Trapalhadas de Pais de Primeira Viagem

trapalhadas de pais de primeira viagem mamae tagarelaQuem aqui já teve filhos sabe que o início é bem cansativo. Quem ainda está grávida está para descobrir que não é exagero.

Eu e o Papai Tagarela fizemos cada besteira e passamos por cada situação que dá pena hahahaha… quem nunca? Bom, claro que a culpa foi do cansaço, das noites mal dormidas e da desatenção.

Então vim aqui hoje contar para vocês das nossas trapalhadas como pais de primeira viagem. Divirtam-se:



1- Cheguei em casa e não sabia o que fazer com aquela mini pessoa em forma de trouxinha: coloquei no meio da minha cama, preparei o berço dele e coloquei ele dentro. Mal eu sabia que deveria aproveitar o silêncio porque o jogo já ia começar! Tá, essa nem é engraçada, mas me senti bem atrapalhada no momento.

2- Indo dormir, já bem casada, passei pomada de bumbum de neném no meu rosto achando que estava passando o meu creme francês noturno.

3- Coloquei roupa para lavar dentro da máquina, só que… esqueci uma fralda junto! Nem preciso contar a desgraça que foi limpar todos aqueles mini floquinhos de gel, né?

4- Outra trapalhada com os flocos em gel da fralda: Papai Tagarela trocou uma fralda e arremessou na minha direção (para que eu pegasse e jogasse no lixo). Só que ele errou o alvo, a fralda bateu na parede e se espatifou. Imagina a casa toda suja de floco de gel da fralda?!

5- Outra trapalhada com máquina de lavar roupa: eu tinha um móvel onde ficavam as coisas do bebê (mamadeira, esterilizador de micro-ondas, escova de mamadeira e leite em pó). Só que esse móvel ficava ao lado da máquina de roupas… Um certo dia, fui lavar roupa e ao invés de colocar o sabão em pó no dispenser da máquina, coloquei leite em pó.

6- Uma certa madrugada, eu estava cuidando do Pititico: amamenta, troca fralda, põe para arrotar, todo aquele ritual, sabe? Quando voltei para o meu quarto o Papai Tagarela estava sentado na cama, de olhos fechados e embalando o travesseiro. Eu perguntei “O que você está fazendo?” Ele abriu os olhos e respondeu “Ué, você me acordou e disse que colocaria o bebê aqui”. Só que eu não fiz nada disso…

7- Em uma outra noite, estávamos dormindo, e o Papai Tagarela senta na cama na velocidade da luz gritando “Cadê o bebê? Cadê? Cadê?”. Eu tomei um susto e, depois de quase morrer do coração, disse apontando para o berço que estava do lado da cama “Tá ali dormindo que nem um anjinho”.

8- Comprei com todo amor e carinho uma bolsinha de ervas para esquentar no microondas e ajudar nas cólicas do bebê. Só que, em vez que colocar 20 segundos no micro-ondas, coloquei 2 minutos (apertei um zero a mais). A bolsa de ervas que era para ser cheirosa e ter um aroma calmante, virou uma bomba fedida com cheiro de mato queimado. Chorei horrores nessa!

9-Essa trapalhada foi mais um susto e quase nos matou do coração. Foi algo muito sério que aconteceu quando meu filho tinha poucos anos de vida e eu desabafei no grupo que a Shirley (Macetes de Mãe) tinha na época. Então eu vou copiar e colar o meu desabafo aqui para vocês:

Meninas, preciso desabafar… Comprei aquele monitor de bebês da angel care que tem um tapete pra por debaixo do colchão para detectar movimentos do bebê, sabem? Pois bem. Meu bebê nasceu sábado agora e hoje faz 3 dias de vida. Hoje pela manhã, depois de uma noite mal dormida, o alarme do monitor tocou e eu dei um pulo da cama em direção a ele, peguei ele no colo e comecei a sacudi-lo de leve enquanto chamava pelo nome dele. Ele ficou longos 5 segundos sem responder até que eu sacudi mais forte e ele finalmente se mexeu. Depois do alívio eu e meu marido caímos no choro. Nunca senti medo maior na minha vida. Não sei se foi um falso alarme, mas desde então não consigo mais fechar os olhos. Uma tia minha perdeu o bebê de 2 meses com morte súbita, uma ex vizinha também perdeu o filho assim. Nunca imaginei que fosse ter tanto medo de perder alguém… Obrigada por me ouvirem.

Depois de um tempo eu descobri que recém nascidos tem a respiração irregular, mas a verdade é que até hoje eu não sei se o monitor estava mal ajustado, se foi falha do monitor ou se foi mesmo a respiração do Pititico que falhou por alguns (longos) segundos.

 

Fora as pequenas trapalhadas:

  • Guardar na geladeira: brinquedos do bebê, controle remoto, sapato…
  • Jogar no lixo: comida boa (que era para ir para a geladeira e não para o lixo), copo de vidro (que era para ser lavado e não para o lixo), talheres junto com o restinho de comida que ficou no prato, óculos de grau…
  • Esquecer comida no microondas (sim, várias e várias vezes).
  • Colocar a fralda ao contrário (e a parte de trás não absorve muito xixi, né).

E as suas trapalhadas, quais foram? Não esqueçam de me contar nos comentários.

6 Comments:

  1. gabriela tefili

    kkkk
    Adorei!
    eu derreti varias mamadeiras e chupetas, além de todos os acessórios da bomba de tirar leite, pq esqueci fervendo no fogao. ai como chorei no dia da bomba!!! kkk

  2. Meu bebê tem três meses e não cometi tantas trapalhadas ainda. Mas na primeira semana dele em casa eu tb tinha pânico dele morrer. Teve um dia q acordei de madrugada e o senti frio, comecei a chorar desesperadamente. Acabou que eu tava tendo um pesadelo, ele nem tava frio. Mas eu no meu pânico o senti gelado. Foi horrível. Minha babá eletrônica fez a gentileza de quebrar com ele de um mês e fico levantando a noite toda pra checar se ele tá vivo até agora

  3. Daniela silva gomes bria

    no começo testando as fraldas q ganhei jurava q a pampers nao prestava pq sempre vazava mas descobrir q o erro era o tamanho q era bem maior do que o bebe precisava agora tbm incluo nas compras

  4. Aconteceu comigo, só que minha mãe que jogou as roupas na máquina junto com a fralda. Agora não sai a água. O que você fez pra tirar o gel?

Dê a sua opinião: