, Juliana. Por exemplo: 1- café da manhã leite + uma fruta, 2- no lanche da manhã uma outra fruta ou um bolo ou biscoito feito em casa, 3- almoço + uma fruta de sobremesa, 4- lanche da tarde vai ser leite + uma fruta ou uma fruta com iogurte, 5- jantar + uma fruta de sobremesa 6- antes de deitar leite de novo.

Dê a sua opinião: