A Importância da Música na Vida do Bebê

A Importância da Música na Vida do BebêVocê sabia que todos os bebês nascem com o potencial de desenvolver habilidades musicais? Pode reparar que bebês costumam ficar bastante animados quando colocamos alguma música para tocar para eles ou ficam mais calmos quando cantamos alguma canção de ninar. O cérebro dos bebês é programado para aprender música da mesma forma que é programado para aprender linguagem.

Geração após geração e ao redor do mundo todo, nós sempre tivemos o costume de cantar canções de ninar para bebês para acalmá-los. Mas eu não sabia que colocar música para o bebê era algo tão importante. Hoje trazemos para você alguns fatos muito interessantes sobre a música na vida do bebê.

Quais são os benefícios de se introduzir músicas no dia a dia do bebê?

  • Fortalece o vínculo com os pais, criando um momento para se aproveitar juntos;
  • Ajuda no desenvolvimento da linguagem e, mais para frente, no aumento do vocabulário;
  • Ajuda o bebê a se sentir mais feliz e relaxado;
  • Melhora o humor da mãe e do pai também;
  • Tem impacto positivo no desenvolvimento do cérebro;
  • Auxilia no desenvolvimento de processos de memória;
  • Ajuda na construção da habilidade musical, que pode ser refinada mais para frente. Educação musical ajuda a desenvolver disciplina, auto-confiança e auto-conhecimento.



Há muitos estudos interessantes sobre a influência da educação musical nas nossas vidas. Bebês que brincam com instrumentos musicais aprendem a se comunicar com sinais mais rapidamente. Crianças que aprendem a tocar um instrumento têm mais facilidade de resolver tarefas lógicas e espaciais, como por exemplo montar um quebra-cabeça. Acredita-se que tocar um instrumento cria novos caminhos no cérebro.

 Que tipo de música é melhor para o meu bebê?

Alguns estudos mostram que música clássica é a melhor opção para fazer a “iniciação musical” do bebê. Primeiro porque são composições bastante complexas, explorando ritmos e tempos diferentes, geralmente com uma boa variedade de instrumentos. Beethoven, Mozart e Bach geralmente chamam muito a atenção dos bebês. Aos 3 meses de idade o bebê já consegue reconhecer músicas que ouviu antes, não é incrível?

Outras boas opções de gênero musical são jazz e MPB. Você pode experimentar também grandes clássicos como Frank Sinatra, Elvis Presley, Ella Fitzgerald, Beatles etc e adiciona-los ao repertório do bebê. Mas nada impede ninguém de colocar seu estilo de música preferido para seus filhos ouvirem. Até porque se você colocar uma música que você gosta, provavelmente você vai se divertir mais e cantar junto para o seu bebê.

Se por um lado a música instrumental tem suas vantagens, por outro lado as músicas com letras são ótimas para estimular o desenvolvimento da linguagem. As rimas e a repetição de forma ritmada são excelentes ferramentas para ajudar o bebê a desenvolver sua fala. Lembre-se que o cérebro do bebê é como uma esponja: ele absorve muita coisa sem a gente nem se dar conta. Quanto mais linguagem ele ouvir, melhor. Fazendo da música uma atividade rotineira, seu bebê pode começar a falar mais cedo. Então, o melhor é alternar vários gêneros musicais.

Mas além de ouvir música, você deve participar de atividades musicais com seu bebê! Os bebês que são estimulados a se movimentar de forma ritmada (mexendo o corpinho como se estivesse dançando, mesmo que com a ajuda dos pais), tendem a querer explorar mais o mundo ao seu redor do que os bebês que apenas ouvem música. Uma boa idéia é marcar o ritmo da música dando toques na sola do pé ou na mão do bebê, ou ainda bater palmas segurando as mãos dele. Isso faz com que o bebê comece a associar aquilo que ele ouve com o que ele sente.

Em resumo, quais são as atividades musicais que posso fazer com meus filhos?

  • Durante a gestação, escolha uma música calma para colocar para o bebê ouvir na barriga, ou cante você mesma, ou peça para o papai cantar.
  • Colocar música para o bebê ouvir durante o dia, experimentando diversos gêneros musicais.
  • Colocar uma música para o bebê dormir e se sentir mais relaxado para pegar no sono.
  • Se você toca algum instrumento, toque músicas para seu bebê.
  • Cante para o seu bebê. Não importa se você canta bem ou mal, seu bebê vai gostar de qualquer forma.
  • Ofereça para o bebê brinquedos musicais variados, caixas de música etc.
  • Cante junto com as crianças (mais velhas).
  • Se possível, ponha seus filhos para aprender algum instrumento musical. A partir dos 4 ou 5 anos de idade, a maioria das crianças já consegue aprender o básico de certos instrumentos.
  • Estimule a escolinha do seu filho a acrescentar mais músicas nas atividades das crianças.
  • Matricule seu filho em aulas de musicalização infantil.

Veja que outras atividades você pode fazer para estimular seu bebê.

 

Fontes:
Parents.com
The Role of Music, Dr Diana Bales, 1998
BritMums.com

2 Comments:

  1. Rodrigo Vianna Fontes

    Papai Tagarela vcs estão sendo fundamentais na minha adaptação à paternagem. Amanhã ele faz 1 mês e este site é minha leitura obrigatória. Abraço.

    • Thata Tagarela

      Rodrigo, fico muito feliz de ler seu comentário! Que bom saber que estamos ajudando de alguma forma. Ser pai é difícil, mas é uma experiência fantástica. Grande abraço, Papai Tagarela.

Dê a sua opinião: