Mãe Também Chora – Carta de Uma Mãe Para os Filhos

Mae Tambem Chora Carta de Uma Mae Para os FilhosEu sou mãe mas antes disso eu sou um ser humano que vive emoções e eu quero que desde já os meus filhos, saibam disso. As mães não deveriam esconder o que sentem, estamos acostumados a acreditar que tristeza ou luto é um sentimento negativo e não é. Os sentimentos das mães deveriam ser sempre acolhidos, não deveriam ser deixados de lado, é importante expressá-los colocar para fora e aprender a lidar com eles.

Por que eu quer contar isso para os meus filhos? Porque é importante que eles saibam que a mãe deles também chora. Chora porque brigou com alguém, chora por algum problema sério que não está conseguindo resolver, chora porque foi demitida, chora porque perdeu alguém que gostava muito, chora porque queria o melhor para eles em determinado aspecto e não conseguiu, chora por medo, chora de felicidade e chora inclusive de cansaço. E isso não é culpa deles. Chorar é tão normal quanto sorrir. Eu não queria que eles se assustassem ou se sentissem culpados ou chateados.

Outro dia eu percebi que a minha filha ao me ver chorar não se segurou e chorou junto e o meu filho me abraçou e pediu desculpas por algo que ele não tinha culpa. Nesse dia eu chorava de cansaço. Expliquei para eles o que estava acontecendo e disse que eles não tinham culpa. Eles não são responsáveis ​​por nossos sentimentos, mas é importante saberem o que a mãe também sente. Mãe nenhuma deveria esconder o choro dos filhos. Mãe nenhuma deveria esconder o choro e a tristeza de ninguém.



Reprimir a tristeza e o choro não nos dá super poderes. Mostrar para os filhos que mãe também chora, faz com que eles aprendam a expressar sentimentos, respeitar o sentimento dos outros, faz com que eles comecem a trabalhar empatia.

Mães cansadas são tidas como chatas, mas não é bem assim. Entenda porque.

 

Eu queria que os meus filhos lessem essa carta:

Queridos filhos, eu quero que vocês saibam que a mãe também chora.

Às vezes vocês terem me visto chorar me deixa desconcertada, mas eu não me arrependo de ter chorado na frente de vocês. Eu quero que vocês saibam que às vezes algo deu errado e não é culpa vocês. Ser adulto significa enfrentar um mundo complicado, é bem difícil.

Eu gosto de saber que vocês me vêem como uma super-heroína, mas eu sei que eu não sou. E eu preciso quebrar essa visão de vocês e contar que eu sou um ser humano como qualquer outro. De “super” só o meu amor por vocês.

Eu não sou perfeita, eu sou de carne e osso: eu penso, eu sinto, eu rio, eu choro, eu questiono, eu sou vulnerável a várias situações. Infelizmente eu não sou super-heroína, eu não controlo tudo a minha volta, eu não prevejo o que vai vir no futuro. Eu levanto todos os dias da cama, mesmo que muito cansada, por vocês. Vocês são o meu motivo para continuar lutando, mas eu sou humana, não uso capa de super herói.

Agora que vocês sabem que eu não sou de aço também quero que vocês saibam que eu sempre vou proteger vocês, contem sempre comigo para qualquer coisa. Tenho certeza que quando vocês virem as lágrimas rolando nos meus olhos, vocês vão ser mais compreensivos com as pessoas, que isso vai ensiná-los a expressar suas emoções e dar-lhes permissão para colocar os sentimentos para fora sem medo.

Perdão, meus filhos, se eu não escondo o meu choro, porque isso significa ocultar e reprimir os meus sentimentos. Desculpem-me por não manter um sorriso sempre. Eu quero que vocês saibam que para chorar na frente dos outros é preciso de muita coragem.

Quando vocês me perguntarem por que eu choro, eu vou responder que é importante colocar a tristeza para fora. Senão a mãe de vocês se torna uma panela de pressão. Esconder os sentimentos e segurar o choro não faz bem a ninguém.

No dia que eu estiver chorando e vocês virem, me abracem, me dêem carinho, me dêem colo – é tudo o que eu preciso nesse momento. Vocês não precisam se culpar ou tentar entender o motivo. Vocês só precisam me acolher.

Porque mãe também chora, mãe é humana, mãe precisa de colo e carinho.

Deixe seu comentário!