O Que É Ser Uma Menina Tomboy?

O Que e Ser Uma Menina TomboyDe acordo com alguns dicionários modernos, uma menina tomboy é uma garota que tem características e comportamentos considerados típicos de um menino, o que inclui usar roupas masculinas, gostar de jogos e atividades que em muitas culturas são considerados nem um pouco femininos e são dominantes dos garotos.

Vejo que mesmo sem saberem que existe um nome para isso (agora já sabem), pais e mães se preocupam com meninos que brincam de casinha e vestem rosa. Se preocupam com meninas que se vestem como meninos e jogam futebol.

Eu gostaria de deixar uma pergunta aqui para os leitores, “qual é a sua real preocupação?” Não precisa me responder se não quiser (mas se quiser pode me dizer também), mas responda para si mesmo como uma auto reflexão.



Para quem se interessou sobre o assunto, já existe um filme francês que conta a história de uma menina que se sente bem se vestindo de menino e acaba fingindo para todos ser realmente um menino só para não ser julgada. O nome em português é Tomboy: Um filme sobre as menina-meninos.

A partir de agora vou deixar a minha opinião e dizer algumas coisinhas que penso sobre o assunto:

Essa é a definição de menina tomboy dos dicionários, mas só porque está escrito ali você não precisa levar isso ao pé da letra, você não precisa cair nessa.

Algumas garotas gostam de escalar árvores.

Algumas garotas gostam de brincar de carrinhos.

Algumas garotas brincam de skate e de bola.

Algumas garotas usam vestidos e outras não.

Aliás, algumas garotas sobem nas árvores enquanto estão usando vestidos.

A sociedade não deveria definir as crianças pelo o que elas gostam de brincar. Não chamem meninas de Tomboys. Boy em inglês significa “menino”. Por que dizer que uma garota é um garoto só porque ela gosta de brincar em poças de lama? A mesma menina pode gostar de pintar as unhas e ao mesmo tempo rolar na grama.

Se você é mãe ou pai de uma menina que gosta de fazer coisas “de menino” deixe que ela faça o que dá vontade. Explorar o mundo à sua volta faz parte da infância, ela está formando a personalidade / identidade dela! Mesmo que isso signifique que você tenha que deixar a sua filha usar bermudas, por que não?

Usar batom, vestir bermudas, pintar as unhas, jogar futebol… fazer amizades com meninas e também com meninos! Deixe-a vestir rosa, vestir azul, vestir todas as cores do arco íres. Viva o colorido!

Se a sua filha gosta de brincar com insetos: catar grilos em uma garrafa plástica cheia de furos e depois soltá-los, fazer corrida de percevejo etc. Deixe-a ser feliz. Eu fiz isso e a minha infância foi maravilhosa.

As pessoas precisam aprender que opção sexual não tem nada a ver com o seu modo de viver e experimentar o mundo.

Eu acredito que eu tenha sido uma Tomboy. Cresci cercada de meninos (Bruno, Vinicius, Rafael, Felipe e Camilo, muito obrigada por fazerem parte da minha infância). Joguei muita bolinha de gude e fiz muita coisa de menino. Eu era a única menina do meio deles. Cresci, me casei, tenho um filho e estou grávida do segundo.

Nada disso definiu a minha orientação sexual, que poderia ter sido qualquer uma.

Deixe as crianças serem crianças. Deixe-as correrem livres e aproveitarem a inocência. Porque uma vez que crescemos a magia acaba e as preocupações começam. O mundo dos adultos é complicado demais. Deixe-as viverem. Simples assim.

Beijos, Thata

 

Fonte:
Urban Dictionary 
Wikipedia 
A Mighty Girl

Foto:
Quotes Gram 

3 Comments:

  1. “Eu Fiz isso e minha infância foi maravilhosa.” Tenho cicatrizes nos joelhos e nas canelas. Sou adulta, bem casada com meu marido, tenho dos filhos, (1 menina de 4 anos, e 1 menino de1 ano). Plantei uma árvore no meu jardim pra Gabi e pro Pedro aprenderem a subir nela. Não interferiu na minha sexualidade, só fui “moleca”, tenho uma filha moleca.

  2. Só um detalhe: não é “opção sexual ” e sim orientação, não escolhemos nossa orientação, nascemos com ela. Bjs!!

Dê a sua opinião: