Setembro Dourado – A Luta Contra o Câncer Infantil

Setembro Dourado A Luta Contra o Cancer InfantilSetembro começou e foi o mês eleito para falar de câncer infantil. A campanha Setembro Dourado serve para alertar pais de que o câncer infantil existe e afeta bebês inclusive!

O câncer infantojuvenil é a primeira causa de mortalidade entre crianças e adolescentes de 1 a 18 anos em território brasileiro. O INCA (Instituto Nacional de Câncer) informa que a cada ano são registrados 10 mil casos novos de câncer acometendo essa faixa etária.

O problema é que muitas crianças já descobrem o câncer em fase tardia e a campanha Setembro Dourado entra aí, exatamente para fazer com que os pais consigam enxergar os sinais e sintomas da doença em fase inicial para começarem o tratamento o quanto antes. Se descoberto precocemente a taxa de cura é alta, variando de 80 a 90%.

Existem vários tipos de câncer que acometem crianças e adolescentes, mas o mais comuns são leucemia (câncer de medula óssea), tumores de sistema nervoso central e linfomas (tumores no sistema linfático).


Como fazer um diagnóstico precoce?

Infelizmente não existe (ainda) uma forma de prevenção do câncer infantil. O câncer infanto-juvenil pode afetar qualquer etnia, classe social e classe econômica, mas os pais podem e devem ficar de olho em alguns sinais para que o diagnóstico seja feito precocemente.

Primeiro de tudo não tenha medo. Alguns pais até suspeitam que tem algo de errado mas acabam adiando a visita ao médico por medo de ouvir alguma coisa ou até mesmo por acharem que é bobeira e que vai passar logo.

Outra coisa que os pais precisam colocar na cabeça é que criança não inventa sintoma, então ao sinal de alguma coisa errada levem seus filhos ao pediatra para uma avaliação.

Fiquem atentos aos sinais:

  • Leucemia – infecções de repetição, palidez, sangramentos, sentir dores ósseas.
  •  Retinoblastoma – um sinal importante é o “reflexo do olho do gato” que é a pupila do olho ficar branca quando exposta à luz (geralmente consegue ver quando usa-se flash em fotografia). Normalmente acomete crianças antes dos três anos de idade. Hoje a pesquisa desse reflexo poderá ser feita desde a fase de recém-nascido.
  • Algumas vezes, os pais notam um aumento do volume ou uma massa no abdomen, nesse caso pode ser um tumor de Wilms ou neuroblastoma.
  • Tumores sólidos podem se manifestar pela formação de massa, podendo ser visíveis ou não e causar dor nos membros, sintoma, por exemplo, freqüente no osteossarcoma (tumor no osso em crescimento), mais comum em adolescentes.
  • Tumor de sistema nervoso central tem como sintomas dor de cabeça, vômitos, alterações motoras, alterações de comportamento e paralisia de nervos.

Ao desconfiar de algum desses sintomas, leve o seu filho ao pediatra, mas o diagnóstico envolverá uma pesquisa laboratorial e de imagens.

Como é o tratamento?

Dependendo do tipo de câncer e da complexidade pode ser preciso fazer cirurgia, quimioterapia ou / e radioterapia.

Também encontrei essas ilustrações bem legais feitas pela Acacci mostrando os sinais de câncer e como reconhecê-los. É só clicar em cada imagem para ampliar:

sinais de cancer infantil 4

 

 

sinais de cancer infantil

 

sinais de cancer infantil 5

Fonte:
INCA
Hospital Ophir Loyola 
G1 Rio Grande do Norte 

Fotos:
Accaci
Ketto

Dê a sua opinião: